Time Out Rio de Janeiro

OIR: Outras Ideias para o Rio

Fazendo arte em cartões postais do Rio

Este evento terminou

OIR: Outras Ideias para o Rio

Data 07 Set 2012-02 Nov 2012

Site de OIR: Outras Ideias para o Rio

Quem passa pela Enseada de Botafogo, ali perto de onde ficaram, durante a Rio+20, os peixes feitos por garrafas PET, já deve ter reparado num rosto gigante, todo branco e de olhos fechados. Trata-se da obra "Olhar nos Meus Sonhos (Awilda)", do aclamado espanhol Jaume Plensa. Mais que isso, trata-se de um novo projeto que pretende fazer parte do calendário cultural da cidade a cada dois anos, promovendo intervenções inéditas em cartões postais da cariocas.

Batizada de "OiR - Outras Ideias para o Rio", o evento quer marcar a cidade com arte durantes os próximos anos de grande eventos, culminando com as Olimpíadas de 2016. Para isso, chamou artistas de grande prestígio internacional e os convidou a pensar em grandes obras para a paisagem urbana do Rio de Janeiro. Além da linda intervenção de Jaume Plensa, estão entre os convidados dessa primeira etapa o ingles Andy Goldsworthy, que criou um domo gigante de argila e penetrável, no Cais do Porto, e o norte-americano Robert Morris, que fez um incrível labirinto triangular todo feito de vidro e o colocou no meio da Cinelândia.

Boa parte das obras fica pela cidade até o dia 2 de novembro, mas algumas manifestações são pontuais, como a intervenção planejada por Brian Eno. O músico inglês fará nos Arcos da Lapa, nas noites dos dias 19, 20 e 21 de outubro, uma projeção de 77 milhões de pinturas digitais. A julgar pelo o que o artista fez na fachada Ópera de Sidney, o evento é imperdível.

As obras de Robert Morris, Jaume Plensa, Andy Goldsworthy e Henrique Oliveira estarão abertas ao público dos dias 7 de setembro a 2 de novembro.

As projeções de Ryoiji Ikeda e Brian Eno acontecerão em datas específicas e também estão abertas à presença do público.

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus