Time Out Rio de Janeiro

Museu Internacional de Arte Naïf

Museu Internacional de Arte Naïf

Preço de R$ 6 até R$ 12Meia entrada para estudantes com carteira, idosos, menores de 18 anos, portadores de necessidades especiais. Gratuidade: menores de 5 e maiores de 80 anos; membros do ICOM)

Horário de funcionamento Ter-Sex: 10h-18h. Sáb-Dom: 10h-17h.

Rua Cosme Velho, 561, Cosme Velho

Telefone (21) 2205-8612

O Brasil é celebrado como um dos centros mais importantes de arte Naïf do mundo e essa coleção, montada pelo joalheiro Lucien Finkelstein, presta homenagem a isso. O Museu Internacional de Arte Naïf abre novamente sua coleção para o publico, depois da morte do colecionador.

O MIAN reúne hoje o maior e mais completo acervo do mundo no gênero. São mais de 6000 obras de pintores de todos os Estados do Brasil e de mais de 100 países, desde o século XV aos dias de hoje, registrando a história da arte naïf. Na Lojinha do Artista o visitante encontra obras dos mais renomados artistas naïfs bem como um pequeno café gastronômico.

Finkelstein saiu da França depois da Segunda Guerra Mundial e com 16 anos veio para morar com os tios no Rio de Janeiro. Não demorou para ele ficasse apaixonado pela cidade e pela arte de Heitor dos Prazeres e Miranda. A primeira compra para a coleção foi uma tela pintada por Prazeres. A coleção cresceu e acabou ganhando três títulos honorários da Universidade do Rio.

Hoje em dia a sua neta, Tatiana Levy, administra a coleção. Ela explicou que o seu avô se apaixonou pelas cores e pelo caráter vibrante da obra de Prazeres e Miranda. “Estes artistas não pintavam por certas regras ensinadas, mas conforme as suas idéias sobre como as coisas deveriam aparecer – pintavam com o coração. O meu avô descreveu eles como ‘poetas anarquistas do pincel’.”

A coleção foi exposta no Paço Imperial em 1988. Em aquele momento. Finkelstien decidiu que merecia seu próprio espaço permanente e comprou uma casa colonial na Rua Cosme Velho. Ali fundou o lar para a coleção crescente de arte Naïf do Brasil, junto com obras da França, Itália e Haiti. Levy comentou que, “Antes o arte Naïf não era um gênero respeitado, mas o estabelecimento do MIAN ajudou em promovê-lo, tanto no Brasil quanto ao nível mundial.”

No centro da exposição atual fica a obra ‘Rio de Janeiro, eu gosto de você, eu gosto dessa gente feliz’, que Finkelstein comprou para mostrar no Paço. Essa peça é de 28m2 e demorou cinco anos para completá-la. Lia Mittarakis retrata os detalhes da cidade com um autentico caráter carioca e o toque especial de uma grã artista de arte Naïf.

“É uma boa introdução à cidade”, Levy comenta. “Retrata tudo, do Fla-Flu no Maracanã às praias cheias, os aeroportos operando em alta velocidade, uma escola de samba desfilando pelo Sambódromo, e até a ponte Rio-Niterói vista sem trânsito nenhum! Ao olhar para essa obra percebe-se como as praias circundam a cidade – da uma perspectiva distinta, e o tamanho da obra faz com que você sinta que está dentro dela!”

Outra obra-chave que vai ser revelada ao publico de novo é a ‘Brasil, cinco séculos’ de Aparecido Azedo. Essa obra é acompanhada por uma explicação de áudio e Levy sugere 30 minutos, pelo menos, para começar a entender a complexidade da obra. Foi completada in loco pois o museu pagou Azedo entre alguns outros artistas para pintar no local. Nessa maneira o Museu é mais do que um centro metafórico do gênero no Brasil, mas um centro literal também.

“O arte naïf é algo muito especial porque é sempre muito figurativa,” concluiu Levy. “Sempre dá para perceber a história e freqüentemente tem um mote ecológico, sócio-político ou religioso. Revela muito sobre distintas culturas regionais do Brasil também, das brigas de galo de Recife ao peixe boto cor de rosa no Amazonas. É pintura do coração”.


 

23 Out 2014.

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Restaurantes próximos

Osteria Policarpo

Osteria Policarpo

1411m

Oui Oui

Oui Oui

1447m

Irajá Gastro

Irajá Gastro

1474m

Entretapas

Entretapas

1482m

Vegan Vegan

Vegan Vegan

1671m

Bares próximos

Tasca do Edgar

Tasca do Edgar

1042m

Bar do Serafim

Bar do Serafim

1047m

BeerJack Hideout

BeerJack Hideout

1571m

Champanharia Ovelha Negra

Champanharia Ovelha Negra

1591m

Cobal do Humaitá

Cobal do Humaitá

1720m

Cafés próximos

Cereal

Cereal

707m

Fornalha

Fornalha

1722m

Padaria União

Padaria União

1968m