Time Out Rio de Janeiro

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes

 Casa traz atrações voltada especificamente para os Jogos Paralímpicos

A exibição de equipamentos de última geração, com recursos de ponta da chamada tecnologia assistiva, com soluções que contribuem para proporcionar ou ampliar habilidades funcionais de pessoas com deficiência marcou a reabertura do Baixo Suíça, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Além das mesmas atrações do período olímpico, o lugar terá uma programação diferente, voltada especificamente para os Jogos Paralímpicos. “Não será a mesma Casa da Suíça da Olimpíada. A Suíça tem tradição em tecnologias de reabilitação e teremos debates, exibições e apresentações sobre o tema”, disse Nicolas Bideau, embaixador da presença suíça no Brasil.

O Baixo Suíça também terá debates promovidos pela Cruz Vermelha para mostrar de onde saem os atletas paralímpicos “Os acidentes são a maior causa das deficiências dos atletas paralímpicos, e a segunda maior causa são as guerras, inclusive os conflitos urbanos dentro das grandes cidades”, explicou Bideau. Segundo ele, a Cruz Vermelha também quer recrutar mais brasileiros para trabalhar na instituição.

O local ficará aberto todos os dias, até 18/09, das 11h às 23 horas. Neste domingo (11/09), a atração principal será a chance de jogar tênis de mesa com atletas paralímpicos. Também estão previstas visitas da delegação paralímpica do Congo e do Afeganistão, entre outras atividades.

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Rio Esporte Arte