Time Out Rio de Janeiro

Pernambuco Contemporâneo

Até o fim de março, o CCBB traz a cultura pernambucana para agitar tanto a hora do almoço quanto o pós-expediente no festival Pernambuco Contemporâneo 

Este evento terminou

Pernambuco Contemporâneo

Preço de R$ 3 até R$ 6

Data Ter 26 Mar 2013

Horário de funcionamento Shows às 12h e 19h

Site de Pernambuco Contemporâneo

Rua Primeiro de Março, 66 , Centro

Telefone (21) 3808 2020

Estações próximas
Metrô Uruguaiana

Que Pernambuco é terra de criatividade e muita musicalidade não é novidade, afinal, desde os ritmos regionais como o freve até o maracatu atômico de Chico Science estão aí para não nos deixar mentir. As misturas e invenções arretadas dão frequentemente em música boa, que muitas vezes fazem conexão direto de lá para o mundo. Sorte a nossa que eles resolveram dar uma pinta aqui pela cidade em um festival no estilo bom, bonito e baratíssimo.

Trazendo a música e a cultura pernambucana para terras cariocas, o CCBB recebe às terças o projeto Pernambuco Contemporâneo, com shows em duas edições, na hora do almoço às 12h30 e no fim do expediente, às 19h, com direito a bate-papo com a banda. Pelo menos o happy-hour de terça já está garantido.

Entre as bandas convidadas, estão diferentes influências e trajetórias, com composições indo de ritmos tradicionais ao rock. As bandas das bandas de lá e provam que o mangue beat é referência, mas que além dele tem muito mais sonoridade rolando.

Abrindo os trabalhos, o samba e o trip-hop da banda Rua e na próxima semana (26) quem chega de viola em punho é o músico Hugo Lins. Seguindo a programação do festival, o samba da banda Pouca Chinfra (05), o power trio Wassab (12), A Banda de Joseph Tourton com seu som que vai da guitarrada até o dub (19) e as letras em francês e italiano da Dessineé fecham o projeto dia 26. Pernambuquemos minha gente!

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Pernambuco Contemporâneo video

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus