Time Out Rio de Janeiro

Festival Vale do Café

  Música, shows, gastronomia e café na 10ª edição do festival

Este evento terminou

Festival Vale do Café

Preço de R$ 80 até R$ 80

Data 17 Jul 2012-29 Jul 2012

Horário de funcionamento 11h-23h

Site de Festival Vale do Café

Buy tickets for Festival Vale do Café

Entre vales verdejantes, a pouco menos de três horas do Rio, Vassouras recebe mais uma vez o Festival Vale do Café, a iniciativa que aquece a região serrana do interior do Rio de Janeiro e enche as fazendas de música durante doze dias, até 29 de Julho.

A harpista Cristina Braga idealizou e concretizou o projeto há 10 anos buscando criar um evento cultural que celebre não só a música, história e natureza mas que contribua também para o desenvolvimento econômico da região. O festival presta um tributo ao centenário do nascimento de Luiz Gonzaga, levando Elba Ramalho à região numa homenagem ao Rei do Baião no dia 28 de Julho em Vassouras, uma das atrações gratuitas do evento.

Vale a pena dar uma escapada e conferir a programação rica em concertos, shows, apresentações e recitais de alunos de música clássica e tem até aulas de degustação gastronômica com chefs de cozinha de mão cheia, ótimo para quem não resiste a uma deliciosa iguaria.

Curisomente o festival tem, pela primeira vez em dez anos, o elemento que dá nome ao evento, o café! São cinco produtores de várias regiões do Brasil (Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro) que trazem seus grãos perfumados para delícia de quem for assistir. Na verdade é obrigatório passar uns dias na região que há mais de duzentos anos foi palco de plantações e cultivo do apreciado grão torrado, na charmosa terra dos barões do café. Nos vales e morros há mais de quarenta fazendas, noutros tempos dedicadas somente à produção dos grãos, nos dias de hoje as atividades se ficam pela produção agrícola, leite, gado e cavalos.

O ideal é reservar os dias desse final-de-semana, comprar os ingressos no site e seguir viagem para relaxar e curtir o melhor da programação do festival e o belíssimo cenário da região. Cada evento fica em R$80 e inclui os concertos nas fazendas, visitação (de acordo com a disponibilidade de cada fazenda) e as deslocação entre as fazendas. Os mais animados podem ainda aproveitar os shows gratuitos nas praças públicas de Vassouras e região, e ainda as aulas de degustação no Café Cultural O Globo na Casa de Cultura de Vassouras (A Time Out experimentou o pudim de queijo curado com caju e pimenta da chef Flávia Quaresma e adorou).

Essa semana Elba Ramalho atua acompanhada pela Orquestra Barra Mansa quarta, quinta e sexta na praças públicas de Vassouras. A pianista Maíra Freitas (filha do sambista Martinho da Vila) traz o seu ‘Dá o Recado’ à fazenda Vista Alegre, Turíbio Santos e Carol McDavid fazem tributo à música de Luiz Gonzaga e Dani Spielmann (saxofone) e Deborah Levy (piano e teclados) tocam de Tom Jobim a Cole Porter no Sítio Santa Maria. Esses são alguns dos nomes de uma variada programação que inclui ainda cortejos de tradições populares locais e também cursos de música.

Assistir aos concertos em qualquer uma das quatorze fazendas que participam nessa edição do festival é um programa imperdível e super intimista, com direito a cumprimentar a bicharada, seja num haras de cavalos ou do lado das vacas. O cenário é de uma beleza que vale a pena conferir, um recanto no Vale do Paraíba que convida ao turismo. E se a região tem ainda poucos hotéis, tem várias fazendas que recebem hóspedes numa espécie de turismo rural com o charme da paisagem e as iguarias tradicionais.

É uma experiência incrível e, no final, sempre tem uma surpresa para o estômago oferecida pelos donos das fazendas, sem esquecer a degustação do café e as dicas da sommelier e barista Deise Novakoski que dá palestras sobre o tema antes de cada show, explicando noções técnicas e diversas curiosidades sobre a bebida, num evento que celebra o melhor da música instrumental brasileira.

Escrito por Sílvia Garcia
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus