Time Out Rio de Janeiro

Thaís Gulin

O doce veneno da nova namoradinha do Rio

Thaís Gulin é curitibana, cantora e compositora. Seu estilo é nova MPB, gênero musical autoentitulado como “banda de improviso” em sua página do MySpace. Isso porque Taís mistura em sua banda tudo quanto é som: harpa, pianino agudo, guitarra distorcida... tudo para traduzir seus sentimentos de amor, dor e “lama”.

A inspiração para o lançamento do seu segundo disco, em março de 2011, foi um dia de fúria e culminou na Sapucaí, saindo pela Mangueira. Tais estravasou sua raiva numa temática pouco provável: "eu vou atrapalhar a sua escola, eu vou!ôÔÔôôÔôÔ...Vou sair para atrapalhar o seu enredo..."

E assim nasceu o ôÔÔôôÔôÔ, com uma apresentação tímida, no Teatro Rival. Foi no desenrolar desse show que os ingredientes mágicos de seu disco começaram a aparecer. O disco conta com músicas próprias e outras exclusivamente compostas por Tom Zé ("Ali Sim, Alice") e Chico Buarque ("Se Eu Soubesse").

O doce veneno dessa cantora, com figurinho de menininha e atitude de mulher, vem dando o que falar na cena musical do Rio. De moderninhos à velha guarda da MPB, Tais traz ao público o frisson da presença de Chico Buarque, seu atual namorado. “A música é retrato do que você vive. Então, a influência que eu tenho do Chico é total”, confessa em entrevista para Time Out Rio, que aproveitou para matar outras curiosidades:

Como define o seu estilo musical?
É difícil. Li esses dias no twitter alguém dizendo que era cachaça e açúcar. Gostei!

Quais suas principais influências?
João Gilberto, Björk, Cazuza, Cássia Eller, Tom Waits, Gal, Elba Ramalho, Curitiba, Rio, Chico e Caetano e tudo o que ouço de novo na net. Ouvia muito The Doors, Rap e Jazz também. Gosto muito mais de ouvir som sujo.

Seu figurino tem feito sucesso. Você que escolhe?
É? Não sabia. Meus figurinos de show, sou eu, sim. Às vezes decido meio em cima da hora do show e são os que gosto mais. O Milton Castanheira também aparece aqui em casa com figurinos lindos, mas que ainda não usei em show.

Quais são suas lojas preferidas no Rio?
Não me lembro da última vez que saí para comprar roupa aqui no Rio. Adoro moda, mas não saio muito para isso. Gosto muito da Maria Bonita Extra, Uma, Martu, OESTUDIO. Adoro uma roupa estranha, uma roupa antiga que alguém me deu porque achou parecida comigo, a roupa que algum amigo fez ou que eu recortei. Sou meio solta com isso.

Como tem sido a aceitação do público nessa turnê e a opinião deles sobre o disco?
Os shows tem me emocionado tanto... O pessoal canta muitas das músicas do disco junto comigo. Para mim, é sagrado e divertido demais, intocável demais, aquela horinha que você passa com aquelas pessoas específicas e só o que interessa é o que acontece ali. Tenho o maior respeito por isso.

Qual sua música preferida do disco recente e qual a história dela?
Cinema Americano é o primeiro clipe que vamos fazer, acabei de fazer o roteiro. Sempre foi uma das minhas preferidas e, há duas semanas, num show, no Rio, experimentei cantar com Baby Got Back no meio. Na adolescência, ouvia muito essa música e a letra caiu feito luva. Também são preferidas: Se Eu Soubesse, Ali Sim, Alice, Encantada, Horas Cariocas,...

Para onde você gosta de sair à noite no Rio?
Gosto de ficar em casa olhando o Rio da janela. Parece que isso já é sair à noite, é o que mais faço. Gosto de sair para jantar e quando sobra noite, gosto da Lapa ou de tomar uma cerveja no Baixo Leblon.

Você mesma faz suas composições? Se não, quem faz e por que escolheu estes parceiros?
Fiz cinco canções do disco, com Kassin, Moreno, Ana Carolina e Alê Siqueira (Quantas Bocas, Frevinho, The Glory Hole). Duas delas são só minhas (ôÔÔôôÔôÔ e Horas Cariocas). Escolher música dos outros é um caso sério de ouvir e querer cantar. Quando fico meio obcecada por alguma, chego a mexer na ideia do disco inteiro por ela. Tem que ser natural e a vontade vem assim.

Como Chico Buarque tem influenciado esta fase da sua carreira?
A música é retrato do que você vive. Então, completamente.

Planos para 2012?
O clipe e a turnê do show. Até agora, fizemos vários shows no Rio e em São Paulo, e uma pré-estreia em Curitiba. Nunca fiz show no Nordeste ou no Pará. Gosto das pessoas, gosto de ir aos lugares, quero tocar no interior do Acre, numa pracinha, e é assim que fico feliz.

Contatos:

http://www.thaisgulin.com.br
http://pt-br.facebook.com/pages/Tha%C3%ADs-GULIN/135352063010
http://www.myspace.com/thaisgulin

Escrito por Alice Kuntz Moura
Compartilhe

Thaís Gulin video

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes