Time Out Rio de Janeiro

17ª Bienal Internacional do Livro

Maior evento literário do país homenageia Mauricio de Souza e recebe mais de 200 autores brasileiros e estrangeiros 

Este evento terminou

17ª Bienal Internacional do Livro

Preço de R$ 8 até R$ 16

Data 03 Set 2015-13 Set 2015

Horário de funcionamento Dia 3: 13h às 22; dias de semana: 9h às 22h; fins de semana: 10h às 22h.

Site de 17ª Bienal Internacional do Livro

Avenida Salvador Allende 6555, Barra da Tijuca

Estações próximas
Metrô integração Barra /taxi

A 17ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, que começa dia 3 de setembro, no Riocentro, e dura 11 dias, até o domingo, 13. Nesta edição, a Bienal bate dois recordes:  estarão presentes mais de 200 autores de diversos estilos, incluindo 27 estrangeiros. Eles vão entrar em contato direto com seus públicos em ambientes informais como Café Literário, Cubovoxes, Conexão Jovem, Encontro com Autores e SarALL. O melhor da produção brasileira contemporânea estará representada, com ênfase em sua variedade: ficção, poesia, ensaios, biografias, fantasia, história, política, negócios, comportamento, moda, música, sociedade, humor, quadrinhos, clássicos infantis, educação e muito mais.escritores, editores, livreiros, professores, estudantes e leitores de todas as idades e perfis.

 Entre os internacionais, no sábado, 5, a Bienal recebe David Nicholls (Um Dia), Julia Quinn (Os Bridgertons) e Leigh Bardugo (Grisha). Raymond E. Feist (O Mago), Colleen Hoover (Hopeless) e Jeff Kinney (Diário de um banana) se apresentam no domingo (6). Já Joseph Delaney (As Aventuras do Caça-Feitiço) conversa com o público na segunda (7). Três escritoras vão se revezar entre as sessões do dia 12 – Anna Todd (After), Colleen Houck (A Maldição do Tigre) e Sophie Kinsella (Becky Bloom) –, enquanto o Café Literário recebe Jacques Leenhardt, organizador de uma edição especial de Viagem pitoresca e histórica ao Brasil, de Debret. Em 13 de setembro, Josh Malerman fala sobre seu Caixa de Pássaros. Completa o time Pedro Chagas Freitas, fenômeno de vendas em Portugal, que lança Prometo falhar.

A delegação argentina completa o time internacional. Ela é composta por grandes nomes como Martín Kohan (Segundos fora), Tamara Kamenszain (O gueto/ O eco da minha mãe), Eduardo Sacheri (O segredo dos seus olhos), Claudia Piñeiro (As viúvas das quintas-feiras), Mariana Enríquez (As coisas que perdemos no fogo), Mempo Giardinelli (O décimo inferno), María Moreno (Teoría de la noche), Sergio Olguín (La fragilidad de los cuerpos), o cartunista Tute (Batu 1), Diana Bellessi (Pasos de baile), Noé Jitrik (Historia critica de la literatura argentina), Inés Garland (Una reina perfecta), Silvia Schujer (Hugo tiene hambre) e Luciano Saracino (a graphic novel Jim Morrison: o Rei Lagarto).

Mauricio de Sousa será o homenageado
Comemorando seus 80 anos em plena Bienal, ele é o autor homenageado desta edição e vai ganhar uma exposição especial. Em 190 m², o visitante vai descobrir como surgiram as primeiras revistas, os desenhos animados e evolução dos principais personagens num painel com desenhos que mostram as mudanças ocorridas nos traços ao longo dos anos. Haverá também com um cantinho de leitura, com todos os lançamentos da Mauricio de Sousa Produções – incluindo a esperada versão de O pequeno príncipe. Ele recebe ainda o Prêmio José Olympio, oferecido a cada dois anos pelo SNEL a personalidades e entidades empenhadas na promoção da leitura.
 

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus