Time Out Rio de Janeiro

MIMO Festival 2016

Este evento terminou

MIMO Festival 2016

Data 11-13 Nov

Horário de funcionamento Confira os horários das atrações na programação.

Depois de passar por Tiradentes, Ouro Preto e Paraty, o MIMO Festival 2016 segue para o Rio de Janeiro, onde acontece entre os dias 11 e 13 de novembro. O evento traz várias atrações de música, cinema, educação e poesia, ocupando espaços do patrimônio histórico da cidade, como igrejas, museus e parques. entre os destaques da edição: Guinga, Alice Caymmi, Jards Macalé, Ney Matogrosso, Otto, João Bosco, entre outros.

Esta será a segunda vez que a cidade do Rio de Janeiro receberá o MIMO, que terá como palco principal, e pela primeira vez, a charmosíssima Praça Paris, na Glória, bem na confluência do Centro com o início da zona sul carioca. Igrejas históricas da cidade, como a Candelária e o Outeiro da Glória, São Francisco da Penitência e Irmandade de Santa Cruz dos Militares também serão palcos para concertos.

Além do palco principal, a Praça Paris contará com um segundo palco, o 'Se Ligaê', em que músicos de várias gerações se encontrarão para promover raras misturas de sons. Guinga fará um show com as participações especiais de Mônica Salmaso e Leila Pinheiro, e reviverá os 20 anos do sucesso Catavento e Girassol. O palco também abrigará o reencontro dos integrantes da Banda Zil, formada nos anos de 1980 por Zé Renato, Claudio Nucci, Ricardo Silveira, Marcos Ariel, Zé Nogueira, Jurim Moreira e João Batista. Além dos encontros entre a revelação Simone Mazzer com Alice Caymmi; e da união inusitada de nomes como Jards Macalé e Otto, e João Bosco com Hamilton de Holanda. 

Entre outras apresentações que chamam a atenção, fique ligado na do  multiartista Antônio Nóbrega, que apresentará o espetáculo Um recital para Ariano, em homenagem ao dramaturgo, poeta, romancista, ensaísta e um dos grandes pensadores brasileiros, Ariano Suassuna, no Espaço BNDES - Auditório Arino Ramos Ferreira.

Figuras centrais da brilhante geração do jazz francês, o pianista Jacky Terrasson e trompetista Stéphane Belmondo virão com exclusividade ao MIMO Rio de Janeiro para mostrar o recém-lançado álbum Mother, recebido pela crítica como um dos mais belos trabalhos de jazz do outono europeu. No repertório, composições originais, standards de Charlie Haden e Dave Brubeck, clássicos da canção francesa e versões para músicas de Stevie Wonder.

O encerramento fica a cargo de Ney Matogrosso, que apresentará o elogiado concerto comemorativo dos seus 40 anos de carreira, Atento aos Sinais. Há dois anos, Ney participou do Festival MIMO de Cinema, lançando em Paraty o documentário sobre sua trajetória, Olhos nus, de Joel Pizzini.

Cinema
Como parte importante da programação, o Festival MIMO de Cinema exibirá 26 filmes inéditos em circuito comercial, todos tendo em comum a música como tema principal em seus roteiros e personagens. A curadoria é da cineasta Rejane Zilles, que contempla curtas e longas, que vão do rock ao forró, nos gêneros ficção e documentário.

Fórum de Ideias
“Lugares de Memória” marca uma série de palestras e encontros do Fórum de Ideias onde serão discutidas questões relacionadas à memória e identidade de um povo, com a curadoria do premiado escritor e músico cabo-verdiano Mário Lúcio Sousa.

Chuva de Poesia
No último dia do MIMO Festival, o público poderá participar da Chuva de Poesia, quando papéis coloridos serão lançados da torre do Outeiro da Glória, com uma seleção de poemas dos mais destacados nomes da literatura mundial. Este ano, a Chuva de Poesia terá uma seleção de obras de expressivos poetas surrealistas portugueses, como Teixeira de Pascoaes, Mário de Sá-Carneiro, Mário Cesariny e António Maria Lisboa.

Confira a programação completa do festival no site mimofestival.com.

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus