Time Out Rio de Janeiro

Teleférico do Complexo do Alemão

Algumas das melhores vistas da cidade só por R$1

Os visitantes do Rio historicamente têm sido confrontado com um dilema: ignorar a atracão das favelas, moradia de um terço dos cariocas, ou se jogar num passeio "turistão" onde a pobreza é a atracão. Uma dose de curiosidade é natural, claro, mas pegar um jipe para olhar as pessoas na suas casa, como se fossem num zoológico, não oferece nenhum valor nas vidas dos habitantes e torna-se sem sentido para os turistas mais conscientes.


Para aqueles dspostos a uma experiência mais humana, o Complexo do Alemão, com uma má reputação e muito longe da turística Zona Sul, era até então um local improvável de receber visitantes. O recente programa de pacificação de policiais acessando  áreas anteriormente proibidas foi bem polêmico, mas o aumento de segurança abriu o caminho para um nova rede de teleférico neste vasto complexo de várias favelas, trazendo benefícios para os moradores bem como os visitantes.

Não há necessidade de gastar uma fortuna pelo privilégio de algumas das melhores vistas da cidade e ter de quebra uma experiência real do lado B carioca. Pegue um trem na Central para Bonsucesso, e pelo preço do bilhete integrado de R$2.90 você também tem direito ao teleférico do complexo e sua vista fascinante. De Bonsucesso, o bilhete é só um R$1.

Você só tem que subir a escada rolante da estação de trem para dar de cara com a nova estação de teleférico, que tem cabines com uma capacidade máxima de 8 pessoas cada. Rapidamente você percorrerá 3,5 kilômetros e chagará nas alturas com uma vista deslumbrantes da Baía Guanabara, o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar (além da baía para a Serra dos Órgãos incluindo, num dia claro, o inconfundível Dedo de Deus). Aos pés da vista, crianças brincam nas pequenas piscinas nas lajes, o som de baile funk e hip hop tocam nas alturas, os cavalos pastam nos terrenos baldios, enquanto as motocicletas sobem os becos sinuosos e labirínticos...e a cidade dentro de uma cidade se abre diante de seus olhos. Fique de olho na Igreja da Penha, magnificente em cima do morro e o estádio do Engenhão,a sua esquerda.


Depois de passar pelas 5 paradas, após 16 minutos chega-se ao ponto final, Palmeiras, onde é preciso descer para comprar o bilhete de volta. Nesta parada (no seio do Complexo Alemão) oferece uma vista maravilhosa com um lachonete razoável e um mural impressionante de graffiti feito por artistas locais. Os lanches são típicos nordestinos, refletindo o número significativo de moradores que migraram do nordeste para essas comunidades nos subúrbios do Rio.


O dia em que visitamos o complexo haviam algumas tropas policiais de São Paulo, perfiladas e armadas com fuzis, que ocupavam a favela na parada final. Foi um lembrete de que apesar das vistas deslumbrantes, o complexo está longe de ser um cartão postal. A maioria das pessoas que utilizam os 152 carros do teleférico moram numa comunidade que experimenta atualmente uma grande transição para a pacificação. Mas se você quer vivenciar uma autêntica experiência da vida de milhões de cariocas, fora do mundo encantado da zona sul, o teleférico é imbatível.

 Para pegar o teleférico:  Praça das Nações, Estação de trem de Bom Sucesso, Bom Sucesso.

Escrito por Beth McLoughlin
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes