Time Out Rio de Janeiro

Rio em dias de chuva - Museus

Rio em dias de chuva – museus

Quer seja a Arte ou a História que cativam seu interesse, esta pode ser a oportunidade perfeita para provar o melhor deste lado B do Rio.
Deixar o seu vulto cultural interior voar é provavelmente a melhor maneira para lidar com o mau tempo. Há muito tempo considerado em segundo plano em relação a São Paulo, o Rio está agora recuperando o atraso, chegando mesmo a apresentar eventos exclusivos e se aproximando da sua ilustre vizinha paulistana. Explore por si mesmo e descubra para onde vão os cariocas quando trocam o calção pela calça e tenis.


MAM


Grátis – R$8. Parque do Flamengo

O Museu de Arte Moderna do Rio, um gigante da construção dos anos 50 com seus enormes pilares e treliças, pode parecer um pouco deselegante, mas permite sem dúvida bonitas vistas da baía e do Parque do Flamengo. As recentes exposições de nomes nacionais e internacionais como Angelo Venosa e Alberto Giacometti, mantêm o público entretido, e a coleção permanente nos pisos de cima vale bem a pena a visita. Se a arte não é a sua onda, a excelente loja de design do lado de fora, ao lado do café, vale bem a pena também. O restaurante, apesar de pequeno, garante um buffet 'all-you-can-eat' por um preço bastante razoável, o que aliás, vale sempre a pena.


MAC


Grátis – R$8. Niteroí
O museu pode tecnicamente ficar em uma cidade diferente (Niteroí, que tem a melhor vista para o Rio) mas o disco voador de Oscar Niemeyer é sem dúvida um lugar icônico da cidade para ver e rever. A viagem de barco pela Baía parte da Praça XV e é menos impressionante com chuva, claro, mas mesmo assim maravilhosa. Pegue um táxi na outra margem e vai ver que é a viagem mais gratificante e rápida (sem trânsito) para fora da cidade. No centro do museu tem um excelente café com sandwiche a preços muito acessíveis. Leve em conta que você terá a todo momento uma das vistas mais deslumbrantes para a cidade, com Pão de Açucar, o Cristo e todo o resto que se tem direito mesmo com chuva.



Museu Histórico Nacional


R$6. Centro
O Museu de História Nacional do Rio é o ponto de partida ideal para quem quer conhcer mais afundo a história do Brasil. Com uma coleção permanente de pinturas que contam as passagens mais importantes da história do país, incluindo uma enorme recriação da batalha naval durante a guerra com o Paraguay em 1865. Tudo com uma forte componente militar, desde o pátio da Minerva à coleção de armas. Existem, no entanto, outras coleções bastante intrigantes como a exposição da farmacêutica brasileira, desde meados de 1800, e um arquivo de moedas igualmente impressionante. Não é muito conveniente para quem quer passear no Centro, uma vez que a sua localização não é das melhores, tem contudo um café muito decente e o terminal de balsas para Niteroí a apenas dez minutos a pé.


Memorial Getúlio Vargas


Grátis. Glória

Na desconhecida (na verdade quase deserta) Praça Luís de Camões está o memorial do Presidente da República Getúlio Vargas, o homem que tirou sua própria vida perto do Palácio do Catete em 1954. Mais bonita ao sol, não requer por isso muita análise com chuva, mas debaixo dela, por baixo de um conjunto inócuo de degraus, está um impressionante museu circular contando a história do ‘’Presidente do Povo’’. O Palácio – agora chamado de Museu da República – fica a dez minutos a pé e vale bem a pena para completar a visita histórica.

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes