Time Out Rio de Janeiro

Rio de segunda a segunda

 O que fazer no Rio às segundas-feiras

Segunda-feira, um dia sofrido da semana, a não ser que você esteja de folga ou de férias. É quando bate aquela ressaca acumulada do fim de semana e/ou aquela sensação de sexta-feira tão distante, tudo em velocidade de câmera lenta. Mas isso tem jeito e tem coisa boa rolando. Veja nossa seleção dos melhores programas para viver a segundona-sem-lei como se não houvesse amanhã – ou uma semana inteira pela frente.

Visitar uma exposição
A maioria dos museus e centros culturais da cidade estão de portas fechadas no primeiro dia útil da semana. Mas o Museu Municipal de Artes Hélio Oiticica, próximo à praça Tiradentes, abre ao público, das 11h às 18h. O espaço realiza exposições temporárias, palestras, seminários, cursos e projetos de pesquisa dedicados à diversidade da produção artística contemporânea. Vale a visita.

Alugar uma bicicleta no Bike Rio
Nos finais de semana a disputa é acirrada para encontrar uma bicicleta laranjinha para chamar de sua – a oferta simplesmente não atende à demanda. Mas esse cenário é diferente na segunda-feira, quando a procura é menor. Para usar o serviço, basta se cadastrar no site ou aplicativo, pagar com cartão de crédito e sair pedalando por aí.

Ver o pôr do sol 
A Pedra do Arpoador parece um formigueiro no sábado e domingo. As pessoas se amontoam para ver o sol se por detrás do Morro dos Irmãos ou no horizonte do mar, dependendo da época do ano. Então hoje é o dia para ter paz e tranquilidade no visual mais poético da orla carioca.

Comer hambúrguer 
"Segunda sem carne". Essa é a proposta do badalado (e sempre lotado) Caverna, em Botafogo. A cada semana sai da cozinha uma opção de receita vegana (sem qualquer ingrediente de origem animal) ou vegetariana de hambúrguer  acompanhada de sobremesa. 

Sambar na Gamboa
Tradição é tradição e aqui isso é levado à serio - e com muito samba no pé. O Largo João da Baiana, no sopé do Morro da Conceição, na Gamboa, é o reduto dos sete sambistas que há quase 10 anos fazem a trilha sonora da Pedra do Sal, sempre às segundas, à partir das 19h. O cenário ao ar livre é prá lá de agradável, a cerveja é gelada, a batucada é fina e a cantoria espanta qualquer mal. E é grátis.

Tomar chopp por R$2,49
Original do Grajaú, o BarDuBom fica nos pés do morro que é o cartão-postal do bairro. Faz parte da safra de bares de respeito da Zona Norte que foram conquistando seguidores e esquinas em outros bairros por conta da cerveja gelada e dos petiscos. Aqui, as estrelas da casa são os croquetes e espetinhos com sabores diferentes, mas hoje é dia de kafta, leve 2 e pague 1 (de carne ou frango) e chopp por apenas R$2,49 para animar o happy-hour.

Comer pastel em dose dupla
Outra cria do bairro mais charmoso da Zona Norte, o Bar do Adão conquistou boa reputação com a matriz no “Graja” (como é chamado pelos locais), e seus 50 sabores de pastel. Hoje em dia, já são mais 9 endereços na cidade, que oferecem diversas promoções durante a semana. Segunda você pede um dos 10 sabores mais vendidos e ganha outro igualzinho nas unidades Barra, Copacabana, Freguesia, Grajaú, Lapa, Tijuca e Botafogo.

Tim-tim com borbulhas
Happy-hour com espumante liberado. Gostou? Só hoje a Champanheria Ovelha Negra dá essa colher de chá, das 17h30 às 19h30: mulheres pagam R$21,50 e homens R$43 para consumir a marca selecionada do dia à vontade. Beba com moderação. Confira aqui as melhores champanherias da cidade.

Saideira no Baixo Gávea
Se o fim de semana não foi o suficiente, a saideira tem dia e hora: segundona no Baixo Gávea, que começa a encher à partir das 22h. Vale beber um latão no ambulante, um choppinho no Braseiro, uma cerveja de garrafa no Bar do Alemão ou umas doses de saquê no Sushimar para ver o vai-e-vem de gente que toma conta das esquinas mais cariocas da Gávea.

Bailar um reggae
Dia de batidas jamaicanas na Lapa. Bandas e DJs de reggae, dancehall e dub se apresentam no Leviano para começar a semana com energia positiva. A festa ocupa os dois andares do bar, a partir das 21h, com convidados diferentes a cada temporada tocando clássicos e novidades. Nos intervalos, discotecagem da Rádio Rua. O ingresso custa R$10 até às 22h, R$20 depois.

Dançar forró
A bar e restaurante Severyna, em Laranjeiras, é especializado em comida nordestina. Semanalmente, oferece noite dedicada ao forró. Das 21h à 01h da manhã, um trio de músicos faz as honras da casa. O couvert artístico é R$ 15.

Fazer um flashback
Um clima de nostalgia na pista de dança não faz mal a ninguém. A Nuth Barra volta no tempo com clássicos dos anos 70, 80 e 90, daqueles de soltar a voz e o passinho. A entrada de R$20 para mulheres e R$30 para homens vale em consumação.

Centro Municipal de Artes Hélio OiticicaRua Luís de Camões, 68 - Centro. (21) 2232-4213. Seg-Sex: 11h-18h; Sáb-Dom: 11h-17h.
Bike Rio: para ver as estações, visite o site.
Caverna. Rua Assis Bueno, 26. Botafogo. (21) 3507-5600. Seg: 18h-00h; Ter-Qui: 18h-01h; Sex: 18h-02h; Sáb: 19h-02h.
Pedra do Sal: Largo João da Baiana, s/n - Gamboa.
BarDuBom: Rua Grajaú, 247A - Grajaú. (21) 2571-3370 / Rua Felipe Camarão, 165 - Tijuca. (21) 3559-3947. Seg-Sex: 17h-02h; Sáb-Dom: a partir das 12h.
Bar do Adão: para ver as unidades participantes, visite o site.
Champanheria Ovelha Negra: Rua Bambina, 120, Botafogo. (21) 2226-1064. Seg-Sex: 17h30-23h30.
Baixo Gávea: Praça Santos Dumont, s/n - Gávea.
Leviano Bar: Rua Men de Sá, 47 - Lapa. (21) 2507-5779
Severyna: Rua Ipiranga, 54 - Laranjeiras. (21) 2556-9398. Seg-Dom: 12h-01h.
Nuth Barra: Rua Armando Lombardi, 999 - Barra da Tijuca. (21) 3575-6850. Seg-Sáb: 21h; Dom: 20h.

Escrito por Bruna Velon
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes