Time Out Rio de Janeiro

O Rio por Frederico Mendes

 Ele só pensa no Arpoador

Jornalista fotográfico de carreira, o veterano Frederico Mendes lançou sua lente para um dos lugares mais épicos do imaginário carioca: o Arpoador. O resultado foi um livro com mais de 100 belas imagens deste trecho da orla, com textos do novelista Gilberto Braga, morador do bairro. Em entrevista, Frederico, um apaixonado inveterado do Arpex, revela seu olhar sobre a cidade. A trilha sonora para a leitura é: Samba do Carioca, de Vinícius de Moraes e Carlos Lyra.

Se você fosse um lugar no Rio de Janeiro, você seria:
O Arpoador!

Uma música que seja a cara da cidade ou do carioca/ que te faz lembrar do Rio quando está viajando:
Samba do Carioca, de Vinicius e Carlos Lyra.

Uma saudade (lugar, pessoa, atividade ou época):
Arpoador dos anos 60/70, quando ainda dava para namorar nas praias de noite, dentro e fora dos carros.

O melhor do Rio: A índole do carioca, a torcida do Flamengo.

O que na cidade “não está fácil para ninguém”: A violência e a falta de educação daqueles que jogam lixo, papéis, garrafas fora das lixeiras.

Uma personalidade carioca: um antigo vendedor de mate que apregoava: "moça bonita não paga, mas também não bebe nada..."

O dia ou a noite? O dia quando ainda faz noite, a noite quando o dia está quase para chegar...

MPB, samba ou funk? MPB.

Um lugar no Rio para:

Fugir? Fim de semana em Búzios, jogo do Mengão no Maraca (melhor fuga não há) ou simplesmente ir à praia de bicicleta.

Fazer compras? No Shopping Leblon tem quase todas as lojas que preciso e gosto, mas comprar bobagens na Rua da Alfandega também me atrai.

Comer bem? Sawasdee, restaurante tailandês no Leblon ou em Ipanema.

Se divertir? Qualquer cinema, afinal de contas, cinema ainda é a maior diversão!

Descansar? Na minha casa no Leblon ou fotografando só para mim, isto é, sem obrigação profissional ou a serviços de clientes, jornais, revisas ou editoras.

Se apaixonar? Todos, todos os lugares são especiais quando se está apaixonado, mas curtir paixões no Arpoador é ótimo...

Pegar uma praia? Mergulhar na pedra do Samarangue no Arpoador.

Se inspirar? Arpoador, principalmente em dias sem sol ou em noites de lua cheia.

Ver o pôr do sol? O mais bonito por do sol que já vi foi no Arpoador... e já viajei o mundo inteiro menos Austrália, Uruguai e Piauí...

"E acrescento: o melhor lugar para jogarem as minhas cinzas: Arpoador, é claro!"
 

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes