Time Out Rio de Janeiro

Festival Panorama 2014

Com uma série de oficinas, performances e debates sobre o corpo, o festival multidiciplinar oferece uma rica programação por todo a cidade, até o dia 16 de novembro 

Novembro é um mês especial para às artes cênicas e a dança no Rio de Janeiro. É que o maior festival de dança contemporânea do país aparta mais uma vez na região, colocando o corpo em foco. Com direção de Nayse López e da curadora Catarina Saraiva, o 23º Festival Panorama apresenta nove companhias estrangeiras e oito brasileiras, entre os dias 1º e 16. A programação conta com espetáculos, performances, intervenções urbanas, seminários, oficinas, festas, pic-nics, tudo isso acontecendo simultaneamente na cidade. Locais como o Parque Lage, Cidade das Artes, Maré, também entram nessa agenda como atrações imperdíveis. 

Com o tema a “Festa como ato político”, o Panorama 2014 traz a luz uma discussão atual sobre o questionamento do corpo na cidade.

“Coletando as urgências dos artistas contemporâneos pelo mundo, o Panorama se dá conta de como é latente, e não só no Brasil, essa vontade de sublinhar festivamente a importância de estar junto e assumir o desejo de "fazer coisas" que permitam a identificação desse querer, de liberdades e diferenças. O Panorama 2014 se apresenta como uma janela para esses estares festivos, políticos e sociais’, explica Catarina sobre o festival este ano.

O evento apresenta alguns dos maiores nomes da área da dança no mundo, servindo como uma plataforma de intercâmbio sobre este assunto.  Alguns  dos destaques internacionais são a Compañia de Danza Periférico, do Uruguai, com peça de origem franco-suíça;p espetáculo Disabled Theater, do francês Jérôme Bel ; e a companhia Theater HORA, de Zurique.

Já no Brasil, entre os destaques estão os mineiros Hyenna – não deforma, não tem cheiro, não solta as tiras, de Tuca Pinheiro ; a performer e coreógrafa Michelle Moura, do Paraná, apresenta o espetáculo Fole ; e Cristian Duarte em Cia. (SP) com a performance BioMashup.

O festival também conta uma programação voltada para as crianças, com o projeto Panoraminha, que acontece na Maré. Um dos destaques é a peça do coreógrafo suíço Thomas Hauert e uma trilha sonora de John Cage, uma bela forma de estimular a imaginação e criatividade dos baixinhos. Outra atração imperdível é “As Tardes no Parque”, um evento para toda a família, com conta com oficinas, conversa-piquenique, performances, DJs e muita música, e acontece nos dias 8 e 9 de novembro. Para saber mais sobre o festival entre no site: www.panoramafestival.com


Confira a baixo a programação completa

ESPAÇOS E TEATROS
Os locais que abrigam a programação do Panorama 2014 são: Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Teatro Municipal Carlos Gomes, Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, Centro de Artes da Maré, Oi Futuro Flamengo, Largo do Machado, Biblioteca Parque Estadual, Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Cidade das Artes e Espaço Tom Jobim.


DIA 1° DE NOVEMBRO, SÁBADO

14h30h às 17h
GRÁTIS :: INFANTIL :: Oficina: Uma mãe, dois pais, três avós, quatro irmãos
Artista: Paloma Calle (Espanha)
Centro de Artes da Maré (Rua Bittencourt Sampaio, 181 - Nova Holanda)
Telefone: (21) 3105-7265
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: Num momento em que tanto se discutem os modelos familiares possíveis, a artista Paloma Calle convida os cariocas a participar dessa oficina interoperacional sobre diversidade familiar. Aqui as famílias são o próprio material de trabalho: as experiências de cada uma serão usadas na elaboração de uma performance irônica e bem-humorada. Essa atividade integra o Panoraminha.

20h
Espetáculo: Antigone Sr./Paris is Burning at the Judson Church (L)
Companhia: Trajal Harrell (Estados Unidos)
Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/n – Centro)
Telefone: (21) 2332-9191
Classificação indicativa: 16 anos
Duração: 135min.
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Antigone Sr. é uma parte da série de sete trabalhos “Twenty Looks or Paris is burning at the Judson Church”, em que Trajal Harrell se pergunta o que teria acontecido se alguém do meio voguing tivesse ido à Judson Church em 1963 para dançar com os pioneiros da dança pós-moderna. Em Antigone Sr., Trajal reimagina o teatro clássico da antiga Grécia e coloca uma questão estética central: como se transforma a Antígona num espetáculo de vogue? Várias rupturas são propostas em cena: uma passagem de modelos e o texto de Antígona tal como se poderia fazer no Harlem, em Nova York. Uma grande festa para abrir o Panorama 2014.


DIA 02 DE NOVEMBRO, DOMINGO

19h
Espetáculo: Quantum
Companhia: Cie. Gilles Jo bin (Suiça)
Teatro Municipal Carlos Gomes (Praça Tiradentes, 19 – Centro)
Telefone: (21) 2224-3602
Classificação indicativa: Livre
Duração: 50min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Quantum é o resultado de uma residência artística no maior laboratório de física de partículas do mundo: CERN, em Genebra. Lá, Gilles Jobin aprendeu que todos nós éramos pó estrelado no espaço e que a gravidade é a força mais fraca do universo, além de conhecer o artista alemão Julius von Bismarck, que colabora neste espetáculo criando uma estonteante instalação de luz. Uma coreografia onde os espectadores podem ver o rigor coreográfico de seu trabalho de pesquisa sobre as partículas subatômicas. Quantum é uma colisão artística.

20h15
Palestra: Colisões criativas entre a física e a dança
Participantes: Gilles Jobin (Suiça) e Cláudio Lenz Cesar (Brasil)
Teatro Municipal Carlos Gomes (Praça Tiradentes, 19 – Centro)
Telefone: (21) 2224-3602
Classificação indicativa: Livre
Sinopse: Em parceira com a swissnex Brazil, o coreógrafo Gilles Jobin e o físico e pesquisador brasileiro Cláudio Lenz Cesar conversam com o público sobre arte e ciência após a apresentação do espetáculo Quantum. Em 2012, Jobin passou uma temporada na Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (CERN), maior laboratório de física de partículas do mundo, na Suíça, ondeQuantum foi desenvolvido. Cláudio é professor de física na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro da colaboração ALPHA na CERN. A proposta é pensar como colaborações transdisciplinares como essa ajudam a criar novas conexões e a estimular processos revolucionários.

21h
Espetáculo: Fole
Companhia: Michelle Moura (Brasil,PR)
Espaço Cultural Municipal Sergio Porto (Rua Humaitá, 163 – Humaitá)
Telefone: (21) 2535-3846
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 40min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Em Fole, a respiração acelerada produz alterações psicofísicas, mantendo assim um processo de constante atualização de sensações: movimento que produz ar, que produz som, fisicalidades que geram emoção. O resultado é uma dança que leva à exploração do paradoxo de “mover” ou “ser movido”. Fole é uma catarse da violência que sofremos e que produzimos através dos tempos.


DIA 03 DE NOVEMBRO, SEGUNDA-FEIRA

21h
Espetáculo: Fole
Companhia: Michelle Moura (Brasil,PR)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto (Rua Humaitá, 163 – Humaitá)
Telefone: (21) 2535-3846
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 40min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Em Fole, a respiração acelerada produz alterações psicofísicas, mantendo assim um processo de constante atualização de sensações: movimento que produz ar, que produz som, fisicalidades que geram emoção. O resultado é uma dança que leva à exploração do paradoxo de “mover” ou “ser movido”. Fole é uma catarse da violência que sofremos e que produzimos através dos tempos.


DIA 04 DE NOVEMBRO, TERÇA-FEIRA

20h
Espetáculo: Disable Theater
Companhia: Jérôme Bel & Theater HORA (França/Suiça)
Teatro Municipal Carlos Gomes (Praça Tiradentes, 19 – Centro)
Telefone: (21) 2224-3602
Classificação indicativa: 10 anos
Duração: 90min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Jérôme Bel volta a trabalhar com não bailarinos para explorar questões que vão além da representação. Em Disabled Theater, ele cria junto com os atores com deficiências mentais da companhia austríaca Theater HORA. Bel lança luz sobre a dinâmica de exclusão que leva à marginalização daqueles que são considerados incapazes de produzir, expondo, ao contrário, que aqueles são sim capazes de questionar os próprios mecanismos de representação.

DIA 05 DE NOVEMBRO, QUARTA-FEIRA

10h às 17h
GRÁTIS :: Oficina
Artista: David Mambouch (França)
Centro de Artes da Maré (Rua Bittencourt Sampaio, 181 - Nova Holanda)
Telefone: (21) 3105-7265
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: David Mambouch é ator, escritor e diretor de teatro. Desde 2010, integra a trupe permanente do Théâtre National Populaire de Villeurbanne, onde dirigiu diversas peças. Passou a integrar a Compagnie Maguy Marin em 2012 e, em 2013, começou a desenvolver o projeto de Singspiele, que apresenta com Benjamin Lebreton e Maguy Marin no Panorama deste ano.

17h
GRÁTIS :: Espetáculo: RaSHa Rua
Companhia: Galpão do Dirceu (Brasil, PI)
Largo do Machado (Oi Futuro Flamengo)
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: RaSHa é uma paisagem, um acontecimento que se dá sem a intenção de entreter, sem a necessidade de se exibir. Uma experiência em dança que simplesmente acontece a partir da existência de público e performers. RaSHa SHow brinca com o universo das batalhas de break, promovendo um embate mais flexível, sem organização prévia, com o intuito de provocar. A versão rua é resultado de oficina com inscrição prévia.

21h
Espetáculo: Drumming*
*Projeto associado com a Cidade das Artes.
Companhia: Rosas (Bélgica)
Cidade das Artes (Av. das Américas, 5300 - Barra da Tijuca)
Telefone: (21) 3328-5300
Classificação indicativa: Livre
Duração: 60min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Drumming é uma das coreografias mais fascinantes de Anne Teresa De Keersmaeker. Criada em 1998, a dança rodopiante é acompanhada de poderosa percussão do músico americano Steve Reich, que se baseia em um ritmo repetido obsessivamente e vai se multiplicando em diferentes variações. A dança preserva o mesmo espírito: uma frase coreográfica que vai crescendo e se desdobrando em infinitas variações no tempo e no espaço. Drumming é uma onda de dança, som e energia.

DIA 06 DE NOVEMBRO, QUINTA-FEIRA

13h30 às 16h
GRÁTIS :: Oficina
Artista: Anne Teresa De Keersmaeker (Bélgica)
Centro de Artes da Maré (Rua Bittencourt Sampaio, 181 - Nova Holanda)
Telefone: (21) 3105-7265
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: Anne Teresa é uma das coreógrafas mais importantes da atualidade. À frente do Rosas, criou uma série de obras em que inscreve o movimento no tempo e no espaço. Na oficina, ela mostrará um pouco do processo criativo que experimenta no Rosas.

15h
INFANTIL :: Espetáculo: #LosMicrófonos*
*Versão infantil do espetáculo de mesmo nome
Companhia: Jo rge Duto r e Guillem Mont de Palol (Espanha)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto (Rua Humaitá, 163 – Humaitá)
Telefone: (21) 2535-3846
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 50min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: “Xuxa, Xuxa, Xuxa! Whitney Houston vai até a Amy Winehouse e diz: Kurt Cobain!” Em #LosMicrófonos, Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol mergulham no universo da cultura pop. É uma coreografia de nomes, títulos de canções e refrões, onde os artistas sugerem paisagens por onde o público viaja, memórias pessoais e associações curiosas, criando relações entre os diferentes elementos em cena.

17h
GRÁTIS :: Espetáculo: RaSHa Rua
Companhia: Galpão do Dirceu (Brasil, PI)
Largo do Machado (Oi Futuro Flamengo)
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: RaSHa é uma paisagem, um acontecimento que se dá sem a intenção de entreter, sem a necessidade de se exibir. Uma experiência em dança que simplesmente acontece a partir da existência de público e performers. RaSHa SHow brinca com o universo das batalhas de break, promovendo um embate mais flexível, sem organização prévia, com o intuito de provocar. A versão rua é resultado de oficina com inscrição prévia.

21h
Espetáculo: #LosMicrófonos
Companhia: Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol (Espanha)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto (Rua Humaitá, 163 – Humaitá)
Telefone: (21) 2535-3846
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 55min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: “Xuxa, Xuxa, Xuxa! Whitney Houston vai até a Amy Winehouse e diz: Kurt Cobain!” Em #LosMicrófonos, Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol mergulham no universo da cultura pop. É uma coreografia de nomes, títulos de canções e refrões, onde os artistas sugerem paisagens por onde o público viaja, memórias pessoais e associações curiosas, criando relações entre os diferentes elementos em cena.


DIA 07 DE NOVEMBRO, SEXTA-FEIRA

15h
INFANTIL :: Espetáculo: #LosMicrófonos*
*Versão infantil do espetáculo de mesmo nome
Companhia: Jo rge Duto r e Guillem Mont de Palol (Espanha)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto (Rua Humaitá, 163 – Humaitá)
Telefone: (21) 2535-3846
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 55min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: “Xuxa, Xuxa, Xuxa! Whitney Houston vai até a Amy Winehouse e diz: Kurt Cobain!” Em #LosMicrófonos, Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol mergulham no universo da cultura pop. É uma coreografia de nomes, títulos de canções e refrões, onde os artistas sugerem paisagens por onde o público viaja, memórias pessoais e associações curiosas, criando relações entre os diferentes elementos em cena.

21h
Espetáculo: #LosMicrófonos
Companhia: Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol (Espanha)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto (Rua Humaitá, 163 – Humaitá)
Telefone: (21) 2535-3846
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 55min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: “Xuxa, Xuxa, Xuxa! Whitney Houston vai até a Amy Winehouse e diz: Kurt Cobain!” Em #LosMicrófonos, Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol mergulham no universo da cultura pop. É uma coreografia de nomes, títulos de canções e refrões, onde os artistas sugerem paisagens por onde o público viaja, memórias pessoais e associações curiosas, criando relações entre os diferentes elementos em cena.


19h
Espetáculo: Singspiele
Companhia: Maguy Marin / David Mambouch /Benjamin Lebreton (França)
Teatro Municipal Carlos Gomes (Praça Tiradentes, 19 – Centro)
Telefone: (21) 2224-3602
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 60min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Em sua performance mais recente, Maguy Marin trata do comportamento humano, da necessidade que cada um tem de ser único. Singspiele busca dar lugar e atenção a rostos anônimos (ou não) que, ao surgir na multidão, capturam nosso olhar. Em cena, David Mambouch desfila tipos masculinos e femininos, mudando de identidade literalmente como se muda de roupa. Várias identidades no corpo de um só homem.


DIA 08 DE NOVEMBRO, SÁBADO

12h30 às 14h30
GRÁTIS :: Conversa Pública
Artista: David Mambouch
Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/n – Centro)
Telefone: (21) 2332-9191
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: o ator, escritor e diretor de teatro David Mambouch,que atua no espetáculo Singspiele, fala sobre de suas experiências em Singspiele, que compõe a programação do festival.

13h às 15h
GRÁTIS :: Conversa-piquenique: O sentido político da festa.
Mediação: Fred Coelho
Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Jardim (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Telefone: (21) 3257-1800
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: Desde a época da Colônia, as festas ocupam um papel central na sociabilidade e nos cruzamentos de classe no Rio de Janeiro, demarcando datas religiosas e civis. Também foi a partir de encontros festivos que a vida política e cultural confluiu para os espaços públicos. O carnaval tornou-se a principal festividade da cidade, direcionando a vocação dos cariocas para o encontro em torno da música, da dança e do corpo. Para discutir todos esses aspectos e celebrar o espírito festivo do Rio de Janeiro, um piquenique.

15h às 17h30
GRÁTIS :: INFANTIL :: Oficina: Uma mãe, dois pais, três avós, quatro irmãos
Artista: Paloma Calle (Espanha)
Centro de Artes da Maré (Rua Bittencourt Sampaio, 181 - Nova Holanda)
Telefone: (21) 3105-7265
Classificação indicativa: a partir de 7 anos
Entrada Franca
Sinopse: Num momento em que tanto se discutem os modelos familiares possíveis, a artista Paloma Calle convida os cariocas a participar dessa oficina interoperacional sobre diversidade familiar. Aqui as famílias são o próprio material de trabalho: as experiências de cada uma serão usadas na elaboração de uma performance irônica e bem-humorada. Essa atividade integra o Panoraminha.


17h às 20h
GRÁTIS :: Oficina: A pista e o abraço
Artista: Federica Folco (Uruguai)
Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Plateau (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Telefone: (21) 3257-1800
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: O tango enfatiza o poder de encontros espontâneos e relaxados; a conexão se dá a partir de um simples abraço; o contato com o outro e seus sentidos são a sua essência. Essas são as bases dos dois workshops que acontecerão no plateau da EAV do Parque Lage no fim de semana. O primeiro, aberto a pessoas com ou sem experiência prévia, abordará aspectos básicos do tango, lançando mão da improvisação como técnica. No domingo, o workshop será voltado para bailarinos com experiência nesse ritmo ou em dança contemporânea. O Panorama convida todos a participar desse encontro de corpos, que culminará com os participantes dançando milonga.

21h15
GRÁTIS :: Espetáculo RaSHa SHow
Companhia: Galpão do Dirceu (Brasil, PI)
Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Telefone: (21) 3257-1800
Classificação indicativa: 18 anos
Duração: 90min
Entrada Franca
Sinopse: RaSHa é uma paisagem, um acontecimento que se dá sem a intenção de entreter, sem a necessidade de se exibir. Uma experiência em dança que simplesmente acontece a partir da existência de público e performers. RaSHa SHow brinca com o universo das batalhas de break, promovendo um embate mais flexível, sem organização prévia, com o intuito de provocar.

22h
GRÁTIS :: Festa RaSHa
Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Telefone: (21) 3257-1800
Classificação indicativa: 18 anos
Entrada Franca
Sinopse: RaSHa SHow puxa a festa. Como uma extensão da performance, o público poderá dar continuidade à disputa e dançar até a meia-noite. Um aperitivo para a programação do dia seguinte.

DIA 09 DE NOVEMBRO, DOMINGO

15h às 17h30
GRÁTIS :: INFANTIL :: Oficina: Uma mãe, dois pais, três avós, quatro irmãos
Artista: Paloma Calle (Espanha)
Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Jardim (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Telefone: (21) 3257-1800
Classificação indicativa: a partir de 7 anos
Entrada Franca
Sinopse: Num momento em que tanto se discutem os modelos familiares possíveis, a artista Paloma Calle convida os cariocas a participar dessa oficina interoperacional sobre diversidade familiar. Aqui as famílias são o próprio material de trabalho: as experiências de cada uma serão usadas na elaboração de uma performance irônica e bem-humorada. Essa atividade integra o Panoraminha.


17h
GRÁTIS :: Conferência Redes. Seu funcionamento e sua força
Mediação: Fred Coelho
Escola de Artes Visuais do Parque Lage - Oca (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Telefone: (21) 3257-1800
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: Curadores de festivais internacionais de artes cênicas reúnem-se para falar das suas experiências de trabalho em rede. Por que se faz? Como se faz? O que se ganha e o que se perde com essas alianças? Estes serão alguns dos temas abordados num debate que pretende promover a troca de experiências e a elaboração de um pensamento sobre o trabalho em colaboração.


19h às 20h30
GRÁTIS :: Oficina: A pista e o abraço
Artista: Federica Folco (Uruguai)
Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Plateau (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Telefone: (21) 3257-1800
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca
Sinopse: O tango enfatiza o poder de encontros espontâneos e relaxados; a conexão se dá a partir de um simples abraço; o contato com o outro e seus sentidos são a sua essência. Essas são as bases dos dois workshops que acontecerão no plateau da EAV do Parque Lage no fim de semana. O primeiro, aberto a pessoas com ou sem experiência prévia, abordará aspectos básicos do tango, lançando mão da improvisação como técnica. No domingo, o workshop será voltado para bailarinos com experiência nesse ritmo ou em dança contemporânea. O Panorama convida todos a participar desse encontro de corpos, que culminará com os participantes dançando milonga.


20h30 às 00h
GRÁTIS :: Festa: A Milonga Periférica
Artista: Federica Folco (Uruguai)
Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Telefone: (21) 3257-1800
Entrada Franca
Sinopse: Depois de um dia de programação, o tango é o centro das atenções. Milonga é o espaço social destinado ao tango, numa festa cheia de tradições e rituais. Na Milonga Periférica, todos estão convidados a dançar e se abraçar. Com o DJ Seba Niz e os bailarinos Gabi Farias, Guille Fleitas, Anibal Dominguez, Sofi Lans, Fede Folco, Edu Ferrer, Seba Niz e Leo Anselmi.


DIA 11 DE NOVEMBRO, TERÇA-FEIRA

10h às 18h
Laboratório Universitário (LabUni)
Oi Futuro Flamengo (R. Dois de Dezembro, 63 – Flamengo)
Telefone: (21) 3131-3060
Dando continuidade ao programa Panorama nas Universidades, o Festival Panorama realiza mais uma edição do Laboratório Universitário (LabUni). Dialogando com a investigação artística, o projeto pretende reunir pesquisadores e grupos de pesquisa atuantes ou em relação com as universidades brasileiras que se dedicam à pesquisa em artes, tendo o corpo e a performance como foco de investigação.


19h
Espetáculo: VACíO / Solo podemos mirar los ojos de una persona a la vez
Companhia: Comp añía de Danza Periférico (Uruguai)
Biblioteca Parque Estadual – Teatro (Av. Presidente Vargas, 1261 Centro)
Telefone: (21) 2332-7225
Classificação indicativa: Livre
Duração: 55min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Vacío utiliza a inteligência e a experiência do tango para trabalhar o corpo, o movimento e as relações. Sete bailarinos ocupam o espaço com a segurança de que podem contar uns com os outros. Deixam-se levar pelo seu corpo, pela música e pela certeza de que basta um olhar para fazer conexões. O tango é uma dança de encontros e este é o principal foco de pesquisa da companhia.

DIA 12 DE NOVEMBRO, QUARTA-FEIRA

10h às 18h
Laboratório Universitário (LabUni)
Oi Futuro Flamengo (R. Dois de Dezembro, 63 – Flamengo)
Telefone: (21) 3131-3060
Dando continuidade ao programa Panorama nas Universidades, o Festival Panorama realiza mais uma edição do Laboratório Universitário (LabUni). Dialogando com a investigação artística, o projeto pretende reunir pesquisadores e grupos de pesquisa atuantes ou em relação com as universidades brasileiras que se dedicam à pesquisa em artes, tendo o corpo e a performance como foco de investigação.


12h30 às 14h30
GRÁTIS :: Conversa Pública
Artista: Mat Voorter
Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/n – Centro)
Telefone: (21) 2332-9191
Classificação indicativa: Livre
Entranda Franca
Sinopse: o artista, da Companhia: ZOO, fala sobre suas experiências no espetáculo Danse étoffée sur musique déguisée, que compõe a programação do festival.

19h
Espetáculo: VACíO / Solo podemos mirar los ojos de una persona a la vez
Companhia: Comp añía de Danza Periférico (Uruguai)
Biblioteca Parque Estadual (Av. Presidente Vargas, 1261 Centro )
Telefone: (21) 2332-7225
Classificação indicativa: Livre
Duração: 55min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Vacío utiliza a inteligência e a experiência do tango para trabalhar o corpo, o movimento e as relações. Sete bailarinos ocupam o espaço com a segurança de que podem contar uns com os outros. Deixam-se levar pelo seu corpo, pela música e pela certeza de que basta um olhar para fazer conexões. O tango é uma dança de encontros e este é o principal foco de pesquisa da companhia.

DIA 13 DE NOVEMBRO, QUINTA-FEIRA

17h às 20h
Seminário Práticas e Ferramentas no Ensino da Dança
O Festival Panorama realiza, em sua 23ª edição, o seminário Práticas e Ferramentas no Ensino da Dança. Através de uma abordagem teórico-prática, o objetivo é incentivar a reflexão crítica e o intercâmbio entre várias ferramentas e metodologias inovadoras de formação nas artes do corpo e na dança contemporânea. Voltado para professores de dança do ensino formal, alunos de cursos de licenciatura de educação e artes, agentes culturais, artistas e interessados em geral.
Inscrições abertas até o dia 09/11 pelo e-mail seminarios@panoramafestival.com.Mais informações pelo telefone (21) 2221-2407 (Departamento Educativo).
A programação completa estará disponível em breve no nosso site: panoramafestival.com

18h30
GRÁTIS:: Espetáculo: BioMashup
Companhia: Cristian Duarte em Cia (Brasil, SP)
Centro de Artes da Maré (Rua Bittencourt Sampaio, 181 - Nova Holanda)
Telefone: (21) 3105-7265
Classificação indicativa: Livre
Duração: 90min
Entrada Franca
Sinopse: Mashup é uma composição criada a partir da mistura de outras duas ou mais pré-existentes. BioMashup teve como ponto de partida o solo The Hot One Hundred Choreographers, apresentado no Panorama 2011. Seis performers se dividem pelo espaço experimentando o conhecimento dos seus corpos, a história da dança e a possibilidade de transmitir esses saberes aos espectadores. O espetáculo é uma coprodução do Panorama 2014.

DIA 14 DE NOVEMBRO, SEXTA

10h e 15h
INFANTIL :: Espetáculo: Danse étoffée sur musique déguisée
Companhia: ZOO / Thom as Hauert (Bélgica)
Teatro Municipal Carlos Gomes (Praça Tiradentes, 19 – Centro)
Telefone: (21) 2224-3602
Classificação indicativa: Especialmente Recomendado (ER)
Duração: 45min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Em sua primeira peça para o público infantil, o coreógrafo suíço Thomas Hauert cria um mundo para encantar. Tendo a música minimalista de John Cage como pano de fundo, o espetáculo conta a história de um personagem bizarro que vai se transformando até ser reconhecido como ser humano. Compondo esse mundo, personagens construídos a partir de balões, meias e malhas e seres estranhos que habitam um mundo de sonho e fantasia. Um espetáculo inteligente que permite a cada pequeno espectador criar o seu próprio mundo e fazer crescer a sua imaginação.

17h às 20h
Seminário Práticas e Ferramentas no Ensino da Dança
O Festival Panorama realiza, em sua 23ª edição, o seminário Práticas e Ferramentas no Ensino da Dança. Através de uma abordagem teórico-prática, o objetivo é incentivar a reflexão crítica e o intercâmbio entre várias ferramentas e metodologias inovadoras de formação nas artes do corpo e na dança contemporânea. Voltado para professores de dança do ensino formal, alunos de cursos de licenciatura de educação e artes, agentes culturais, artistas e interessados em geral.
Inscrições abertas até o dia 09/11 pelo e-mail seminarios@panoramafestival.com.Mais informações pelo telefone (21) 2221-2407 (Departamento Educativo).
A programação completa estará disponível em breve no nosso site: panoramafestival.com

18h30
GRÁTIS :: Espetáculo: BioMashup
Companhia: Cristian Duarte em Cia (Brasil, SP)
Centro de Artes da Maré (Rua Bittencourt Sampaio, 181 - Nova Holanda)
Telefone: (21) 3105-7265
Classificação indicativa: Livre
Duração: 90min
Entrada Franca
Sinopse: Mashup é uma composição criada a partir da mistura de outras duas ou mais pré-existentes. BioMashup teve como ponto de partida o solo The Hot One Hundred Choreographers, apresentado no Panorama 2011. Seis performers se dividem pelo espaço experimentando o conhecimento dos seus corpos, a história da dança e a possibilidade de transmitir esses saberes aos espectadores. O espetáculo é uma coprodução do Panorama 2014.

20h
Espetáculo: Hyenna – não deforma, não tem cheiro,não solta as tiras
Companhia: Tuca Pinheiro (Brasil, MG)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto (Rua Humaitá, 163 – Humaitá)
Telefone: (21) 2535-3846
Classificação indicativa: 18 anos
Duração: 70min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Quem somos nós? Ainda precisamos da tutela do olhar europeu para legitimar nosso fazer artístico em dança? Somos réplicas de um processo neocolonialista que se perpetua desde a corte francesa? A figura da hiena se impôs como um poderoso símbolo para subcondições de vida, uma existência ambígua que transita entre o riso e o resto, fato que favoreceu a investigação de procedimentos coreográficos. Um stand up tragedy.

DIA 15 DE NOVEMBRO, SÁBADO

10h às 13h30 e 15h às 18h
Seminário Práticas e Ferramentas no Ensino da Dança
O Festival Panorama realiza, em sua 23ª edição, o seminário Práticas e Ferramentas no Ensino da Dança. Através de uma abordagem teórico-prática, o objetivo é incentivar a reflexão crítica e o intercâmbio entre várias ferramentas e metodologias inovadoras de formação nas artes do corpo e na dança contemporânea. Voltado para professores de dança do ensino formal, alunos de cursos de licenciatura de educação e artes, agentes culturais, artistas e interessados em geral.
Inscrições abertas até o dia 09/11 pelo e-mail seminarios@panoramafestival.com.Mais informações pelo telefone (21) 2221-2407 (Departamento Educativo).
A programação completa estará disponível em breve no nosso site: panoramafestival.com

18h30
GRÁTIS :: Espetáculo: BioMashup
Companhia: Cristian Duarte em Cia (Brasil, SP)
Centro de Artes da Maré (Rua Bittencourt Sampaio, 181 - Nova Holanda)
Telefone: (21) 3105-7265
Classificação indicativa: Livre
Duração: 90min
Entrada Franca.
Sinopse: Mashup é uma composição criada a partir da mistura de outras duas ou mais pré-existentes. BioMashup teve como ponto de partida o solo The Hot One Hundred Choreographers, apresentado no Panorama 2011. Seis performers se dividem pelo espaço experimentando o conhecimento dos seus corpos, a história da dança e a possibilidade de transmitir esses saberes aos espectadores. O espetáculo é uma coprodução do Panorama 2014.


17h
INFANTIL :: Espetáculo: Danse étoffée sur musique déguisée
Companhia: ZOO / Thom as Hauert (Bélgica)
Teatro Municipal Carlos Gomes (Praça Tiradentes, 19 – Centro)
Telefone: (21) 2224-3602
Classificação indicativa: Especialmente Recomendado (ER)
Duração: 45min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Em sua primeira peça para o público infantil, o coreógrafo suíço Thomas Hauert cria um mundo para encantar. Tendo a música minimalista de John Cage como pano de fundo, o espetáculo conta a história de um personagem bizarro que vai se transformando até ser reconhecido como ser humano. Compondo esse mundo, personagens construídos a partir de balões, meias e malhas e seres estranhos que habitam um mundo de sonho e fantasia. Um espetáculo inteligente que permite a cada pequeno espectador criar o seu próprio mundo e fazer crescer a sua imaginação.

19h
Espetáculo: Hyenna – não deforma, não tem cheiro, não solta as tiras
Companhia: Tuca Pinheiro (Brasil, MG)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto (Rua Humaitá, 163 – Humaitá)
Telefone: (21) 2535-3846
Classificação indicativa: 18 anos
Duração: 70min
Valor do ingresso: R$30,00 / R$15,00 (meia)
Sinopse: Quem somos nós? Ainda precisamos da tutela do olhar europeu para legitimar nosso fazer artístico em dança? Somos réplicas de um processo neocolonialista que se perpetua desde a corte francesa? A figura da hiena se impôs como um poderoso símbolo para subcondições de vida, uma existência ambígua que transita entre o riso e o resto, fato que favoreceu a investigação de procedimentos coreográficos. Um stand up tragedy.

18h30
Espetáculo: Quem anda no chão, quem anda nas árvores, quem tem asas*
*Projeto associado
Artista: Gustavo Ciríaco (Brasil, RJ)
Espaço Tom Jobim (Rua Jardim Botânico, 1.008, Jardim Botânico)
Telefone: (21) 2274-7012
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 60 min.
Valor do ingresso: R$30 / R$ 15 (meia)
Capacidade: 80 pessoas
Sinopse: Através do que é visto, uma vista. Nos tempos que correm, onde tragédias são transmitidas diariamente, o poder do trágico como drama parece persistir. Porém, o que suscita hoje em dia a palavra tragédia?

DIA 16 DE NOVEMBRO, DOMINGO

A partir das 15h
PANORAMA CARIOCA NA CIDADE DAS ARTES

GRÁTIS :: Espetáculo: Gueto (qual o ônibus que pego depois da rodoviária)
Criação Inspiração Charme, de Son ia Destri Lie (Brasil , RJ)
Cidade das Artes (Av. das Américas, 5300 - Barra da Tijuca)
Telefone: (21) 3328-5300
Classificação indicativa: Livre
Duração: 40 min.
Entrada Franca
Sinopse: Gueto é um projeto coletivo. Pensamos em dança e para onde queríamos ir com essa dança que se dança nas periferias e nos subúrbios do Rio de Janeiro. O baile charme foi nosso ponto de partida, mas a estrada foi longa e divertida.


GRÁTIS :: Espetáculo: Suave
Criação Inspiração Funk/Passinho, de Alice Ripoll (Brasil, RJ)
Cidade das Artes (Av. das Américas, 5300 - Barra da Tijuca)
Telefone: (21) 3328-5300
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 50 min.
Entrada Franca
Sinopse: Tudo é uma questão de flow, de manha, não tem o erro, o atraso, o que saiu da linha, porque o que realmente importa é o jeito: como você vibra, como pulsa, como se move? Se a gente força, não acontece o que era para acontecer, perde a espontaneidade. Criar é mesmo inventar novos modos de criação. Que desafio pode ser maior?

GRÁTIS :: Espetáculo: Sob rodas
Criação Inspiração Hip-Hop, de Renato Cruz (Brasil, RJ)
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 40 min
Entrada Franca
Sinopse: Estouro numa música pancada, profusão de movimentos. Rachas que se confundem: o velho com o novo, o homem com a mulher, o nordestino com o “sudestino”. Sob rodas é sobre rodas: as de dança, tão icônicas da cultura hip-hop; e as que pairam sobre as nossas cabeças, engrenagens do “progresso”.

22h
Festa: Baile Charme de Madureira
Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico)
Cidade das Artes (Av. das Américas, 5300 - Barra da Tijuca)
Telefone: (21) 3328-5300
Entrada Franca

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes