Time Out Rio de Janeiro

O Rio por DJ MAM

Ijexá, funk carioca, carimbó, tecnobrega, baião, coco, xote , samba de roda, afrobeat, disco, reggae, dancehall, dubstep, reggae e rock são os ritmos que resumem o DJ Mam e seu “repertório antropofágico”. Suas apresentações são sempre performáticas, com um baticundum cheio de energia e é assim o seu Rio de Janeiro.

Se você fosse um lugar no Rio de Janeiro, você seria:
O Cristo Redentor do Corcovado, pois gosto de receber, de braços abertos, a todos em minha casa, em meu estúdio, em meu palco e, principalmente, passear por nossa cidade.

Uma música que seja a cara da cidade ou do carioca / que te faça lembrar do Rio quando está viajando?
“Oba Rio” foi a música que compus com Rodrigo Sha e que citamos duas dessas minhas referências musicais que me lembram a cidade. "Você pousou / E com o Tom já sambou / Aquele Abraço que o pai te deu" menciona dois clássicos da MPB que me remetem ao Rio, o “Samba do Avião” de Jobim e “Aquele Abraço” do Gil.

Uma saudade (lugar, pessoa, atividade ou época):
Pegar onda de bodyboard no fim de tarde na praia do Arpoador nas décadas de 80 e 90.

O melhor do Rio?
A natureza, os cariocas e a nossa diversidade cultural, principalmente, a musical.

O que na cidade “não está fácil para ninguém”?
Especulação imobiliária e a “insegurança” pública.

Uma personalidade carioca?
O compositor, cantor, músico e pintor, João da Baiana.

O dia ou a noite?
Amo o dia, inclusive, já o vi nascer por diversas vezes (risos). Adoro contemplar o visual daqui de nossa cobertura, que brinco ser a nossa laje, no Morro da Conceição, na Zona Portuária. Já fui bem mais da boemia.

MPB, samba ou funk?
Tudo misturado e com tempero global. Minhas últimas composições e produções foram sambas, mas a mistura faz parte de nossa composição genética. A “Rebola na Roda”, que fiz para o Parque da Bola durante a Copa do Mundo, teve uma levada de rasteirinha, estilo de funk carioca. Ainda inserimos referências de capoeira e da estética da “Patuscada do Gandhi”, música que o Gil fez para o Afoxé mais famoso da Bahia, ou seja, ela tem raízes na música popular, além do samba e do funk...

Um lugar no Rio para:
Fugir ? Petrópolis.
Fazer compras? Ateliê Julia Vidal.
Comer bem? Restaurante Aprazível em Santa Teresa e Nova Capela na Lapa.
Se divertir? Mureta em frente ao Bar Urca ou no Cardosão.
Descansar? Búzios.
Se apaixonar? Praia do Leme.
Pegar uma praia? Arpoador.
Se inspirar? Morro da Conceição.
Ver o pôr do sol? Praia de Ipanema.

*DJ MAM toca na Refestança este fim de semana.
 

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes