Time Out Rio de Janeiro

Dez programas imperdíveis em Niterói

Cidade oferece ótimas programações culturais e gastronômicas, além de praias e cenários  de cartão–postal  

Um pouco mais de 13km separam o Rio de Janeiro de sua vizinha mais conhecida, mas ainda pouco explorada, Niterói. A cidade é uma boa opção para fazer um bate-volta no fim de semana e curtir de tudo um pouco: praias, trilhas, esportes, museus, bares e restaurantes. Há quem diga que o melhor do município é a vista pro Rio, mas aqui listamos 10 motivos para você cruzar a ponte. 

1. Museu do Ingá
Resgatar a identidade e a autoestima fluminense é o mote da exposição Trajetórias – Ingá: Do Palácio ao Museu do Estado, que conta a história do Rio de Janeiro, com diversas imagens e curiosidades sobre Niterói (foto), desde os tempos em que a cidade era sede do governo estadual. Um quizz interativo testa os conhecimentos dos visitantes através de perguntas sobre a formação, cultura e localização dos municípios. Através de tablets, aplicativos e materiais audiovisuais, projeto da empresa carioca 32bits, é possível navegar por belas fotos antigas em preto e branco e vídeos que detalham as manifestações culturais e políticas do Rio.

Museu do Ingá: Rua Presidente Pedreira 78, Ingá – Niterói. (21) 2717-2893. Terça à sexta: 12h às 17h. Sábados, domingos e feriados: 13h às 17h. Grátis. Livre. “Trajetórias - Ingá: Do Palácio ao Museu do Estado”: até 29 de novembro de 2015.

2. Parque da Cidade
Do alto dos 270 metros do morro da Viração, é possível contemplar um horizonte deslumbrante das montanhas cariocas, a Baía de Guanabara e a ponte Rio-Niterói, além das lagoas de Piratininga e Itaipu, da praia de Camboinhas e bairros niteroienses. O local é um pico dos praticantes de voo-livre. Vale tomar um delicioso café da manhã no buffet do Sierra e Mar,

Estrada da Viração, São Francisco. (21) 2610-3157. Visitação de domingo à domingo das 9h às 18h. Fecha às 19h no horário de verão.

3. Mercado São Pedro
Desde 1973 o local é referência em peixes e frutos do mar, em ambos lados da ponte. São diversas peixarias para comprar e levar para casa ou pedir para fazer ali mesmo, nos restaurantes do segundo andar. Tudo super fresco.

Rua Visconde do Rio Branco, Ponta d’Areia, Niterói. (21) 2620-3446. De terça sábado, das 06h às 16h. Dom, das 06h às 13h.

4. Praia de Itacoatiara e Seu Antonio
A praia preferida dos jovens niteroienses e ótima para surfistas. Vale encarar a subida do costão para curtir o visual. Quando a fome bater, o restaurante Seu Antônio é a pedida. Vale a pena encarar a fila ou esperar no Bar da Fila, logo em frente. Aprecie deliciosos pratos de frutos do mar. O bolinho de bacalhau está entre os mais vendidos.

Seu Antonio: R. Doutor Heleno de Gregório, Quadra. 66, Lote 17, 13 km. Cafubá. (21) 2619-6584

5. Orla de São de Francisco
Popularmente conhecido como “o saco”, este é o polo gastronômico da região de São Francisco e Charitas, com bela vista para a Baía de Guanabara, é um ótimo programa para um pôr do sol ou para curtir a noite.

Avenida Quintino Bocaiúva, São Francisco.

6. Baixo Icaraí
O local em Niterói onde o “raio gourmetizador” chegou com tudo. Jovens se espalham por mesas e calçadas para comer e tomar uma cerveja gelada. Clima de paquera. O Deck Jardim Bar é um dos mais concorridos.

Deck Jardim Bar: Rua Dr. Leandro Motta, 138 – Jardim Icaraí. (21) 3629-0091.


7. Museu de Arte Contemporânea (MAC)
Projetado por Oscar Niemeyer, este é o principal cartão-postal de Niterói. O Bistrô MAC, com vista panorâmica da Baía, é uma boa opção de programa casado.

Mirante da Boa Viagem, s/nº. (21) 2629-2400. Terça a domingo, das 10h às 18h. Sábados, e domingos durante o horário de verão abre até às 19h. MAC Bistrô: Terças, quartas, quintas e domingo, das 9h às 18h. Sextas e sábados, das 9h à meia-noite.


8. Caneco Gelado do Mário

O nome já diz tudo: o chopp gelado é a atração da casa. Vai bem acompanhada do bolinho de bacalhau, da empada de camarão ou siri.

Rua Visconde do Uruguai, 288 - ljs 5/6, Centro. (21) 2620-6787

9. Praia do Sossego
Praia de difícil acesso via trilha a partir da praia de Camboinhas. Vá preparado com bebidas e um lanche, pois não há comércio no local. Mas a água calma e a tranquilidade compensam.

10. Praticar canoa havaiana
Se no Rio a moda é o stand up paddle, em Niterói é a canoa havaiana. As escolinhas Hoa Aloha e Niterói Joe, na Praia de Charitas, são as mais conhecidas.
 

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Hair & Beauty 2016

Boulevard Olímpico

Baixo Suíça reabre com tecnologia para deficientes