Time Out Rio de Janeiro

Pedra da Gávea

O monumento natural convida a todos os aventureiros a desbravarem o topo e suas paisagens deslumbrantes.

Pedra da Gávea

GRÁTIS

Horário de funcionamento 24 horas. Não recomenda-se após o anoitecer.

Pedra da Tijuca
Estrada Sorimá, Barra da Tijuca

Estações próximas
metrô integração Barra da Tijuca

Situada à 842m, acima do nível do mar, está ela, a imponente Pedra da Gávea, o maior monolito costeiro do planeta, que é formado por gnaisse, e tem seu alto de granito. Diariamente, seduz dezenas de alpinistas, que se aventuram por suas trilhas para vislumbrar vistas incríveis. Fazer uma escalada para conhecer a pedra é tão essencial como uma ida ao Pão de Açúcar, principalmente para quem possui senso de aventura e deseja manter as ideias nas alturas. É um desafio de nível médio, perfeito para aqueles com mínima experiência em escalada e forma física apropriada para boas subidas.

Para chegar ao ponto de partida da caminhada, é preciso pegar um ônibus até o Jardim Oceânico, que fica bem no início da Barra da Tijuca, e de lá ir até a Barrinha. Depois, vire à direita na Estrada da Barra da Tijuca e na primeira à esquerda para a Avenida Vitor Konder. Siga a até o fim e vire à esquerda na Avenida Fleming, que vai dar na Estrada Sorimá. No final dela tem um estacionamento; a trilha começa num portão verde, de número 936. Agora não adianta querer voltar atrás!


O trajeto é íngreme, mas concreto, a trilha começa por terra, e logo é possível avistar uma bela cascata do lado direito, que será mais convidativa na volta para baixo. Um par de cambers é necessário, juntamente com uma corda de aço para auxiliar na subida. Depois de 45 a 60 minutos, já é possível ver a Praça da Bandeira, juntamente com as trilhas de São Conrado e as da Pedra Bonita.

As árvores que cobrem o entorno da pedra logo somem, dando lugar à imagens ludibriantes da cidade, é possível se pasmar com a paisagem da montanha Dois Irmãos, com os outros picos vizinhos e a pequena Zona Sul, que lá do alto está distante com o seu Pão de Açúcar. O último obstáculo começa a poucos metros do topo, e é conhecido como “Carrasqueira”, a parte mais intimidante e potencialmente perigosa do trajeto.

Pode ser uma subida curta de 30m livres (aqui as cordas também são uma boa ideia), porém, um deslizamento leve poderia ser fatal. Na sequência emocionante está a cordilheira central, aí já fica mais fácil para subir. Este é um dos picos mais escalados no Brasil e também o que tem o maior número de acidentes por ano.

Depois da adrenalina gasta na subida da Carrasqueira, é feita uma rápida viagem de volta para a floresta e um rapel de curta duração (corda de aço novamente fornecida), o que traz o planalto à vista, com espaço suficiente para respirar, se espalhar e descansar, com uma visão impressionante de 360 graus, uma recompensa depois do esforço. Porém, parece que a natureza não para de encantar os visitantes da pedra. É possível seguir numa escalada curta com cordas, para o topo da cabeça, onde todos os mitos e as histórias deste grande pedaço de granito estão esperando para surpreender quem decide desafiá-lo.

Escrito por Time Out Rio de Janeiro editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Restaurantes próximos

Pe'ahi

Pe'ahi

1550m

Gourmet Tropical

Gourmet Tropical

1613m

Balada Mix

Balada Mix

1676m

Chaps

Chaps

1743m

Ettore

Ettore

1877m

Cafés próximos

As Claras

As Claras

1180m