Reprovado

13 Ago 2013- 5 Out 2013

Divulgação
O quadro 'Belong to Us'

Este evento terminou

Pode-se dizer que toda arte é a cristalização da experiência do artista, de um jeito ou de outro. Para Sesper, pseudônimo de Alexandre Cruz, que está com uma mostra individual na Galeria Logo, uma longa história de skate, punk e arte de rua inspiram seus painéis: uma mistura caótica de colagem, tinta acrílica, desenho e silk screen. O artista urbano de Santos construiu seu nome como designer de camisetas, fanzines e capas de discos no início dos anos 1990, e também como vocalista da banda Garage Fuzz, com a qual ainda se apresenta.

Sua obra tem a estética underground do universo do skate e a inclinação política do punk. Também pega muito do humor negro dos primórdios da arte de panfletos, que ficou famosa com as provocativas colagens monocromáticas do inglês Gee Vaucher para a banda Crass, nos anos 1980. E, embora as obras de Sesper, em geral, sejam menos explícitas e muito mais coloridas que as de Vaucher, não são menos instigantes. A exposição, intitulada ‘Reprovado’, não é negativa ou retraída como sugere o nome: as obras são claras, atraentes e fáceis de compreender, ainda que proponham ao expectador o desafio de decifrar a intenção do artista.

Trazendo as ideias de design presentes em suas criações prévias, que misturavam diversos meios, os grandes e vibrantes painéis de Sesper incorporam artefatos pessoais a objetos encontrados. Significados inesperados surgem das camadas sobrepostas de materiais que teriam sido jogados fora. E, em meio a esses elementos diferentes – recortes de revistas, pôsteres educativos, fragmentos de fita cassete, enfim, os escombros da sociedade do final do século 20 –, permanece a atenção à figura humana. Carretéis de fita viram um par de olhos em 'Belong to Us'; capas de livros formam os corpos de gêmeos em 'Siames Dream'; e a foto de uma máquina de escrever é uma estranha boca desdentada em 'Dois ou 3 Passos'.

O efeito geral do estilo corta e cola pode facilmente se tornar um clichê nas mãos erradas, com alguns elementos beirando o uso adolescente de referências sexuais grosseiras e com a forte utilização do modelo punk de bilhete de resgate escrito com letras recortadas de revistas. Mas Sesper consegue evitar essas armadilhas ao surpreender continuamente, transformando suas cores vivas e seus recortes de textos em um exemplo catártico da expressividade pessoal, que é enriquecida pela obra de quem veio antes dele, e não derivada dela.

Escrito por CM Gorey

Serviço

Galeria Logo


Endereço Rua Arthur de Azevedo, 401

Jardim Paulista, São Paulo

Telefone 11 3062-2381

Site de Galeria Logo

Data 13 Ago 2013- 5 Out 2013

Horário de abertura Ter. a sáb., 11h-19h

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.