SP-Arte 2014

Já em sua décima edição anual, a SP-Arte parece só crescer. Em 2005, quando começou, a feira contou com a participação de 41 galerias; na edição de quatro dias deste ano, são 136. Diferentemente da Bienal – o outro grande evento de arte de São Paulo, que acontece em setembro –, o foco da SP-Arte está na venda de obras, o que atrai galerias de todos os cantos do mundo na esperança de comercializar seus trabalhos – neste ano, 58 estrangeiras farão parte do evento, vindas da América Latina, da Europa e de outros lugares.

A experiência pode ser bem eclética: basta andar por entre os estandes, observando a agitação em torno das galerias cujos artistas estão em ascensão e o desespero dos galeristas menos afortunados, condenados a passar quatro dias no abandono, andando de um lado para o outro na frente de seus estandes.

Mas não se deixe enganar: muita coisa acontece nos bastidores, inclusive centenas de vendas – algumas na casa dos muitos milhares de reais. Isso sem falar dos vários coquetéis, brunches e visitas privativas, organizados para os visitantes VIP. E, ao contrário da São Paulo Fashion Week – mais exclusiva e que acontece na mesma época –, há toneladas de coisas para ver e fazer na SP-Arte, mesmo que você não esteja por dentro nem tenha rios de dinheiro para gastar (fora a relativamente salgada entrada de R$ 40). 

Confira a programação de debates, lançamentos de livros e apresentações no site sp-arte.com.

Escrito por Claire Rigby

Serviço

Pavilhão da Bienal
Endereço Parque do Ibirapuera (Portão 3)

Ibirapuera, São Paulo

Preço de R$ 20 até R$ 40

Site de SP-Arte 2014

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.