Magnificent 7: Adriana Recchi

 A DJ conta quais são as músicas que não saem da sua playlist

Divulgação
DJ Adriana Recchi

Adriana Recchi divide as picapes do Beat Club com outros dois DJs e faz parte do DePolainas, um coletivo formado por mulheres DJs, hostesses, promoters e produtoras que embala festas em alguns dos lugares mais agitados da cidade, com a Casa 92, D-Edge e o já citado Beat Club. Adriana atendeu nosso pedido e separou sete músicas que não saem da sua cabeça e também contou um pouco sobre significado de cada uma das faixas.

Nina Simone – Feeling Good
Eu amo a voz da Nina Simone! Tenho todos os álbuns dela. Eu sei que não posso colcoar mais de uma música do mesmo artista na lista, então eu escolhi uma que gosto muito. Todas as faixas que eu escolhi me lembram de algum lugar ou de alguém, mas eu mantenho segredo sobre quem são essas pessoas.

Cowboy Junkies – Blue Moon Revisited
Essa banda mistura música country com rock alternativo e é daquelas que eu sempre ouço em casa, no celular ou no iPod. Eu curto muito essa pegada country deles. Como eu sou fã desse gênero também escuto muito Bob Dylan e Johnny Cash.

Chromatics – Runnig Up That Hill
Eu tentei colocar algumas músicas mais novas aqui pra lista não ficar muito datada. Coloco muito do meu gosto pessoal nos sets, dependendo do lugar em que toco. Uso muito essa faixa para começar, principalmente quando é um set para lounge. Dá pra variar bastante.

Stereo MCs – Connected
Eu escuto muito essa música quando me sinto à vontade. Ela me lembra uma época muito boa quando eu saía para dançar e me divertia demais. Acho que rola uma nostalgia.

Underground Resistance – Hi-tech Jazz
Essa vai bem em qualquer pista. Era uma época incrível, quando a música eletrônica estava começando a se espalhar por aí. Essa música também me lembra de um dos  meus primeiros empregos, onde conheci algumas das pessoas mais importantes da minha vida.

John Frusciante – The Past Recedes
Eu adoro todas as músicas [do John Frusciante], mas essa é a que eu mais escuto. Eu gosto muito do trabalho solo dele, da paixão dele como compositor. Ele saiu e depois voltou pro Red Hot Chilli Peppers, mas eu comecei a prestar mais atenção nele quando ele deixou a banda de vez. Ele é incrível.

Stiff Little Fingers – Suspect Device
Um dos gêneros que eu mais gusto é o punk rock e é isso que essa banda faz. Suspect Device é o tipo de música que sempre toca nos bares que os roqueiros frequentam. Eu não podia deixá-los fora dessa lista. 

A DJ Adriana Recchi discoteca na festa Someday, no Beat Club

Escrito por Time Out São Paulo editors
Tags: 
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.