Balada chique

Sofisticação e glamour são artigos reservados para um público seleto – e de carteira recheada – nas mais luxuosas casas da cidade, que recebem celebridades e jet setters 

Divulgação
Interior da Le Rêve
Interior da Le Rêve


Em São Paulo, baladas voltadas aos endinheirados abrem e fecham com uma velocidade espantosa. Se você está disposto a pagar o preço das entradas ou é influente o suficiente para estar nas concorridas listas VIP (não basta ser modelo ou jornalista), vai adentrar um mundo com mulheres de beleza estonteante, vestidas com os últimos modelitos das semanas de moda, herdeiros de grandes fortunas e celebridades.

Uma opção mais refinada no Baixo Augusta, o Le Rêve Club (R. Marquês de Paranaguá, 329, Consolação, 3045-8144. lereveclub.com.brocupa um belo casarão com vários andares e tem como público-alvo aqueles que estão a fim de gastar – isso fica claro com o espaço chamado ‘camarote gold’ e seus preços de consumação mínima. Das picapes saem hits dos últimos 20 anos.

Fundada no ano 2000, a Disco foi a pioneira da nova geração de casas noturnas exclusivas. Hoje em dia, boa parte de seus antigos habitués – as top models Ana Beatriz Barros e Mariana Weickert, entre eles – podem ser vistos circulando por outras boates mais novas, mas o clube permanece como referência, um ponto de fuga para quem prefere se sentir em casa, com os seus, e sem surpresas. Em setembro, a balada passou por uma reforma, e o projeto do arquiteto Isay Weinfeld ganhou o toque moderno de Guto Requena (Hot Hot). A mudança pode ser notada já no túnel de entrada, que ganhou néons e aplicações de acrílico e por onde desfilam convidados de festas concorridas, com listas repletas de nomes do jet set de Londres, Ibiza e Nova York. O teto baixo e o som potente Funktion One garantem ao local uma das melhores pistas do circuito.

Desde agosto, a cidade é a sede da primeira franquia do clube nova-iorquino Provocateur (R. Jerônimo da Veiga, 163, Itaim Bibi, 2339-2597. provocateurclubsp.com.br), instalado em um hotel no distrito de Meatpacking. Tanto aqui como lá, a casa tem uma decoração voltada para deixar as mulheres à vontade e para despertar a libido masculina. Ao lado do bar, modelos que insinuam a nudez por baixo de uma capa negra aguardam o momento de servir garrafas de uísque ou vodca aos camarotes com estofados capitonê. A embalagem com 1,5l de The Macallan 18 sai por R$ 8.200. Há também um bar exclusivo com drinques da tequila Jose Cuervo. Quem passou pela sede de Nova York vai saber reconhecer os frisos sobre arcos iluminados por feixes cor púrpura. E a ausência do teto retrátil da sede americana pode ser compensada pela confortável área de fumantes, onde um frondoso entroncamento de caules de figueiras garante aconchego aos convidados. A programação musical é comandada por Cris Proença, DJ com dotes de modelo e sócia do empreendimento, com remixes de Phonique, Wamdue Project, Studio Apartment e EDX. No ápice da festa, jatos de nitrogênio são disparados e refrescam a pista, mas não diminuem a ferveção.

Outro clube ostensivo e importado é o Louis (R. Amauri, 282, Itaim Bibi, 3079-5020.  louissp.com.br), irmão paulistano do original de Miami, e um hit instantâneo entre as celebridades quando abriu as portas no bairro do Itaim, em março deste ano. A luxuosa casa, adornada por espelhos e chandeliers, tem um mezanino – ideal para observar as meninas habituées de festas chiques entregando-se à pista de dança, que atinge o ápice da agitação nas noites de quinta-feira.

Gerardo Lazzari/ Divulgação
Absolute Inn é o primeiro espaço da vodca sueca no mundo


Até o fim de dezembro de 2012, as butiques de grifes de luxo da Rua Oscar Freire têm como vizinho o bar pop up Absolut Inn (R. Oscar Freire, 565, Jd. Paulista, 3082-1811. absolutinn.com.br), o primeiro assinado pela vodca sueca no mundo. O espaço multifuncional tem curadoria da revista Vice e acolhe bar, pista, livraria, restaurante e um ateliê para curtas residências artísticas. Como drinque, aposte no refrescante shot Granatäpple (Absolute Citron, Cointreau, suco de romã e framboesa).

Já em Pinheiros, uma nova energia transformou o Largo da Batata. À noite, as casas de prostituição perderam espaço para clubes como o Bar Secreto, frequentado por mauricinhos e fashionistas entre 20 e 30 anos, que desfilam em peças de grandes magazines como H&M, Topshop e American Apparel. As festas Freakstyle (rock e pop) e a Tropicanalha (technomelody, eletromelody, technobrega e brasilidades), ambas às quartas, são duas das noites mais procuradas no Bar Secreto. 

Escrito por Márcio Cruz
Tags: 
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.