Novos na área: bares

Os novos bares de São Paulo que você não pode perder

Divulgação
Cervejaria Ideal
Samples de chopp da Cervejaria Ideal

A cena de bares em São Paulo nunca cai na mesmice. Novidades surgem a toda hora, seja um boteco mais tradicional, um brewpub especializados em cervejas artesanais ou um estabelecimento mais sofisticado que serve criativos coquetéis e comidas de primeira. Oriente-se pela nossa lista abaixo, atualizada todo mês, e bons drinques. 

Cervejaria Ideal Inaugurada em dezembro de 2014, a Cervejaria Ideal prima pelo caprichado cardápio de petiscos e dos chopes, servidos em pints ou half pints (artesanais nacionais em sua grande maioria). Aliás, Há duas combinações de comes para harmonização com cinco tipos de chopes em doses menores. Entre as boas opções de cervejas, destacamos a Schorneisten Pilsen, a Burgman Stout, a Vienna Lager (da Júpter) e a Invicta German Pilsner. Porém, a casa está realizando testes para a produção da sua própria cerveja, uma American Pale Ale, a L’APA. Entre os petiscos, as porções de bolinho de arroz com mortadela e queijo e de carne seca com mussarela e mandioca frita não são inesquecíveis, mas são bem honestas. R. Ministro Ferreira Alves, 203, Pompéia, 3578-7534. cervejariaideal.com.br

Camden House Com 11 anos em Londres, a chef paulista Elisa Hill traz a pegada da capital inglesa para o gastropub. Há os clássicos londrinos como fish and chips, por exemplo, mas também pratos mais ousados, como as moelas com molho de cerveja e mostarda. A seleção de bebidas é caprichada e inclui a sidra inglesa Aspall, além de drinques como o london spritz (gim, Aperol, grapefruit e espumante) e o clássico chope Guinness. R. Manuel Guedes, 243, Jardim Europa, 2369-0488. facebook.com/camdengastropub

Conservatorium Com uma atmosfera bem cool, a informalidade do Conservatorium lembra um pouco a do hypado Mandíbula, no Centro. Tanto que não há garçons nem mesas, pede-se e retira-se tudo no balcão e há poucas opções de comidinhas. Na hora de beber, invista em cervejas long neck Stella Artois ou Estrella Galicia, além de uma pequena - porém interessante - lista de coquetéis. Entre eles, destaque para o minishots de drinques clássicos. Para comer, o salmão da escandinávia enlatado em conserva e servido com fatias de pão e limão tem preço mais salgado que seu gosto, mas combina perfeitamente com uma bebida gelada. Av. São Gabriel, 196, Itaim. facebook.com/conservatoriumbar

Aclimação Bar e Gastronomia O menu do bar - que ocupa o antigo local do Matriz - funciona como um resumo da região da Aclimação, com seus barezinhos e restaurantes coreanos, uma comunidade com fortes influências locais. Destaque para pratos mais orientais, como a porção de contrafilé à moda oriental. Quem prefere algo mais ocidental, os bolinhos de risoto recheados de queijo gruyère são uma ótima pedida. Para beber, escolha a cerveja Norteña ou a boa caipirosca de lima-da-pérsia. R. Pedra Azul, 521, Aclimação, 5574-8022. aclimacaobaregastronomia.com.br

Quito Quito Izakaya Aos poucos, a febre japonesa toma conta de São Paulo. E não estamos falando da (batida) mania de sushi das últimas décadas. Os izakayas – palavra que pode ser livremente traduzida como “sentar-se em um bar de saquê” – são inaugurados por toda a cidade e oferecem oportunidade para degustar bebidas e comidas nipônicas que vão além do sashimi.O mais novos deles é o Quito Quito, que já começa diferente por sua localização, a Vila Madalena. Há ótimas opções para acompanhar uma cervejinha gelada ou um boa dose de saquê, Entre elas, destacamos a sardinha no umê, o Sanzoku Yaki (frango marinado na calda de shoyu, saquê e mirin grelhado) e o steak de wagyu. R. Wisard, 193, Pinheiros, 3586-4730. quitoquito.com.br

Brexó Bar e Cozinha Um verdadeiro caos controlado. A decoração eclética e descolada do lugar só poderia atrair um publico jovem ávido por drinques de combinações inusitadas, como o Rei da Praia (vodka Absolut Mango, tangerina e manjericão servido em um colorido baldinho de praia) e o Sessão da Tarde (Jack Daniels, pipoca, limão e xarope artesanal de baunilha), por exemplo. Mas para quem não está afim de se aventurar tanto, há sempre a opção das cervejas, no caso, Hoegaarden, Quilmes, Patagonia e Hertog. Entre os petiscos, vá com as releituras de clássicos de boteco, como a coxinha de pernil, o bolinho de costela e o Panete. R. Tabapuã, 1470, Itaim-Bibi, 3812-8181. facebook.com/brexobar

Café dos Prazeres Mais um bar voltado ao jazz na cidade, mas isso não é nada mal. Estiloso e escuro na medida certa, o Bar dos Prazeres é realmente um prazer para os olhos, ouvidos e, pincipalmente, ao paladar. Para acompanhar uma cerveja Colorado, escolha as bruschettas de presunto cru, tomate-cereja e rúcula. Quer algo mais leve? Recomendamos uma dupla entre a salada caprese e o Blood Mary. Mas o drinque ocean’s heart (vodca com infusão de baunilha, amora e lichia) também não é nada mal. Al. Ministro Rocha Azevedo, 1101, Cerqueira César, 2649-3879. cafedosprazeres.com.br

Boteco Mandinga Com um cardápio vasto, criado pelo chef Bruce Le Greco (do Forquilha), o Mandinga aposta na simplicidade e no sabor, com pratos que vão desde espetinhos, coxinhas, bolinhos, acarajés, escondidinhos a lulas marinadas a chapas e moquecas. Decorado com camisetas de time de futebol do mundo inteiro (quase um fetiche entre muitos botecos da cidade), o bar também tem boas e variadas opções de bebidas, desde as cervejas de garrafa, como Serramalte e chope Brahma e Stella Artois, até drinques como o que leva o nome da casa, que leva cachaça, maracujá, limão-siciliano, manjericão e pimenta-rosa. R. Carlos Weber, 64, Vila Leopoldina, 2925-8666. botecomandinga.com.br

Escrito por Time Out São Paulo editors
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.