Time Out São Paulo

Muito Barulho por Nada

Muito Barulho por Nada

Estreia 26 Jul 2013

Diretor Joss Whedon

Elenco Amy Acker, Alexis Denisof, Fran Kranz.


Angustiados caçadores de vampiros no seriado Buffy, a Caça-Vampiros. Cientistas loucos blogueiros com talento musical na série para internet Dr. Horrible’s Sing-Along Blog. A turma cada vez maior de super-heróis com cara de mau da Marvel em Os Vingadores. Joss Whedon já trabalhou com vários arquétipos da nossa época. Que outro desafio restava senão os personagens de William Shakespeare, o poeta universal dos amantes malfadados e da realeza com questões existenciais?

O romance cômico do Bardo combina, em vários aspectos, com a sensibilidade descontraída de Whedon, devido a seu tom meio leve e seus desencontros amorosos de tirar o fôlego. Ele atualizou o cenário, colocando-o em uma casa moderna, e fez a opção fascinante e idiossincrática de filmar em preto e branco. O atraente elenco é formado principalmente por parceiros de Whedon: Amy Acker e Alexis Denisof são os enamorados Beatrice e Benedick, e Nathan Fillion, um adorável sem noção, é o sacana guarda da propriedade, Dogberry.

Ninguém tropeça nos versos, e as paisagens nebulosas resplandecem mágica e magistralmente conforme a história abre caminho em meio a mal-entendidos, manipulações e tragédias, terminando com o triunfo romântico. No entanto, há uma frivolidade infeliz na maneira como o cineasta trata muitas das reviravoltas mais sombrias da narrativa – principalmente no caso de Claudio (Fran Kranz), facilmente enganado, e sua amada, Hero (Jillian Morgese) –, como se estivesse se apressando nos momentos difíceis para chegar logo ao final feliz. O filme acaba parecendo fácil demais.


Escrito por Keith Uhlich
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus