Uma Noite de Crime: crítica do filme

2
Universal Pictures/Divulgação
Cena do filme 'Uma Noite de Crime'

Estados Unidos, 2022. A criminalidade violenta e o desemprego foram erradicados desde a introdução da anual ‘Noite da Purificação’: um período de 12 horas de anarquia catártica e de violência, durante o qual os ricos saem bem armados de suas comunidades fechadas para soltar sua raiva frustrada contra a classe baixa.

Quando a família Sandin dá refúgio a um veterano negro sem-teto, os jovens ricos e mascarados que o perseguiam ameaçam violar a alta segurança da casa e realizar um massacre.

O filme satírico e futurista de invasão de domicílio do roteirista e diretor James DeMonaco não tem a lógica narrativa e o contexto político necessários para dar substância a seu conceito central.

É difícil não torcer pelo complacente vendedor de sistemas de segurança (interpretado por Ethan Hawke), sua mulher (Lena Heady) e seus filhos adolescentes. Mas as ideias do longa sobre o apelo comum da violência social, que pretendem ser subversivas, se perdem na confusão.

Escrito por Nigel Floyd

Uma Noite de Crime: crítica do filme vídeo

Mais sobre Uma Noite de Crime: crítica do filme

Duração 85 minutes

País de origem EUA

Ano de produção 2013

Classificação Not available

Estreia 1 Nov 2013

Diretor James DeMonaco

Elenco Ethan Hawke, Lena Headey, Max Burkholder

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.

powered by