Sweet Sweetback’s Baadasssss Song

Este é possivelmente o filme negro norte-americano mais importante de sua época – ainda assim, quase não foi visto fora do país. Em parte por ser independente até a medula, filmado com uma ninharia e desprezando veementemente as convenções de autocensura de Hollywood. Um filme estrelado pela comunidade negra e dedicado a “todos os irmãos e irmãs que já se cansaram do Cara”. Não é bem o que se pode chamar de arte burguesa.

A história se concentra em um garanhão, Sweetback (Melvin Van Peebles), que se vê impelido a buscar justiça (com as próprias mãos) depois que dois policiais brancos espancam um ativista político na sua frente. Ele passa o resto do filme em rota de fuga, com algumas paradas para fazer sexo. Totalmente descompromissado e repetitivo, o filme, no entanto, assume um tom alucinante, com inesperadas tiradas de humor bizarro e uma direção totalmente experimental – com imagens psicodélicas de negativos, tela dividida e assim por diante. Escrito, produzido, dirigido e protagonizado por Van Peebles, que também compôs a trilha sonora, continua sendo um filme ímpar.  

 

Mais sobre Sweet Sweetback’s Baadasssss Song

Duração 97 minutes

País de origem EUA

Ano de produção 1971

Classificação Não recomendado para menores de 18 anos

Diretor Melvin Van Peebles

Elenco Melvin Van Peebles, Rhetta Hughes, John Amos, Simon Chuckster

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.

powered by