Retrospectiva do Cinema Novo

30 Abr 2015-15 Jun 2015

Divulgação
'Os Cafajestes'
Cena do filme 'Os Cafajestes', de Ruy Guerra

Este evento terminou

O evento da Cinemateca faz uma grande homenagem a um dos movimentos centrais da cultura brasileira, o Cinema Novo. A mostra exibe 53 filmes - 35 longas-metragens e 18 curtas-metragens - diversos deles raramente exibidos. Além disso há uma exposição com diversos materiais referentes à produção dos filmes.

A retrospectiva apresenta alguns dos primeiros passos de cineastas ligados ao movimento: Pátio (1959), primeiro curta de Glauber Rocha, uma obra experimental interpretada por Helena Ignez; O Poeta do Castelo e O Mestre dos Apipucos (1959), dois curtas de Joaquim Pedro de Andrade acerca do trabalho de Manoel Bandeira e Gilberto Freyre, respectivamente; Arraial do Cabo (1960), obra inaugural de Paulo César Saraceni, dirigido em parceria com o fotógrafo Mário Carneiro; os marcos do cinema baiano Bahia de Todos os Santos (1960), de Trigueirinho Neto, A grande Feira (1961) e Tocaia no Asfalto (1962), de Roberto Pires; o longa coletivo Cinco Vezes Favela (1962), com episódios de Joaquim Pedro de Andrade, Leon Hirszman, Carlos Diegues, Miguel Borges e Marcos Farias, uma das principais obras do período.

A mostra ainda traz filmes raros como Gimba, Presidente dos Valentes (1963), de Flávio Rangel, Ganga Zumba (1964), A Grande Cidade (1966) e Os Herdeiros (1969), de Carlos Diegues, O Grito da Terra (1964), de Olney São Paulo, Garota de Ipanema (1967), de Leon Hirszman e Memória de Helena (1969), de David Neves.

Além disso, serão exibidas novas cópias em 35mm de Esse Mundo é Meu (1964), de Sérgio Ricardo e O Bravo Guerreiro (1968), de Gustavo Dhal, produzidas especialmente para esta mostra. Cópias restauradas anteriormente pela Cinemateca, e ainda inéditas em São Paulo, de filmes como Câncer (1968/1972), de Glauber Rocha, S. Bernardo (1972), de Leon Hirszman, Brasil ano 2000 (1969), de Walter Lima Jr., Os cafajestes (1962), de Ruy Guerra e O Padre e a Moça (1966), de Joaquim Pedro de Andrade.

Já a exposição traz roteiros originais e storyboards que registram o processo criativo das obras; documentos que mostram a repercussão do movimento no Brasil e no exterior (reportagens de jornais nacionais e estrangeiros, artigos da crítica especializada, folhetos dos filmes e de eventos, certificados de premiação); documentos que registram as relações pessoais e profissionais entre os integrantes do cinema novo (cartas, poemas, críticas dos filmes); publicações diversas sobre o Cinema Novo; materiais de divulgação: cartazes originais, muitos criados por grandes nomes das artes gráficas no país (Rogério Duarte, Ziraldo, Rubens Gerchman, Lielzo Azambuja) e fotografias (de cena, de filmagens, das personalidades, reprodução de fotogramas dos filmes).

Confira a programação completa da mostra no site cinemateca.gov.br.

Serviço

Sala Cinemateca


Endereço Largo Senador Raul Cardoso, 207

Vila Mariana, São Paulo

Telefone (11) 3512 6111

Site de Sala Cinemateca

Data 30 Abr 2015-15 Jun 2015

Horário de abertura Confira os horários das sessões na programação.

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.