Time Out São Paulo

Sessão especial de 'Que horas ela volta?'

Este evento terminou

Sessão especial de 'Que horas ela volta?'

Preço de R$ 12 até R$ 24

Data Qua 02 Set 2015

Horário de abertura 18h50.

Buy tickets for Sessão especial de 'Que horas ela volta?'

Caixa Belas Artes
Rua da Consolação, 2423, Consolação

Telefone 2894-5781

Estações próximas
Consolação e Paulista

Festejado pela crítica internacional, Que Horas ela Volta? ganha uma sessão especial –com um bate-papo com a diretora, Anna Muylaert – no Caixa Belas Artes. O filme chega ao circuito com importantes troféus na bagagem, entre eles o Prêmio especial do júri de Melhor Atriz para Regina Casé e Camila Márdila no Festival de Sundance 2015, e o Prêmio de melhor filme da audiência na Mostra Panorama do Festival de Berlim 2015. Agora, foi a vez do público do World Cinema Amsterdam premiar o longa.

O roteiro do filme, Anna conta, demorou 20 anos para ficar pronto. A ideia surgiu quando ela teve seu primeiro filho, em 1995. “O chamado para maternidade para mim foi muito forte. Eu senti que o trabalho da mãe não era apenas muito importante, como era sagrado. Mas ao mesmo tempo senti que esse era um trabalho desvalorizado na nossa cultura”, pondera. “No meu âmbito social o costume era entregar o cuidado diário dos filhos para babás, cujos salários eram baixos. E muitas vezes essas mulheres eram obrigadas a deixar seus filhos com outras pessoas para poder trabalhar. Senti que na figura da babá estavam contidos vários paradoxos”, afirma a diretora. E assim nasceu a história de Val, e o reencontro com sua filha adolescente que foi criada longe da mãe.

Na trama, Val é uma nordestina que deixa sua filha aos cuidados de parentes em Pernambuco para trabalhar como babá numa família de classe alta em São Paulo. Treze anos mais tarde, ela tornou-se uma segunda mãe para o menino Fabinho. A ação do filme começa quando Jéssica, sua filha adolescente vai para São Paulo prestar vestibular. Sua personalidade forte impacta a hierarquia social da família e consequentemente questiona a rigidez dos papéis sociais vigentes.

“É sempre um prazer trazer os realizadores próximo do público. O Caixa Belas Artes aposta cada vez mais em momentos de diálogo e troca como esse que teremos em torno de Que Horas ela Volta?, o filme brasileiro mais importante do ano”, diz Barbara Sturm, programadora do Caixa Belas Artes.

Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus