Time Out São Paulo

Claire Denis - Corpo Presente

Este evento terminou

Claire Denis - Corpo Presente

Data 18 Abr-08 Mai

Horário de abertura Confira os horários das sessões na programação.

Rua do Anfiteatro, 181 - Colmeia Favo 4, Butantã

Telefone (11) 3091 3540

Em paralelo ao festival Clássicos do Cinema Francês, na Cinemateca, a mostra no Cinusp foca apenas a obra de Claire Denis. São exibidos 12 longas de ficção e dois documentários da diretora e roteirista francesa.

Um dos grandes nomes do cinema contemporâneo francês, Claire Denis é reconhecida por sua estética sensorial que dá fluidez e densidade aos corpos de seus personagens. Suas narrativas fragmentadas retratam indivíduos deslocados em seus ambientes, equilibrando momentos sutis a cenas viscerais. O resultado é uma obra muito mais próxima à dança moderna do que ao teatro clássico.

Nos dias úteis, as sessões serão na sala da Cidade Universitária (Rua do Anfiteatro, 181 – Colmeia – Favo 04). Aos sábados e domingos, a exibição ocorrerá na sala Maria Antônia (Rua Maria Antônia, 294).

Confira a programação completa com sinopses:

18/4 (segunda)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16h
Minha Terra, África (França, 2009, cor, 107’)
Em algum lugar da África, numa província em plena guerra civil, Maria, uma mulher branca, se recusa a abandonar sua plantação de café. Enquanto isso, um oficial rebelde está escondido nas redondezas. André, ex-marido e pai de seu filho, passa a arquitetar um plano de fuga para a França, sem que ela saiba.
19hChocolate (Alemanha, Camarões, França, 1988, cor, 100’)
O filme de estreia de Claire Denis, de cunho autobiográfico, vê o colonialismo através dos olhos de uma garota branca: France. Filha de um oficial francês, ela cresce no fim da década de 1950 no Camarões. Quando o pai se ausenta da fazenda, France e sua mãe ficam aos cuidados do criado Protée. As hierarquias ainda permanecem intactas, mas alguns gestos já deixam entrever pequenas fissuras na estrutura colonial.

19/4 (terça)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16hBom Trabalho (França, 1999, cor, 92’)
O sargento Galoup é o responsável pelo treinamento de uma unidade de jovens legionários, e tudo corre bem até a chegada de um novo recruta, Sentain. O filme é construído a partir da coreografia de corpos esculpidos em treino e em luta. Bom Trabalho é uma livre adaptação do romance “Billy Budd” e dois poemas do escritor Herman Melville: “The Night March” e “Gold in the Mountain”.

20/04 (quarta)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16h
Sexta-feira à Noite (França, 2001, cor, 86’)
É noite de sexta-feira em Paris. Laure sai para encontrar seus amigos para jantar, mas acaba ficando presa em um engarrafamento bastante atípico. Ela dá carona a um desconhecido, Jean, fato que mudará o rumo da sua noite.
19h – US Go Home

23/4 (sábado)
MARIA ANTÔNIA
16hNoites Sem Dormir (França, 1993, cor, 110’)
Baseado em um famoso crime francês, em que vinte mulheres idosas foram mortas por dois assassinos, “Noites sem Dormir” é centrado nas figuras de três imigrantes: Daiga é lituana e está em busca de trabalho no teatro; Theo é músico e carpinteiro e quer voltar para casa, nas Ilhas Maurício; e Camille, irmão de Theo, é dançarino e drag queen.
18hDesejo e Obsessão (França, 2001, cor, 101’)
Um casal americano viaja a Paris para sua lua-de-mel: o cientista Shane e June. Shane procura secretamente o pesquisador Dr. Léo Semeneau, com o qual ele havia trabalhado, e sua enigmática esposa.
20hO Intruso (França, 2004, cor, 119’)
A vida de Louis, um homem recluso nas montanhas suíças, sofre uma mudança drástica quando um ataque cardíaco o força a viajar à Coreia em busca de um transplante de coração. Ele é movido também pelo desejo de reencontrar um filho nas Filipinas, mas suas jornada é interditada pelo coração recém-adquirido. “O intruso” fala de uma intrusão dentro do próprio corpo, inescapável e até mesmo assustadora.

24/4 (domingo)
MARIA ANTÔNIA
18hNenette e Boni (França, 1996, cor, 108’)
Um filme sobre dois irmãos: Boni, um pizzaiolo que trabalha no porto de Marselha e alimenta fantasias sexuais com a esposa de um padeiro, e Nénette, sua irmã de quinze anos que bate à sua porta após fugir do colégio interno. Grávida de um desconhecido, Nénette vive a crise de uma maternidade iminente.
20hBastardos (França, 2013, cor, 100’)
Marco Silvestri trabalha como capitão de um navio porta-contêineres. Ele retorna a Paris urgentemente após receber a notícia de que o marido de sua irmã Sandra se suicidou e sua sobrinha Justine foi internada numa clínica psiquiátrica. Sandra acusa o empresário Edouard Laporte de ser o responsável pela tragédia. Marco volta em busca de vingança, sem imaginar que a sua irmã também esconde alguns segredos.

25/4 (segunda)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16h
– Que se Dane a Morte! (França, 1990, cor, 91’)
Dah e Jocelyn são imigrantes africanos na França e sobrevivem organizando rinhas de galo em uma casa noturna. Seu cotidiano em muito se resume a treinar os galos para as brigas, num universo inóspito em que desponta uma paixão devastadora.
19hJacques Rivette, o Vigilante (França, 1988, cor, 125’)
Integrante da série “Cinéma, de notre temps”, este documentário de Claire Denis retrata o diretor e crítico de cinema Jacques Rivette, geralmente avesso à mídia, em conversas com outro crítico e cinéfilo, Serge Daney. Nas duas partes do filme (O dia/A noite), os dois discutem sobre a “turma dos quatro” da nouvelle vague – Godard, Rivette, Rohmer e Truffaut –, a revista Cahiers du Cinéma, o teórico André Bazin e – em palavras e imagens – aborda cinco trabalhos essenciais da filmografia de Rivette: “Paris nous appartient”, “L’Amour fou”, “Out 1″, “Duelle” e “Le Pont du Nord”.

26/4 (terça)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16hO Intruso
19h35 Doses de Rum (França/Alemanha, 2008, cor, 100’)
Lionel, um viúvo, criou sozinho sua filha Josephine. Eles têm uma relação extremamente íntima, pontuada pela convivência com vizinhos que parecem fazer parte da família: uma taxista emancipada e um jovem herdeiro, ambos sofrendo por sentimentos não correspondidos. A inspiração para o roteiro veio da relação da mãe de Claire Denis com seu pai brasileiro e o filme é uma homenagem ao diretor japonês Yasujiro Ozu.

27/4 (quarta)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16hNenette e Boni
19hBastardos

28/4 (quinta)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16h
Desejo e Obsessão
19hBom Trabalho

29/4 (sexta)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16hNoites Sem Dormir
19hMinha Terra, África

30/4 (sábado)
MARIA ANTÔNIA
16hDo Lado de Mathilde (França, 2004, cor, 84’)
Mathilde Monnier é uma das mais famosas coreógrafas de dança contemporânea da França. Rodado em Super-8 e Super-16, o documentário acompanha todo o processo criativo de sua companhia, os aquecimentos e o dia a dia dos dançarinos até a apresentação final.
18h35 Doses de Rum
20hChocolate

2/5 (segunda)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16hSexta-feira à Noite
19hNenette e Boni

3/5 (terça)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16hChocolate
19hQue se Dane a Morte!

4/5 (quarta)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16hO Intruso
19hNoites Sem Dormir

5/5 (quinta)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16h
35 Doses de Rum
19hDo Lado de Mathilde

6/5 (sexta)
CIDADE UNIVERSITÁRIA
16h Bastardos
19hDesejo e obsessão

7/5 (sábado)
MARIA ANTÔNIA
16hUS Go Home (França, 1994, cor, 67’)
O filme integra a série televisiva Tous les garçons et les filles de leur âge – um projeto francês em que nove diretores foram convidados a refletir sobre sua adolescência e as músicas que foram importantes para eles. Situado em 1965 e com uma trilha sonora de tom evocativo, o filme conta a história de duas adolescentes, Martine e Marlene, que vivem perto de uma base do exército americano nos arredores de Paris.
18hQue se Dane a Morte!
20hMinha Terra, África

8/5 (domingo)
MARIA ANTÔNIA
18hBom Trabalho
20hJacques Rivette, o Vigilante

Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus