Time Out São Paulo

Mostra Arraial e Festa Junina da Cinemateca

Este evento terminou

Mostra Arraial e Festa Junina da Cinemateca

Data 30 Jun-03 Jul

Horário de abertura Confira os horários das sessões e atrações na programação.

Largo Senador Raul Cardoso, 207, Vila Mariana

Telefone (11) 3512 6111

Aproveitando o espírito das festas juninas, a Cinemateca faz seu própria festa com atrações e comidas típicas além de, claro, exibição de filmes. A proposta do evento especial é ocupar o espaço público do prédio a partir das 14h do domingo (3 de julho) com barraquinhas de guloseimas e diversões, como correio elegante, touro mecânico e estandes com xilogravura, cordel e bonecas de pano. Na mostra (que vai do dia 30 de junho a 3 de julho), longas de temática caipira.

A Lotação da festa é de 1.500 pessoas. A entrada das pessoas será contabilizada e caso a lotação máxima seja atingida, os portões serão fechados.

Confira a programação de filmes com sinopses:

Quinta (30/06)
SALA PETROBRAS
19h
Meu Nome é Tonho, de Ozualdo Candeias
Com Jorge Karan, Bibi Vogel, Nivaldo Lima, Eddio Smanio, Walter Portela, Mario Lima
São Paulo, 1969, 35mm, cor, 90’ | Exibição em HD cam
Criança é raptada por ciganos errantes com quem passa a viver, sem conhecer seus pais. Já rapaz, Tonho abandona os ciganos e vai viver por conta própria, encontrando em sua trajetória uma mulher que tem um irmão desaparecido e um bando de facínoras extremamente violentos.
21h O Lamparina, de Glauco Mirko Laurelli
São Paulo, 1963, 35mm, pb, 84’ | Exibição em HD cam
Com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Zilda Cardoso, Emiliano Queiroz
Caipira desempregado sai da cidade de São Paulo e retorna ao Nordeste em busca de trabalho. Por acidente, ele e sua família acham-se vestidos de temíveis cangaceiros. Sátira aos filmes de cangaço, O lamparina inverte os principais clichês do gênero, brincando com o universo do faroeste e do filme de aventuras, numa estratégia cômica bem próxima à das chanchadas cariocas. 

Sexta (01/07)
SALA PETROBRAS
19h
Baile Perfurmado, de Lirio Ferreira e Paulo Caldas
Pernambuco, 1996, 35mm, cor e pb, 93’
Com Cláudio Mamberti, Duda Mamberti, Jofre Soares, Luiz Carlos Vasconcelos
Amigo íntimo do Padre Cícero (Jofre Soares), o mascate libanês Benjamin Abrahão (Duda Mamberti) decide filmar Lampião (Luís Carlos Vasconcelos) e todo seu bando, pois acredita que este filme o deixará muito rico. Após alguns contatos iniciais ele conversa diretamente com o famoso cangaceiro e expõe sua idéia, mas os sonhos do mascate são prejudicados pela ditadura do Estado Novo.
21h Noites do Sertão, de Carlos Alberto Prates Correia
Rio de Janeiro/Minas Gerais, 1984, 35mm, cor, 106’
Com Débora Bloch, Cristina Aché, Tony Ramos, Carlos Kroeber, Milton Nascimento
Década de 1950. A história gira em torno de um fazendeiro que manda buscar a nora, que está separada do marido. A chegada da jovem na fazenda muda a rotina do local, desencadeando uma série de acontecimentos e envolvimentos afetivos que pontuam a trama. Baseado no livro "Noites do Sertão", de Guimarães Rosa.

Sábado (02/07)
SALA PETROBRAS
19h
Sinfonia Sertaneja, de Black Cavalcanti
São Paulo, 1979, 35mm, cor, 104’ | Exibição em beta digital
Com Nalva Aguiar, Marcelo Costa, Marthie Synara, Hugo Santana
Morando numa mesma fazenda, vários casais sertanejos vivem diferentes problemas amorosos. Esses vários casais acertam seus casamentos para um mesmo dia, comemorados com uma grande festa, em meio a muita dança. Raro musical sertanejo.
21h Eu, tu, eles, de Andrucha Waddington
Rio de Janeiro, 2000, 35mm, cor, 102’
Com Regina Casé, Lima Duarte, Stênio Garcia, Luiz Carlos Vasconcelos
Uma sertaneja, Darlene, mãe solteira, volta à terra natal, casa-se com um homem bem mais velho e já assentado na vida, Osias Linhares. O casamento dá-lhe uma certa estabilidade, mas Darlene continua insatisfeita. Encontra no primo de Osias, o doce Zezinho, um complemento e amante. Um terceiro homem, o jovem e atraente Ciro, completa a trinca de maridos que, junto com filhos de todos eles e de alguns outros homens, formam um inusitado arranjo familiar.

Domingo (03/07)
ÁREA EXTERNA
20h
Viva São João, de Andrucha Waddington
Brasil, 2002, 35mm, cor, 82’
Durante a turnê do cantor Gilberto Gil pelas festas juninas do Nordeste e Sudeste em 2001 vários personagens, cantores e pessoas do público local são entrevistadas, fazendo sempre um paralelo sobre a história das festas de São João e sua importância para a comunidade local.

Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus