Time Out São Paulo

Cinema Norueguês Contemporâneo

Este evento terminou

Cinema Norueguês Contemporâneo

Data 14-17 Jul

Horário de abertura Confira os horários da sessões na programação.

Largo Senador Raul Cardoso, 207, Vila Mariana

Telefone (11) 3512 6111

A mostra exibe filmes que retratam a filmografia atual norueguesa com títulos – muitos deles inéditos nos cinemas por aqui – como: Kon-Tiki, de Joachim Rønning e Jesper Sandberg, sucesso em festivais recentes; Victoria, de Torun Lian, adaptação do romance homônimo de 1898, do vencedor do Prêmio Nobel, Knut Hamsun; os dramas teens de Beije-me, Cacete!, de Stian Kristiansen, e o juvenil Amor de verdade, de Anne Sewitsky; além dos documentários Que se Ouça o Grito, de Dheeraj Akolkar; Parentes são Eternos, de Frode Fimland; e Corações valentes, de Kari Anne Moe.

Confira a programação completa com sinopses:

QUINTA (07/07)
SALA BNDES
19h
Victoria, de Torun Lian
Noruega, 2013, digital, cor, 106’ | exibição digital | Legendas em português. Com Iben Akerlie, Jakob Oftebro, Petronella Barker, Bill Skarsgård, Fridtjov Såheim, Anneke von der Lippe. O romance imortal de 1898, Victoria, do vencedor do Prêmio Nobel, Knut Hamsun, foi a história de amor original. Tem tudo o que um cineasta e um público de cinema poderiam desejar: amor entre jovens, diferenças de classe, o sucesso contra todas as probabilidades, trajes de época, locações gloriosas e, ao final, a tragédia desoladora, quando Victoria confessa seu amor verdadeiro ao homem que ela não conseguiu, mas deveria ter, antes de sucumbir à tuberculose.
21h Amor de Verdade (Jørgen + Anne = sant), de Anne Sewitsky
Noruega, 2011, digital, cor, 87’| exibição digital | Legendas em português. Com Otto Garli, Maria Annette Tanderød Berglyd, Vilde Fredriksen Verlo. Anne, 10, é uma menina energética cujas atividades favoritas são subir árvores e corridas. Quando o novo garoto da sala, Jorgen, se muda para a casa assombrada na mesma rua, o mundo de Anne é virado de cabeça para baixo e ela se apaixona perdidamente por ele. Todas as outras meninas na classe de Anne se apaixonam por Jorgen também, inclusive a bela e loira Ellen. Mas isso é não é um obstáculo para Anne; ela está disposta a ir mais longe do que qualquer uma para conquistá-lo. Quando feito em nome do amor, tudo vale...certo?

SEXTA (08/07)
SALA BNDES
19h
Corações Valentes (Til ungdommen), de Kari Anne Moe
Noruega/Suécia, 2012, digital, cor, 118’ | exibição digital | Legendas em português. Com Henrik Wangberg, Sana El Morabit, Johanne Butenschøn Lindheim, Haakon Kvenna Veum. O documentário acompanha quatro jovens políticos nas suas quatro organizações para jovens na Noruega. A premissa muda drasticamente no dia 22 de julho de 2011, quando o neo-nazista Anders Behring Breivik massacrou 69 jovens do partido dos trabalhadores na ilha de Utøya, horas depois de uma bomba ter explodido no centro governamental de Oslo.
21h Mergulho Profundo, de Erik Skjoldbjærg
Noruega/Alemanha/Suécia/França/Finlândia, 2013, digital, cor, 100’ | exibição digital | Legendas em português. Com Askel Hennie, Wes Bentley, Stephen Lang, Stephanie Sigman, Ane Dahl Torp, Jørgen Langhelle. Mergulho profundo se passa na década de 80, no início da aventura petrolífera norueguesa. O mergulhador profissional Petter está obcecado pela ideia de atingir o fundo do Mar do Norte, onde enormes depósitos de óleo e gás foram descobertos. As autoridades visam trazer o óleo para terra através de um oleoduto a 500 metros de profundidade. Juntamente com seu irmão Knut, ele tem a disciplina, a força e a ousadia necessárias para assumir a missão mais perigosa do mundo. Mas um súbito e trágico acidente muda tudo e aos poucos Petter percebe que sua vida pode estar em perigo.

SÁBADO (09/07)
SALA BNDES
17h30
Que se Ouça o Grito (Let the Scream Be Heard), de Dheeraj Akolkar
Noruega, 2013, digital, cor, 58’| exibição digital | Legendas em português. Com Ketil Bjørnstad, Marina Abramovic, Liv Ullman, Steffen Kverneland, Magne Furuholmen, Kåre Conradi (voz de Edvard Munch). Que se Ouça o Grito é uma investigação artística para revelar e celebrar a essência por trás da universalidade e da atemporalidade da criação do icônico artista norueguês Edvard Munch, abrangendo 62 anos e mais de 40.000 obras de arte.
19h Eu sou sua (Jeg er din), de Iram Haq
Noruega, 2013, digital, cor, 90’ | exibição digital | Legendas em português. Com Amrita Acharia, Ola Rapace, Prince Singh, Rabia Abid. Mina é uma jovem mãe solteira vivendo em Oslo com seu filho de 6 anos, Felix. Ela é uma paquistanesa-norueguesa que tem um relacionamento problemático com sua família. Mina está constantemente à procura de amor e tem relações com diferentes homens; porém, nenhum dos relacionamentos tem alguma esperança de durar muito tempo. Então, quando Mina conhece Jesper, um diretor de cinema sueco, ela se apaixona desesperadamente por ele.
21h Kon-Tiki, Joachim Rønning e Jesper Sandberg
Reino Unido/Noruega/Dinamarca/Alemanha/Suécia, 2012, digital, cor, 120’ | exibição digital | Legendas em português. Com Pål Sverre Hagen, Anders Baasmo Christiansen, Tobias Santelmann, Gustaf Skarsgård, Odd-Magnus Williamson, Jakob Oftebro, Agnes Kittelsen. Em 1947, o mundo está tomado pela emoção do jovem aventureiro norueguês Thor Heyerdahl, que embarca em uma expedição surpreendente – uma viagem épica de 4.300 milhas náuticas através do Oceano Pacífico na balsa de madeira Kon-Tiki. Durante a época em que morou nas Ilhas Marquesas com sua esposa Liv, Thor suspeitava que as ilhas da Polinésia tinham sido ocupadas por nativos sul-americanos, oriundos do Peru, a oito mil quilômetros ao leste. Apesar de sua incapacidade de nadar e seu medo da água, Thor decide provar sua teoria embarcando na lendária viagem.

DOMINGO (10/07)
SALA BNDES
18h
Beije-me, Cacete! (Kyss meg for faen i helvete), de Stian Kristiansen
Noruega, 2013, digital, cor, 93’ | exibição digital | Legendas em português. Com Eili Harboe, Øyvind Larsen Runestad, Kristoffer Joner, Johanna Knudsen Rostad, Kim André Bjørksett, Ruben Aamondt Rosbach, Rolf Kristian Larsen, Marko Kanic. Tale, 17, lidera um grupo de teatro de adolescentes, que está organizando uma peça do famoso escritor norueguês Jon Fosse. Um ator profissional, no meio de uma crise de vida, compromete-se em dirigi-los ... com certas condições. Ele escolhe o herói local, um grande jogador de futebol e um verdadeiro idiota, para o papel do ator principal. O grupo logo descobre que as ambições do diretor fazem as vidas deles um inferno.
20h Parentes são Eternos

QUINTA (14/07)
SALA PETROBRAS
19h
 Beije-me, Cacete!
21h Eu sou sua

SEXTA (15/07)
SALA PETROBRAS
19h
Kon-Tiki
21h Mergulho Profundo

SÁBADO (16/07)
SALA PETROBRAS
17h30
Que se Ouça o Grito
19h Amor de Verdade
21h Victoria

DOMINGO (17/07)
SALA PETROBRAS
18h
Corações Valentes
20h Parentes são Eternos (Søsken til evig tid), de Frode Fimland
Noruega, 2013, digital, cor, 75’ | exibição digital | Legendas em português. Com Magnar Kleiva e Oddny Kleiva. Os irmãos Magnar e Oddny nunca deixaram sua casa de infância. Eles cuidam da fazenda da família como gerações antes deles cuidavam. O tempo parece estar parado, mas ele passa rapidamente. Parentes São Eternos é um documentário poético sobre um casal de irmãos, Magnar (73) e Oddny (70) que vivem como muitos noruegueses viviam há 50 anos. Eles estão longe de serem ricos, mas vivem em contato direto com a natureza.

Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus