Time Out São Paulo

Os filmes da semana - 15/3/13

Aproveite as estreias de cinema da semana com as nossas sinopses comentadas


Semanas após a desastrosa adaptação musical de Os Miseráveis, de Victor Hugo, outro clássico da literatura ganha uma nova versão cinematográfica: Anna Karenina, de Tolstói. A boa notícia é que dessa vez a direção ficou a cargo de um cineasta decente: Joe Wright.

Outro destaque é o novo filme da queridinha hipster Miranda July, O Futuro. Muito visto na Mostra do ano passado, o filme chega ao circuito com uma recepção crítica das mais variadas. O melhor, portanto, é conferir por si só.

Anna Karenina | O Futuro | Pietà | A Busca | Cinzas e Sangue | Depois de Lúcia | Francisco Brennand | A Fuga | Uma Garrafa no Mar de Gaza | Linha de Ação | Super Nada
 

Anna Karenina


 

Publicado no Brasil em tradução direta do russo como Anna Kariênina, o romance de Liev Tolstói é um desses clássicos definidores não apenas do seu próprio meio de expressão (no caso, é evidente, a prosa de ficção), mas, também, de toda uma maneira de encarar um tempo e um lugar (século 19, Rússia). Ciente disso, o diretor Joe Wright opta por abraçar a ideia de uma representação desde a própria estrutura do filme. Assim, somos lançados num palco em que o romance proibido entre a personagem-título e o Conde Vronsky se desenrolará. Por meio desse recurso, Wright evita contrapor ao realismo tolstoiano um qualquer 'realismo cinematográfico'. A ideia é mesmo a de passear por um livro que, em sua monumentalidade, é, a rigor, inadaptável. Lembremos, ademais, que o mesmo diretor já nos ofereceu excelentes adaptações de um clássico de Jane Austen (Orgulho e Preconceito) e de um romance do nosso contemporâneo Ian McEwan (Reparação).

Leia aqui outra opinião sobre o filme.
Leia aqui nossa entrevista com o diretor. 

Dir. Joe Wright, Reino Unido, 2012. Keira Knightley, Jude Law, Aaron Taylor-Johnson, Kelly Macdonald, Matthew Macfadyen. 129 min.

O Futuro (The Future)


Depois de Eu, você e todos nós, Miranda July continua a desfiar seu cinema hipster com O Futuro. É uma abordagem “delicada” da vida e de personagens meio deslocados (ou, mais propriamente, neuróticos) e em situações estranhas. Aqui, um casal excêntrico adota um gato. Acreditem ou não, as consequências disso na vida deles são grandes e as reverberações, profundas. Ou, melhor dizendo, “profundas”.

Dir. Miranda July, EUA, Alemanha, 2011. Miranda July, Hamish Linklater, David Warshofsky, Isabella Acres. 91 min.

Pietà




Um sujeito leva a vida cobrando dívidas para agiotas. As coisas mudam quando uma mulher surge em sua vida dizendo ser a sua mãe. Kim Ki-duk, diretor do belo Casa Vazia, erra a mão neste drama desajeitado e pouco sutil.

Leia aqui outra opinião sobre o filme.

Dir. Kim Ki-duk, Coreia do Sul, 2012. Lee Jeong-jin, Woo Ki-Hong, Jo Min-soo. 104 min.

A Busca

 

O filho de 15 anos de Theo e Branca, um casal de médicos, desaparece e eles se lançam na estrada à sua procura. O casamento deles está desabando. Na busca, Theo acaba reencontrando o próprio pai, com quem não falava há anos. A conferir se o diretor consegue driblar as possibilidades melodramáticas da premissa e, ancorado no bom elenco, erigir um filme afetuoso em vez de sentimentaloide ou apelativo.

Dir. Luciano Moura, Brasil, 2012. Wagner Moura, Lima Duarte, Mariana Lima, Brás Antunes. 96 min.

Cinzas e Sangue (Cendres et Sang)

 

Fanny Ardant, atriz respeitadíssima (trabalhou com pesos-pesados como François Truffaut, Volker Schlöndorff, Michelangelo Antonioni e Costa-Gavras), estreia na direção com este drama sobre uma exilada da Romênia que vive em Marselha com os filhos. O casamento de um sobrinho é a desculpa para que retornem ao país natal. Ao mesmo tempo em que ela redescobre suas raízes e seus passados, velhos ressentimentos voltam à tona.

Dir. Fanny Ardant, França, Romênia, Portugal, 2009. Ronit Elkabetz, Abraham Belaga, Marc Ruchmann, Claire Bouanich, Razvan Vasilescu. 105 min.

Depois de Lúcia (Después de Lucía)

 

Após perder a esposa, um homem e sua filha de 15 anos se mudam para uma outra cidade e tentam recomeçar a vida. Este drama mexicano venceu a mostra “Um Certain Regard” no Festival de Cannes 2012.

Dir. Michel Franco, México, França, 2012. Tessa Ia, Gonzalo Veja Jr., Tamara Yazbek, Hernán Mendoza. 93 min.

Francisco Brennand

 

Documentário sobre o pintor, escultor e ceramista pernambucano Francisco Brennand. O filme é estruturado a partir do diário do artista, mantido por ele há mais de seis décadas.

Dir. Mariana Brennand Fortes. 75 min.

A Fuga (Deadfall)

 

Diretor do bom Os Falsários, o austríaco Stefan Ruzowitzky dirige esse thriller com um elenco bem acima da média sobre um casal de irmãos que, após roubar um cassino, tenta chegar ao Canadá.

Dir. Stefan Ruzowitzky, EUA, 2012. Eric Bana, Olivia Wilde, Charlie Hunnam, Kris Kristofferson, Sissy Spacek. 95 min.

Uma Garrafa no Mar de Gaza (Une Bouteille a la Mer)

 

Garota de 17 anos, judia, vive em Jerusalém e se aproxima de um rapaz palestino que vive em Gaza por meio de uma carta colocada numa garrafa e atirada ao mar. As intenções são boas, mas o resultado é o habitual sentimentalismo simplificador que nada acrescenta ao tema.

Dir. Thierry Binisti, França, Israel, Canadá, 2011. Agathe Bonitzer, Mahmud Shalaby, Hiam Abbass, Riff Cohen, Abraham Belaga. 100 min.

Linha de Ação (Broken City)

 

O elenco muito acima da média e a direção competente seguram a onda desse thriller sobre um ex-policial que, ao seguir a mulher do prefeito de Nova York, acaba se envolvendo num escândalo de enormes proporções.

Dir. Allen Hughes, EUA, 2013. Mark Wahlberg, Russell Crowe, Catherine Zeta-Jones, Jeffrey Wright, Barry Pepper, Alona Tal, Griffin Dunne. 109 min.

Super Nada

 

Em São Paulo, aspirante a ator encontra seu ídolo, um comediante decadente (interpretado por Jair Rodrigues), e sente que sua sorte poderá mudar. Segundo longa da dupla de diretores que, em 2007, lançou o interessante Corpo.

Dir. Rubens Rewald, Rossana Foglia, Brasil, México, 2012. Marat Descartes, Jair Rodrigues, Denise Weinberg, Clarissa Kiste. 94 min. 

Escrito por André de Leones
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 01/12/2016

Ceia de Natal da Casa Santa Luzia

Rodízio de brigadeiro