Time Out São Paulo

Os filmes da semana - 17/5/2013

Aproveite as estreias de cinema da semana com as nossas sinopses comentadas


Temos uma boa e uma má notícia. A má notícia é a estreia de um novo filme de Steven Soderbergh, Terapia de Risco. A boa notícia é que ele anunciou que esse será o seu último trabalho para o cinema (infelizmente, ainda continuará operando na televisão).

Aos que quiserem fugir do pseudocinema de Soderbergh, sugerimos Confissões de um Jovem Apaixonado, filme de época com Charlotte Gainsbourg. Aos que quiserem chutar o pau da barraca (por que não? É bom, às vezes), há o novo exemplar da série O Massacre da Serra Elétrica, um slasher daqueles.

Terapia de Risco | Confissões de um Jovem Apaixonado | O Massacre da Serra Elétrica 3D – A Lenda Continua | 2 Mais 2 | Finalmente 18 | Giovanni Improtta | Reino Escondido | Raça | O Homem que Ri
 

Terapia de Risco (Side Effects)

 

Em termos de picaretagem cinematográfica, Steven Soderbergh é imbatível. Não se sabe como ele ganhou uma Palma de Ouro em Cannes por seu primeiro longa, sexo, mentiras e videotape (assim mesmo, com iniciais tão minúsculas quanto o próprio filme) e, uma década depois, o Oscar de direção pelo esquematismo de Traffic. Quero dizer, Hitchcock e Kubrick morreram sem um Oscar de direção, mas Soderbergh, “autor” de bombas como Solaris, Che e A Toda Prova, tem lá o dele. Este novo rascunho é o que os boçais rotulam como “thriller psicológico”: para lidar com a ansiedade após a saída do marido da prisão, mulher passa a fazer terapia e a tomar uma medicação. Algo acontece, o ritmo se acelera e você não consegue cochilar em paz porque o som no cinema é alto demais. Melhor cochilar em casa, portanto.

Dir. Steven Soderbergh, EUA, 2013. Rooney Mara, Jude Law, Channing Tatum, Catherine Zeta-Jones. 106 min.

Confissões de um Jovem Apaixonado (Confession of a Child of the Century)

 

Adaptação de um romance de Alfred de Musset (lançado no Brasil pela Ediouro e encontrável em sebos), o filme se passa na França, na conturbada primeira metade do século 19. O protagonista é um jovem que, traído pela amante, entra em desespero. A fim de espairecer, vai passar uma temporada no campo. Ali, conhece uma viúva dez anos mais velha e se apaixona.

Dir. Sylvie Verheyde, França, Alemanha, Reino Unido, 2012. Pete Doherty, Charlotte Gainsbourg, August Diehl, Volker Bruch, Lily Cole. 120 min.

O Massacre da Serra Elétrica 3D – A Lenda Continua (Texas Chainsaw 3D)

 

O filme original, lançado em 1974 e dirigido por Tobe Hooper, é um clássico absoluto dos slasher movies, talvez o filme que lançou diversos fundamentos caros ao gênero. Além disso, era um mergulho assustador numa certa América profunda e que ainda hoje assusta, e muito. Mais até do que as sequências, remakes, revisitas e cópias que têm sido feitas ao longo dos anos. Este novo filme não chega a ser indigno em relação ao original, ainda que não seja difícil perceber a distância entre a energia empregada por Hooper e a levada burocrática empreendida por Luessenhop.

Dir. John Luessenhop, EUA, 2013. Alexandra Daddario, Dan Yeager, Scott Eastwood, Trey Songz, Shaun Sipos, James MacDonald. 92 min.

2 Mais 2 (Dos más dos)

 

Nesta comédia argentina, encontramos dois casais, amigos desde sempre. Um deles tem um filho adolescente e uma vida familiar estável; o outro, sem filhos, aproveita a vida de forma menos, digamos, ortodoxa. Este último casal proporá ao primeiro que façam swing.

Dir. Diego Kaplan, Argentina, 2012. Carla Peterson, Adrián Suar, Julieta Díaz, Juan Minujín, Alfredo Casero. 103 min.

Finalmente 18 (21 & Over)

 

Comecemos pelo título: o personagem está completando 21 anos, não 18. Como entender isso? Seria uma tentativa dos distribuidores brasileiros de infantilizar ainda mais um filme tão enamorado da molecagem cinematográfica? Não importa. Na versão dublada, tascam um “18” e o rapaz, na véspera de um exame importantíssimo, é levado por dois amigos para uma farra inesquecível.

Dir. Jon Lucas, Scott Moore, EUA, 2012. Mike Teller, Skylar Astin, Justin Chon, Sarah Wright, Jonathan Keltz, François Chau. 93 min.

Giovanni Improtta 

 

Personagem da telenovela Senhora do Destino, Giovanni Improtta tem agora um filme só para si. É o mais próximo que o cinema brasileiro chegará do inferno: humor bestialmente ruim, linguagem televisiva e imbecilidade indiscriminada. Ou seja, fará enorme sucesso.

Dir. José Wilker, Brasil, 2011. José Wilker, Andrea Beltrão, Thelmo Fernandes, André Mattos, Othon Bastos, Hugo Carvana. 100 min.

Reino Escondido (Epic)




As animações da Fox continuam comendo poeira da concorrência, talvez porque ingênuas ou caretas demais. Reino Escondido segue a cartilha do estúdio ao narrar como um exército de insetos, auxiliado por uma adolescente transportada para o seu universo, combate forças malignas. Bocejei. E vocês?

Dir.Chris Wedge, EUA, 2013. Amanda Seyfried, Josh Hutcherson, Colin Farrell, Jason Sudeikis. 102 min.

Raça


Documentário em que a luta de algumas pessoas por igualdade põe a nu a hipocrisia racial e uma das maiores falácias que existem no Brasil, a saber: a ideia de que há democracia racial por aqui. Um dos focalizados é o deputado Paulo Paim, o único negro em atividade no Congresso Nacional. O filme é dirigido por Joel Zito Araújo (do ótimo A Negação do Brasil) e Megan Mylan, norte-americana vencedora do Oscar pelo documentário Smile Pinki, em 2008.

Dir. Joel Zito Araújo, Megan Mylan, Brasil, 2012. 106 min.

O Homem que Ri (L'Homme qui Rit)




Adaptação de um romance de Victor Hugo, é a história de um rapaz que fora desfigurado em função de uma disputa entre a nobreza. A cicatriz que ostenta deixa-o sempre com o aspecto de quem está sorrindo. Por causa disso, torna-se uma atração circense. Sua companheira de palco, uma garota cega, é a única pessoa que o aceita como é.

Dir. Jean-Pierre Améris, França, República Tcheca, 2012. Marc-André Grondin, Christa Théret, Emmanuelle Seigner, Gerard Depardieu. 95 min.

Escrito por André de Leones
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 01/12/2016

Ceia de Natal da Casa Santa Luzia

Rodízio de brigadeiro