Time Out São Paulo

O Regresso: crítica do filme

Filme de Alejandro González Iñárritu é um belo exemplar da subcategoria dos westerns de inverno

Ambientado bem antes da guerra civil americana (época mais comum dos faroestes), quando ainda se usavam armas de pederneira e a França disputava territórios dos Estados Unidos, o novo filme do mexicano Alejandro González Iñárritu não poderia ser mais diferente que seu antecessor: Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) (2014). De ritmo lento e contemplativo, mas com sequências de ação de tirar o fôlego, O Regresso é um espetáculo visual da natureza selvagem, onde a lei se restringia a sobrevivência.

Quando um grupo de caçadores é atacado e quase dizimado por índios, Hugh Glass (Leonardo DiCaprio), acompanhado de seu filho com uma índia pawnee, Hawk (Forrest Goodluck), lidera o pequeno grupo de sobreviventes na fuga até um forte. Porém, ele é atacado por um urso - em uma cena impressionante! - e fica muito ferido. Impossibilitados de leva-lo morro acima, o grupo decide deixa-lo para trás com seu filho e mais dois companheiros. Um deles acaba traindo Glass, que, a beira da morte, inicia uma jornada infernal em busca de vingança.

Conhecido como um cineasta de um truque só, Iñárritu passou a se arriscar mais. E sua aposta deu certo. Mostra que seu talento não servia apenas ao tipo de narrativa que o consagrou em Amores Brutos (2000), 21 Gramas (2003) e Babel (2006), despontando como o novo queridinho da Academia. Tanto que periga vencer mais um Oscar como diretor logo após ter conquistado a estatueta com Birdman. Já o papel de DiCaprio no filme é sofrer. É até uma ironia com seu “calvário” atrás do tão esperado prêmio. Mas falando de cinema puro e simples, O Regresso é um belo exemplar da subcategoria dos westerns de inverno, coisa que Os 8 Odiados (2015), de Quentin Tarantino, não conseguiu ser.

Escrito por Rafael Argemon
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 01/12/2016

Ceia de Natal da Casa Santa Luzia

Rodízio de brigadeiro