O Homem nas Trevas: crítica do filme

Thriller de uruguaio diverte, mas cai em armadilhas 

Divulgação

Depois do sucesso do curta-metragem Ataque de Pánico! (2009) na internet, o uruguaio Fede Alvarez chamou a atenção do cineasta americano Sam Raimi, que deu sinal verde para seu novo pupilo fazer um reboot do icônico Evil Dead (1981). O resultado foi melhor do que a encomenda. Principalmente porque Alvarez fugiu das comparações com Raimi trocando o humor de seu “mestre” por uma versão bem mais hardcore. Por conta disso, era de se esperar que a parceria rendesse mais alguns frutos.

O inesperado é que O Homem nas Trevas não é um terror. Produzido por Raimi, o segundo longa de Alvarez é um thriller que funciona como Um Clarão nas Trevas (1977) ao contrário, onde o deficiente visual é o caçador, não a caça. O problema é que este não chega aos pés do filme de Terence Young, que rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz para Audrey Hepburn em um papel muito diferente do que ela costumava interpretar.

A trama se passa na decrepita e abandonada Detroit, onde três jovens acumulam dinheiro praticando roubos bem planejados a casas luxuosas para fugir para bem longe da cidade e de suas vidas miseráveis. Porém, quando eles estão prestes a realizar seu último crime, assaltando a casa de um veterano da Guerra do Iraque cego, o jogo muda. Presos dentro da casa, eles passam a ser caçados pelo homem, que de indefeso não tem nada.

Não que não seja divertido, mas O Homem nas Trevas carrega um pouco a mão nos clichês do gênero e traz embutido em seu roteiro uma mensagem sobre Deus (ou a não existência Dele) surpreendentemente tacanha, conservadora e até carola. Além disso, todo o clima niilista que permeia a trama é deturpado em favor de um happy ending que quer se passar por sombrio, mas que não deve nada a uma comédia romântica qualquer. Algo que Alvarez poderia ter evitado se tivesse seguido o caminho de seu mestre Raimi no gênero: o excelente e hoje esquecido Um Plano Simples (1998).

Escrito por Rafael Argemon
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.