Time Out São Paulo

Os filmes da semana – 22/09/2016

Aproveite as estreias de cinema da semana com as nossas sinopses comentadas 

Tirando o excelente O Silêncio do Céu, terceiro filme do cineasta paulistano Marco Dutra, a semana está bem pobre de opções. Se o caso for levar as crianças no cinema, a animação Cegonhas - A História que não te Contaram até vale a pena, mas é um programa mais focado nos pequenos. Todo o resto segue a linha de mediocridade da refilmagem do western Sete Homens e um Destino, que, por sua vez, já era uma versão do clássico japonês Os Sete Samurais. Ou seja, na dúvida, opte por O Silêncio do Céu sem pestanejar.

Cegonhas - A História que não te Contaram  |  Charlote SP O Silêncio do Céu O Homem que viu o Infinito Lembranças de um amor Eterno O Vale do Amor Tô Ryca Sete Homens e um Destino

  

Cegonhas - A História que não te Contaram (Storks)

Partindo do ponto do que os bebês chegam ao mundo trazidos por cegonhas, a animação mostra a estrutura complexa por trás desse pesadelo logístico, onde as cegonhas enfrenta muitas dificuldades para coordenar todas as entregas nos horários e locais certos.

Dir. Nicholas Stoller e Doug Sweetland, EUA, 2016. Andy Samberg, Kelsey Grammer. 89 min.

Charlote SP

Após muitos anos vivendo em Londres, a modelo brasileira Charlote decide voltar a São Paulo em busca de um reencontro com suas memórias. Na capital paulista ela se aproxima de Marcelo Scorcesar, cineasta que a ajuda a redescobrir a cidade.

Dir. Frank Mora, Brasil, 2016. Fernanda Coutinho, Guilherme Leal, Fernão Lacerda. 118 min.

O Silêncio do Céu (Era el cielo)


Em uma tarde qualquer, Diana é estuprada por dois homens em sua casa. Seu marido Mario volta mais cedo do trabalho e acaba presenciando o crime, mas petrificado de medo, acaba não fazendo nada para impedir. Envergonhada, ela não conta a ninguém o que aconteceu e sofre as consequências do trauma calada. Cheio de culpa, ele não diz nada para sua esposa e vai atrás de seus agressores em busca de vingança.

Dir. Marco Dutra, Brasil, 2016. Leonardo Sbaraglia, Carolina Dieckmann, Chino Darín. 102 min.

Leia nossa crítica do filme O Silêncio do Céu

O Homem que viu o Infinito (The man who knew infinity)


Em 1913, Ramanujan, um gênio da matemática autodidata da Índia viaja ao Colégio Trinity, na Universidade de Cambridge, onde ele se aproxima do seu mentor, o excêntrico professor GH Hardy.

Dir. Matt Brown, Reino Unido, 2016. Dev Patel, Jeremy Irons, Toby Jones. 109 min.

Lembranças de um amor Eterno (La Corrispondenza)


Quando o professor Edward se recusa a encontrar sua namorada, a estudante universitária e dublê Amy em um dia qualquer, ela acaba descobrindo um triste segredo de seu amado.

Dir. Giuseppe Tornatore, Itália, 2016. Jeremy Irons, Olga Kurylenko, Shauna Macdonald. 116 min.
 

O Vale do Amor (The Valley of Love)


Após o recente suicídio de seu filho, Isabelle e Gérard recebem uma curiosa carta do falecido pedindo para encontrá-los no Vale da Morte, nos Estados Unidos. Intrigados, eles deixam as diferenças de lado partem para o local.

Dir. Guillaume Nicloux, França, 2016. Isabelle Huppert, Gérard Depardieu, Dan Warner. 93 min.

Tô Ryca


Para conseguir uma herança milionária, Selminha deve cumprir um desafio lançado por seu tio: gastar 30 milhões de reais em 30 dias, sem acumular nada e nem contar para ninguém.

Dir. Pedro Antônio, Brasil, 2015. Samantha Schmutz, Marcelo Adnet, Marcus Majella. 110 min.

Sete Homens e um Destino (The Magnificient Seven)


Refilmagem do clássico western Sete Homens e um Destino (1960), que por sua vez é uma versão do japonês Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa, o filme conta a história de um grupo de pistoleiros contratados por uma pobre vilarejo para protege-los de bandidos que os saqueiam constantemente.

Dir. Antoine Fuqua, EUA, 2015. Denzel Washington, Haley Bennett, Chris Pratt. 132 min.

Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 01/12/2016

Ceia de Natal da Casa Santa Luzia

Rodízio de brigadeiro