Time Out São Paulo

Os filmes da semana – 01/12/2016

Aproveite as estreias de cinema da semana com as nossas sinopses comentadas.

Quem pretende ir aos cinemas atrás de um filme bem pipoca, não achará nada de bom entre as estreias. Único blockbuster da lista, Anjos da Noite – Guerras de Sangue é péssimo e não serve nem para divertir. As melhores opções da semana são o grego Mundos Opostos, o belga A Economia do Amor, o italiano Sangue do meu Sangue e Viva, representante de Cuba no próximo Oscar – mesmo sendo uma coprodução com a Irlanda dirigida por um diretor irlandês. Entre os brasileiros, o sensível O Filho Eterno não chega a empolgar, mas é um bom drama. Já a comédia O Último Virgem é tão ruim que tem tudo para ser o pior filme nacional de 2016.

O Último Virgem  |  Mundos Opostos A Economia do Amor O Filho Eterno Sangue do meu Sangue Viva Anjos da Noite – Guerras de Sangue Ninguém Deseja a Noite

  

O Último Virgem

O tímido Dudu está no último ano do Ensino Médio e ainda é virgem. Situação que o faz ser alvo constante de piadas de seus amigos Escova, Borges e Gonzo. Com problemas de notas ainda no final do ano letivo, ele é convidado pela professora Débora para aulas particulares. O convite faz com que Dudu e seus amigos acreditem que ela esteja dando em cima do garoto.

Dir. Rilson Baco e Felipe Bretas, Brasil, 2014. Guilherme Prates, Bianca Arantes, Fiorella Mattheis. 82 min.

Mundos Opostos (Enas allos cosmos)

O filme conta três histórias de três gerações diferentes em meio a terrível crise financeira e social da Grécia. A universitária Daphne é salva de um estupro pelo imigrante ilegal sírio Farris. O executivo Giorgios encara a falência da empresa em que trabalha ao mesmo tempo em que se envolve com uma consultora estrangeira. Já o historiador americano Sebastian tenta se comunicar com uma senhora grega no mercado.

Dir. Christoforos Papakaliatis, Grécia, 2016. Andrea Osvart, Maria Kavogianni, J. K. Simmons. 135 min.

A Economia do Amor (L'Économie du couple)


Casados há 15 anos e pais de duas gêmeas, Boris e Marie decidem se divorciar, mas os dois passam por dificuldades financeiras. Sem conseguir chegar a um acordo sobre a partilha dos bens, a dupla decide continuar morando sob o mesmo teto, mesmo com a crescente crise no relacionamento dos dois.

Dir. Joachim Lafosse, Bélgica/França, 2016. Bérénice Bejo, Cédric Kahn. 101 min.

O Filho Eterno


Ansiosos e felizes com a chegada de seu primeiro filho, na década de 1980, o casal Roberto e Cláudia logo têm seu sonho transformado em pesadelo quando recebem a notícia que o bebê é portador da Síndrome de Down. Insatisfação, culpa e vergonha tomam conta do pai, enquanto a mãe tenta de todas as formas possíveis educar o filho para que ele seja independente.

Dir. Paulo Machline, Brasil, 2016. Marcos Veras, Débora Falabella, Pedro Vinícius. 90 min.

Sangue do meu Sangue (Sangue del mio sangue)


Federico é confundido com seu irmão gêmeo padre e é seduzido pela freira Benedetta, que acaba condenada a ser murada viva. Anos depois, um outro homem chamado Federico retorna à construção onde tudo aconteceu e descobre que um estranho conde ainda vive lá, mas só aparece à noite.

Dir. Marco Bellocchio, Itália/França/Suíça, 2015. Roberto Herlitzka, Piergiorgio Bellocchio Jr., Alba Rohrwacher. 107 min.
 

Viva


Ainda confuso com sua identidade, o jovem cubano Jesus, de 18 anos, trabalha como maquiador em um clube de drag queens de Havana, mas sonha em ser um performer. Quando finalmente tem a chance de subir no palco, ele é agredido pelo pai, Angel, um ex-boxeador ausente da sua vida por 15 anos após ter sido preso. Em meio a esse conflito, eles lutam para entender um ao outro.

Dir. Paddy Breathnach, Cuba/Irlanda, 2015. Hector Medina Valdez, Jorge Perugorría, Luiz Alberto Garcia. 100 min.

Anjos da Noite – Guerras de Sangue (Underworld - Blood wars)


A vampira Selene terá de usar sua influência entre vampiros e lobisomens para negociar um cessar fogo na eterna guerra entre os clãs rivais.

Dir. Anna Foerster, EUA, 2015. Theo James, Kate Beckinsale, Bradley James. 92 min.

Ninguém Deseja a Noite (Nadie quiere la noche)


No começo do século XX, Josephine Peary viaja ao Polo Norte em busca de seu marido aventureiro. Chegando lá, ela conhece o esquimó Allaka, experiência que faz ela mudar totalmente sua visão do mundo.

Dir. Isabel Coixet, Espanha/França/Bulgária, 2016. Juliette Binoche, Rinko Kikuchi, Gabriel Byrne. 104 min.

Escrito por Rafael Argemon
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 10/08/2017

Dia dos Pais 2017

Os filmes da semana – 02/08/2017