Time Out São Paulo

Os filmes da semana – 12/01/2017

Aproveite as estreias de cinema da semana com as nossas sinopses comentadas.

O circuito não traz muitas estreias na segunda semana de 2017. Entre as poucas opções, destaque para o relançamento de um grande cult da ficção científica, O Homem que caiu na Terra, filme estrelado por David Bowie, morto no começo do ano passado e que completaria 70 anos no dia 8 de janeiro; e o coreano A Criada, novo filme de Chan-wook Park, cineasta que dirigiu um dos grandes sucessos do começo do século XXI: Old Boy (2003).

Assassin's Creed  |  O Homem que caiu na Terra Eu fico loko A Criada Assim que abro meus Olhos

  

Assassin's Creed

Descendente de um dos membros da Ordem dos Assassinos, Callum Lynch revive, via memória genética, as aventuras de seu ancestral Aguilar, contra os Templários na Espanha do século XV.

Dir. de Justin Kurzel, EUA, 2016. Michael Fassbender, Marion Cotillard, Jeremy Irons. 115 min.


O Homem que caiu na Terra

Em busca de água para salvar seu planeta, um alienígena – que aqui passa a se chamar Thomas Jerome Newton – acaba chegando a Terra. Disfarçado de empresário, ele faz uso de tecnologias avançadas para conseguir o dinheiro necessário para a construção da nave que o levará de volta para casa, mas acaba preso ao mundo predatório da economia terráquea, além de sucumbir às tentações de nosso planeta.

Dir. Nicolas Roeg, EUA/Reino Unido, 1976. David Bowie, Buck Henry, Candy Clark. 139 min.

Eu fico loko


O adolescente Christian não é popular em sua escola, além de passar por alguns perrengues em sua casa. Enquanto sofre bullying dos colegas e busca a sua própria identidade, ele começa a gravar paródias de filmes e passa a postá-las no YouTube, tornando-se um dos youtubers mais conhecidos do Brasil.

Dir. Bruno Garotti, Brasil, 2016. Christian Figueiredo, Alessandra Negrini, Marcello Airoldi. 93 min.

A Criada (The Handmaiden)


Na década de 1930, durante a ocupação japonesa na Coreia, a jovem Sookee (Kim Tae-ri) é contratada para trabalhar na mansão de uma rica e frágil herdeira nipônica, Hideko (Kim Min-Hee), que vive junto com seu autoritário e misterioso tio. Mas Sookee não é o que aparenta ser. Ela é, na verdade, comparsa de um vigarista que pretende conquistar o coração de Hideko. No entanto, as coisas começam a mudar quando Sookee cai de amores por sua patroa e descobre o que realmente acontece naquela casa.

Dir. Chan-wook Park, Coreia do Sul, 2016. Min-hee Kim, Kim Tae-ri, Jung-woo Ha. 144 min.

Leia nossa crítica do filme A Criada

Assim que abro meus Olhos (A peine j'ouvre les yeux)


Alguns meses antes da Revolução de Jasmim, no verão de 2010 em Túnis, Tunísia, Farah, uma garota de 18 anos, se junta a uma banda de rock politizada e descobre o álcool, o amor e os protestos. Indo contra a vontade da mãe, Hayet, ela mergulha cada vez mais nesse mundo, sem suspeitar do perigo de um regime político que a observa e se infiltra na sua privacidade.

Dir. Leyla Bouzid, Tunísia/França/Bélgica/EUA, 2016. Baya Medhaffer, Ghalia Benali, Montassar Ayari. 102 min.

Escrito por Rafael Argemon
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 12/10/2017

Os filmes da semana – 05/10/2017

Blade Runner 2049: crítica do filme