Time Out São Paulo

Alien: Convenant - crítica do filme

Novo filme da franquia é divertido, mas extremamente previsível.

Não é de hoje que a produção hollywoodiana passa por uma profunda crise de criatividade. Em tempos de franquias com intermináveis sequências, Alien: Convenant não traz nada de novo aos fãs da série. Será mesmo isso que o público quer? O quê podemos encontrar nessa sequência direta do irregular Prometheus (2012) que já não vimos em Alien: O Oitavo Passageiro, do longínquo ano de 1977?

Dez anos após os eventos de Prometheus, em 2104, a nave colonizadora Covenant tem o objetivo chegar ao planeta Origae-6. Um acidente antes de chegar ao seu destino faz com que Walter (Michael Fassbender), o androide a bordo da espaçonave, seja obrigado a despertar os 17 tripulantes da missão. Logo Oram (Billy Crudup) precisa assumir o posto de capitão devido um acidente ocorrido no momento em que todos são despertos. Em meio aos necessários consertos, eles descobrem que nas proximidades há um planeta desconhecido que abrigaria as condições necessárias para a vida humana. Mesmo com a objeção da tripulante Daniels (Katherine Waterston), Oram decide ir ao local para investigá-lo, considerando até mesmo a possibilidade de deixar de lado a viagem até Origae-6 e se estabelecer por lá mesmo. Só que ao chegar, eles rapidamente descobrem que o planeta abriga uma ameaça mortal.

Terceiro filme da franquia dirigido por Ridley Scott, Alien: Convenant serve apenas para amarrar pontas soltas da trama que chegará até a saga da tenente Ripley. É divertido? Certamente. Mas não acrescenta absolutamente nada de original ao universo Alien. Há ótimas sequências de ação – como a alucinante luta em cima de uma pequena nave de serviço – e um antagonista decente, no entanto, é um filme extremamente previsível. com toda a certeza, alguém já familiarizado com a franquia sairá do cinema com uma forte sensação de déjà vu.

Escrito por Rafael Argemon
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 17/08/2017

Os filmes da semana – 10/08/2017

Dia dos Pais 2017