Time Out São Paulo

A arte de... usar

Delicadamente marcantes, as obras de arte de Beth Turkieniez enfeitam paredes - e você

Desde o mês passado, a Galeria Ímpar exibe um pequeno recorte da obra multifacetada da artista plástica gaúcha Beth Turkieniez na mostra Volantes. Estão ali 30 trabalhos originais, cuidadosamente selecionados, que mostram a imaginação sem limites de Beth – entre pinturas, esculturas, fotogravuras e fotografias como as da série Janela Discreta, que registra cenas do cotidiano flagradas por ela da janela de sua casa, no coração da cidade de São Paulo.

A cadeira em ferro fundido, requintada na forma e rústica no uso do material, é um exemplo da delicadeza cheia de personalidade que a artista carrega consigo – um item que está disponível para compra (por R$ 25 mil), entre outras que valem a partir de R$ 400. A mostra, com curadoria de Mario Gioia, vai só até o dia 11/11, mas você pode apreciar toda a virtuosidade da artista a qualquer momento do ano na loja Debora Quer, da consultora de moda Debora Gelman.

Instalada em um pequeno sobrado nos Jardins, a loja abriga acessórios exclusivos de uma constelação de 30 designers selecionados a dedo por sua experiente dona – entre eles, nossa Beth Turkieniez. Por lá, colares, anéis, broches, pulseiras, brincos e xales são as obras de arte.

Beth trabalhou com uma fusão de materiais nobres, como bronze, prata, ouro e pedras semipreciosas, além de muitas pérolas – pelas quais ela confessa nutrir um carinho especial –, e matérias-primas inusitadas e tipicamente brasileiras, como caroços de maracujá e grãos de feijão. O resultado são peças que agradam tanto a donos de galeria de arte como a maridos à procura do presente de aniversário de casamento perfeito.

Na loja, os valores das peças custam entre R$ 150  e  R$ 1.600 reais, dependendo do material utilizado. Parte da produção também apresenta a dureza típica dos metais e das pedras lapidadas, mas há também o contraponto de delicados colares com flores de seda pura, por exemplo, que podem ser adquiridos por R$ 300. A seda, por sinal, ilustra o processo híbrido através do qual Beth cria suas peças – sejam obras de galeria ou de boutique. O tecido tingido que rende flores ao colar pode servir, por exemplo, como estudo de cores para pinturas e outros trabalhos fora da joalheria. Não é surpresa descobrir que, para Beth, suas joias são uma extensão de seu trabalho como artista plástica e escultora. Cada peça, que leva entre quatro e sete dias para ficar pronta, é uma pequena escultura em si – são, como Debora Gelman as descreve, peças de arte usáveis.

Galeria Ímpar – Beth Turkieniez – Volantes  R. Mourato Coelho, 1.017, Vila Madalena, 11 2645-4480. Seg. a sex., 10h -19h. Até 11/11. galeriaimpar.com.br. Debora Quer R. Haddock Lobo, 937, Jd. Paulista, 11 3086-3466. deboraquer.com.br

 

Escrito por Thiago Perin
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 01/12/2016

Ceia de Natal da Casa Santa Luzia

Rodízio de brigadeiro