Batendo pernas

Vinte lojas de rua, em cinco regiões diferentes, para você desestressar, se inspirar e comprar enquanto caminha

Divulgação
Vitrine da loja Uncle K

Jardins / Itaim Bibi / V. Madalena / Moema e V. Mariana


Sair às compras deve ser tudo, menos uma experiência estressante. Mas qual é a receita para que, na principal temporada de compras do ano, isto seja possível? Regra número 1: vá a pé. Use este instrumento de locomoção que a sábia natureza desenvolveu e aproveite para deixar o carro em casa e queimar algumas calorias na companhia de alguém que aprecie a cidade. Se caminhada não for sua modalidade preferida – e se o espaço do porta-malas for essencial na volta –, vá prevenida: reserve ao menos duas notas de dez reais para deixar seu carro em um estacionamento. De preferência, escolha os que ficam nas extremidades do burburinho, assim você evita dores de cabeça com fila de carros nas mãos de manobristas e passeia pelo quarteirão tranquila. Agora, escolha uma das cinco regiões com os centros de compra mais charmosos da cidade, e divirta-se!

 


 

Jardins

Fazer compras nesta região tem suas vantagens- e algumas desvantagens, fato. É muito provável que você encontre vestidos de algodão superfaturados, sapatos de couro com a inflação de 1980 e quinquilharias a preço de ouro, que valeriam três vezes menos se compradas na 25 de março. Mas com um olhar atento e algum desprendimento material, é possível sair dali com presentes de altíssima qualidade ao custo de até R$ 200, ou de itens criativos por mínimos R$ 18. Ainda assim, é uma região para se inspirar nas butiques de nossos principais estilistas, flanar pelas ruas arborizadas e fazer paradas estratégicas para recarregar as energias nos charmosos cafés. Siga nosso mapa do tesouro.


Mercadinho Chic

A esse mercado ninguém se importa de ir. Logo na entrada da feira permanente de moda e desing, prove os turbantes Adriana Monaco (R$ 50), de modelos prontos e práticos, destaques nesta estação. Mas verifique se o tecido é escorregadio, ou nenhum grampo o manterá no lugar. Um pouco mais à frente, perca-se entre as carteiras Dafna Edery, modernas e práticas. As menores (R$ 50), para guardar apenas cartão e dinheiro, são boas para quem gosta de carregar bolsas que não pareçam uma caixa de ferramentas, de tão pesadas. Alguns passos a mais e já é possível avistar desde vestidos de festa a sabonetes em formato de doce. Tudo a preços que não deixam esquecer que se está na Oscar Freire. Na saída, escolha um dos divertidos isqueiros ou uma caixa de fósforos (isso mesmo!) da Babylon. R. Oscar Freire, 720, Jardins. www.mercadinhochic.com.br

Anunciação
Difícil não imaginar uma festa ou um dia inspirado de trabalho para usar cada peça desta grife goiana. As estampas da designer colombiana Catalina Estrada encantam. Os vestidos deixariam qualquer uma de bom humor no verão, mas os casacos também esquentariam (em todos os sentidos) os dias frios de inverno (ou de primavera na cidade de clima instável). A fachada cor-de-rosa chama a atenção e uma trilha sonora delicada sai de duas caixas de som instaladas para fora da rua. Na vitrine, carpas nadam em um minilago no nível do chão. Inspire-se no visual das vendedoras descoladas, mas prepare o bolso: as peças da estação não saem por menos de R$ 600. Um bazar no segundo piso expõe as coleções passadas, um pouco mais baratas, mas não menos do que R$ 400. Nós pagaríamos. R. Oscar Freire, 540, Jardins, 11 3085-7883. anunciacao.com

Mulher Elástica
A primeira impressão é de que se trata de uma loja futurista de roupas de ginástica. Seria simplificar demais: as peças bem-estruturadas de pegada fashion da década de 1980, podem ser usadas em qualquer balada. A marca garante que os tecidos são inteligentes, capazes de melhorar a performance durante a atividade física. É verdade que nos importamos com isso, mas adoramos combinar leggings que lembram os modelos American Apparel, mas sem pagar os altos preços da marca americana. Uma delas é a florida Gel Estampada Kiss Flower Preta. Dá para malhar ou usar no dia a dia (R$ 169). R. Melo Alves, 381, Jardins, 11 3060-8263. mulherelastica.com.br

Ducha
Você vai mudar sua concepção de banho nesta loja de cosméticos e acessórios para uma das horas mais relaxantes do dia. Impossível não se divertir com a touca com chifres do capeta (R$ 39). As crianças vão adorar a bucha de hambúrguer ou as que imitam pedaços de bolo. Se quiser deixar até o banheiro no clima natalino, a bucha em formato de árvore de Natal é uma ótima. Para os mais sérios, há sabonetes líquidos, em barra e esfoliantes, de fragrâncias que variam do chocolate à lima. R. Augusta, 2.725, Jardins, 11 3086-3226. duchacosmeticos.com.br


Granado

Nesta ‘farmácia de antigamente’, a grife carioca de cosméticos e produtos de banho vem tirando (bom) proveito do valor que o vintage tem. O lugar é pequeno, mas de um aconchego duplo: a vitrine de armário medicinal do século passado está repleta de sabonetes, cremes, velas que custam pouco e servem como opção de presente do tipo ‘produto bem brasileiro’. Entre os mais vendidos estão a manteiga emoliente da Linha Pink (R$ 16) e o difusor vintage ‘Um Sonho’ (R$ 57,60). Há também pacotes prontos para presente, como o Kit Barbearia Retrô (R$ 67), para homens. R. Haddock Lobo, 1.353 (esquina com Al. Lorena), 3061-0891. www.granado.com.br

 


 

Vila Madalena

Esta é a região das compras alternativas. Ou indie, como preferir. O desafio, aqui, é caminhar pelas ladeiras que sobem e descem sem piedade. Mas o esforço vale muito. Estilistas talentosos, em fase inicial de empreendedorismo, escolhem o bairro que, no passado, foi habitado por artistas vaguardistas e hippies virtuoses. Com o tempo, a valorização de produtos exclusivos elevou os preços e, agora, é mais difícil encontrar pechinchas. Mas em um bairro aberto a novos talentos, vá lá, é preciso investimento. No saldo geral, você não vai se arrepender e ainda sairá com a sensação de que está levando arte para casa.

Calu Fontes
Os delicados desenhos e decalques de Calu Fontes em peças em cerâmicas têm feito sucesso em decorações feitas com azulejos em alguns estabelecimentos pela cidade, como nos banheiros do café-bistrô Lady Fina (R. Loefgreen, 2.481, Vila Mariana, 2359-2080). Não à toa, lindos pássaros pontilhados com flores dão vida a vasos, moringas, saladeiras, bules, xícaras e outros objetos utilitários, com preços que começam em R$ 25 (azulejo de 15cm x 15cm) a R$ 3.000 (vaso de 1m de altura). Suas colagens misturam mandalas ‘rendadas’ a desenhos de musas dos anos 1920 e imagens orientais. Ótimo para presentes que fazem a diferença. R. Luiz Anhaia, 91, Vila Madalena, 11 3034-0352. calufontes.com.br


Juliana Bicudo

As paredes de tijolo brancas são coloridas pela bancada amarela repleta de sapatos de inspiração retrô ultrafemininos, como sandálias rasteiras (R$ 389) e de salto (R$ 499). Inspirada pela paixão por sapatos da mãe, não demorou muito para que a Juliana, arquiteta e urbanista, migrasse para o design de moda para os pés. Feitos de couro e de acabamento impecável, os sapatos são mais do tipo para mostrar do que para andar. Ainda assim, valem cada centavo. R. Girassol, 170, Vila Madalena, 11 3031-7802. julianabicudo.com.br

Avatim Cheiros da Terra
As vantagens de comprar nesta loja com fábrica-base em Ilhéus, na Bahia, são ao menos três: variedade, inventividade e preço. Se até para quem sabe comprar presente há o momento da dúvida, aqui você encontra opções genéricas que não o deixarão de mãos abanando no Natal. Velas, sabonetes, águas de cheiro para roupas e aromas, muitos aromas para ambiente são a especialidade da casa. O perfume para interiores no sabor ‘patchouli’ (R$ 33, 200ml) dura ao menos três horas, e a vela perfumada cravo e canela (R$ 23, 100g) revela a cidade do aclamado romance de Jorge Amado. R. Aspicuelta, 228, Vila Madalena, 11 3023-5612. avatim.com.br

Flavia Aranha
Estilo marcante e sofisticação despretensiosa são marcas das criações da estilista Flavia Aranha, que resolveu seguir o caminho das pedras com uma bandeira sustentável, ao menos no que diz respeito a um dos fatores mais poluentes da indústria têxtil, o tingimento. Com peças em algodão orgânico (R$ 189, a regata; R$ 359, a saia longa), de cortes simples, minimalistas e, por vezes, geométricas, são finalizadas com a beleza em tons pastel vindos direto da natureza. Uma peça pode custar muito – tanto por parte da criação como do seu bolso –, mas a experiência de usar um modelo livre de tóxicos e cheios de personalidade não tem preço. R. Harmonia, 234, Vila Madalena, 11 3031-1703. www.flaviaaranha.com.br

Lê Sacs
A casa onde Helena Buon instalou seu mundo particular já vale a ida: um minicaminho de pedrinhas leva até a entrada deste lugar arejado, ‘decorado’ com bolsas de todos os tipos e tamanhos, que formam um espaço onde você quer estar. Em três pontos do chão, sapatilhas e sapatos desenhados para quem quer desfilar um modelo único e, em alguns cantos, objetos de decoração feitos em couro, matéria-prima de todas as peças da loja. Os preços não são baratos, mas justos, dada a qualidade do acabamento e material em que são confeccionados. R. Harmonia, 223, Vila Madalena, 3034-2454. lesacs.com.br

 


 

Itaim Bibi

O bairro que fica entre as grandes avenidas Cidade Jardim, Santo Amaro e Nove de Julho une em uma só região escritórios, centros comerciais, vida noturna, bons restaurantes e prédios residenciais. Entre suas muitas ruazinhas, há achados surpreendentes, mas tudo pode acontecer na Rua João Cachoeira, uma espécie de zona de compra confortável para quem não tem paciência de seguir até o Bom Retiro, nossa babel dos preços baixos. Mais low profile que os Jardins, aqui sua experiência de compra pode ficar à altura do bairro vizinho, podendo (ou não) sair um pouco mais barato. Experimente!


Cinerama

Comprar coisas para a casa pode deixar de ser enfadonho no momento em que você pisar nesta loja especializada. Tradicional loja de tecidos, tapeçarias, cama, mesa e banho, as colchas de matelassê deixam qualquer quarto mais alegre (R$ 333, king size). Se apreciar o estilo indiano, vai gostar do espaço reservado só para ele. Repare ainda nos futons, que custam entre R$ 87 e R$ 101. R. João Cachoeira, 432, Itaim Bibi, 11 3168-5455. www.cinerama.com.br

 

Camelô
Não é preciso muito para descobrir que nesta loja tudo pode ser útil e inútil ao mesmo tempo: há coisinhas para casa, bolsas e até mochilas para levar ao supermercado. O nome é apenas uma desculpa. Ali, nada tem a ver com as quinquilharias espalhadas pelas bancas ilegais da cidade. Os preços também confirmam isto. A dupla de xícaras de café para o vovô e a vovó custa R$ 45, um preço possível, mas superfaturado, embora um ótimo presente para eles no Natal. Outra boa escolha para casa é o cesto de roupa suja colorido, de pano, que enfeita qualquer banheiro ou área de serviço (R$ 120). Na saída, invista em um kit ‘Xô Urucubaca’, com sabonete de sal grosso e um potinho com o produto (R$ 45).
R. Manoel Guedes, 281, Itaim Bibi, 11 3079-7175.

Maryah Nazareth
Ainda ‘cheirando à tinta’, este espaço aberto na segunda quinzena de novembro é o novo projeto alternativo, por assim dizer, da grife multimarcas Lua Nova, já conhecida no bairro. Maryah Nazareth foi a maneira encontrada para homenagear a avós da estilista Fernanda Alvarenga, mentora da nova marca, cujas estampas se destacam. Instalada em uma galeria na agitada rua do Itaim, a loja atende à mulher acostumada a comprar na Vila Madalena sem precisar ir até lá, diz a gerente Francis. É só testar. R. João Cachoeira, 485, loja 8, Itaim Bibi, 3071-1765.

Shirtstock
Há dois anos no mercado de camisaria masculinas, a loja também vende o que qualquer uma do tipo tem: ternos, gravatas e camisas, muitas delas. Neste quesito, ela é focada e muito ordeira, apresentando quatro tipos de modelagem – tradicional, slim, fit e superfit – em 100% algodão com número de fios à sua escolha. Espertinha, a loja não deixa as mulheres de fora, com modelos que acompanham qualquer terninho, sem contar camisões (R$ 189) que podem servir bem como opções de vestido. R. Iaiá, 72, Itaim Bibi, 11 3071-4185. shirtstock.com.br


Anacapri

Esta loja, testada e aprovada, é para mulheres que gostam de aliar conforto e design em um único produto. Aqui os saltos nos mostradores são mínimos: especializada em flats, a segunda marca da poderosa Arezzo quer que você ande muito sem precisar sacrificar os pés. Ponto para ela, que há pouco mais de um ano já se espalha pela cidade em cinco shoppings da cidade e dois endereços de loja de rua. Os preços são razoáveis e aliam produções em parceria com estilistas como Isabela Capeto e Dudu Bertholini, sem pesar a mão por isto. Um flat com estampa de pássaro da estilista custou R$ 100, com vinte reais a mais, você leva um modelo oxford de couro todo furadinho para o verão da marca própria. Vale muito. R. João Cachoeira, 474, Itaim Bibi, 11 3168-0000. anacapri.com.br





Moema e Vila Mariana

Os dois bairros vizinhos só não têm o destaque merecido por falta de espaço, veja bem. Moema, por exemplo, tem ruas e ruas dedicadas ao amor por sapatos das mulheres. E a Vila Mariana, mais discreta, desabrocha seu lado aparecido aos poucos. Juntamos os dois para que você tenha uma experiência única.

Uncle K
A única loja de rua desta grife de bolsas e sapatos de pegada básico-urbana fica em Moema e, que maravilha, é a sua versão ‘off’. A loja também vende coleções atuais, mas é no compartimento dos fundos que um mundo de possibilidades se apresenta com modelos de coleções prévias – que nunca ficam ultrapassadas pela própria característica da marca. Com opções em nylon, couro, tecido ou palha (e preços entre R$ 199 e R$ 399), as bolsas servem para qualquer tipo de mulher, da básica à fashionista, e os sapatos têm um leve toque de design. A rua onde está instalada é uma das mais charmosas do bairro. Aproveite para caminhar por ali sem compromisso. R. Normandia, 13, Moema, 11 5531-3429. unclek.com.br

 

Shoestock
Indicar o bairro e não mencionar esta loja é praticamente uma desfeita. Há anos ela traz para sua filial de Moema milhares de mulheres de todos os tipos que encontram ali algum modelo que invariavelmente será levado para casa. Por isso, se você estiver apenas acompanhando uma amiga até lá, fique esperta: você não vai resistir. Os preços médios variam entre R$ 69,90 e R$ 189,90, sem contar as promoções. Em épocas festivas, especialmente em fim de ano, ela fica praticamente intransitável. Talvez você possa optar pela loja mais nova na Vila Olímpia, um pouco mais vazia. Mas até isso pode servir como uma autêntica experiência de Natal: quem não se lembra da imagem do ator Jerry Lewis sendo engolido pela horda de mulheres enlouquecidas na loja de departamentos? É parecido. R. Gaivota, 1.188, Moema, 5044-4513. R. Dr. Cardoso de Melo, 1.200, Vila Olímpia, 3045-1200. www.shoestock.com.br

Sun Cover

A loja especializada em roupas e acessórios com Fator de Proteção Ultravioleta (FPU) 50+ é a pedida para o verão 2012. Com certificação australiana, que garante o reconhecimento da eficácia deste produto brasileiro, bonés (R$ 52 e R$ 67), chapéus, camisetas (R$ 103, a masculina), calças e roupas na versão kids – todas com design mais esportivo –, impedem que até 98% dos raios solares afetem a pele. No mínimo, curioso. R. Juriti, 648, Moema, 11 4508-0589. suncover.com.br

Tony Jr Vintage Deluxe
O estilista Tony Jr escolheu um sobradinho na Vila Mariana para apresentar coleções próprias e garimpos feitos por aí, com peças Dior ou Yves Saint Laurent. Você escolhe entre o ‘novo’, concebido pelo estilista, e o que é usado, mas sempre mantendo o estilo vintage da loja-brechó. As coleções de Tony são lançadas a cada seis meses para o público masculino e feminino, mas todos os dias ele recebe novidades para revender. Há também móveis de mesma pegada, como uma cadeira dos anos 60, do designer finlandês Eero Saarinen (R$ 450). R. Humberto I ,999, Vila Mariana, 11 2574-1337. tonyjr.com.br
 

Escrito por Evelin Fomin e Maria Eugênia Gonçalves
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.