Time Out São Paulo

Lojas vão do virtual para o real

Marcas de e-commerce estão abrindo lojas e showrooms em São Paulo  


Comprar sem sair do sofá está se tornando um hábito cada vez mais comum no Brasil, onde brotam sites de e-commerce. Possibilitando o corte de aluguéis e custos altos demais para marcas empreendedoras e designers em ascensão, as lojas online também são o paraíso dos viciados em compras, que podem ter sua dose diária de consumo antes mesmo de se vestirem de manhã. Dafiti.com.br para moda, netshoes.com.br para tênis e acessórios esportivos, e livo.com.br para óculos de grife são apenas alguns dos grandes sucessos lançados nos últimos anos na internet. Mas uma porção de novas marcas segue na contramão, fazendo a transição de online para offline ao ocuparem espaços físicos, sejam eles showrooms ou lojas.

Storvo

Um desses sites é o Storvo, que começou na internet como blog, comandado por um grupo de amigos que desenhava, estampava e vendia camisetas descoladas a amigos e amigos de amigos. Isso foi sete anos atrás, e o que era pura diversão ganhou fôlego, levando a Storvo a abrir uma loja própria na Rua Augusta em maio de 2011, com planos em andamento para se mudar para um lugar maior (R. Aspicuelta, 300, V. Madalena) no começo de julho.

Renato Guidolin, o mentor da grife, diz que o motivo para montar uma loja era ter uma fonte de renda mais segura. “O número de visitantes no site sobe e desce, enquanto as vendas na loja são mais estáveis.”

Divulgação
Há apenas uma centena de cada modelo das camisetas da grife Storvo.








 

 Cartel 011, Guadalupe Store e King Cap

As camisetas também são vendidas na moderna galeria/loja/salão de beleza Cartel 011 (Rua Artur de Azevedo, 517, Jardim Paulista, 3081-4171, cartel011.com.br), na loja de streetwear Guadalupe Store (Rua Três Rios, 126, Bom Retiro, 3229-0020, facebook.com/Guadalupestoresp) e na King Cap (Rua Fidalga, 23, Vila Madalena, 3569-7940, facebook.com: King Cap Sp), ao lado de tintas spray e outros acessórios de arte urbana. As camisetas custam a partir de R$59, e os bonés, a partir de R$99; se você gostar de uma estampa, corra para comprar – eles só produzem cem peças de cada modelo.
 

Leite-com

Assim como a Storvo, a Leite-com (Avenida Pedroso de Morais 785, Pinheiros, 3459-2781, leite-com.com.br) também começou como um blog em 2011. Juliana Rosa havia se mudado para um apartamento de paredes brancas (daí o nome) – a tela em branco que a inspirou para criar, juntamente com o sócio Wil Júnior, uma linha de acessórios coloridos e baratos para a casa, feitos para animar os apartamentos dos moradores da cidade grande.

A primeira coleção foi criada com a ajuda dos seguidores do site, convidados a votar nos bairros de São Paulo que queriam ver representados em produtos como capas de almofada (a partir de R$ 89), canecas (R$ 34) e sacolas reutilizáveis (R$ 69). “Queríamos produtos que nos lembrassem que amamos e temos orgulho de morar nessa metrópole tão maluca e fascinante”, diz Rosa. O resultado inclui uma série de gravuras representando o Centro em estilo art déco (a partir de R$ 89, sem moldura) e uma ilustração singular de Pinheiros, presente em pôsteres, canecas e sacolas.

Diagramação
Os bairros de São Paulo são o tema da primeira coleção da Leite-com



















Expandindo seus horizontes e criando uma vitrine para seu trabalho, Rosa e Júnior abriram em dezembro uma charmosa e bem abastecida butique em Pinheiros, onde fãs da Leite-com agora podem, digamos assim, experimentar antes de comprar, combinando mantas de sofá com almofadas e cortinas estampadas da primeira coleção, além de peças da nova coleção, que ainda é segredo e deve ser lançada em junho.

“Muita gente ainda não sabe da nossa loja”, diz André Filippe, gerente de marketing. “Mas essa área é perfeita para marcas de design, e ter uma vitrine para nosso trabalho realmente ajudará.”
  

Beer4u

Outra recém-chegada loja à mesma região tem um nome nada criativo: Beer4u (Rua Cristovão de Burgos, 74, 3031-6599, beer4u.com.br), um espaço funcional que vende cervejas artesanais do Brasil e do exterior. Abrir um espaço físico não fazia parte do plano de negócio inicial, explica o proprietário Ériton Soares. “Lancei o site em agosto do ano passado, vendendo uma seleção de cervejas, mas pensei que, como já estávamos pagando para guardar nosso estoque mesmo, podíamos muito bem usar o espaço para vender aos clientes.”

Catherine Balston

As cervejas do site Beer4u foram para as prateleiras

Localizada convenientemente a apenas uma quadra do Metrô Vila Madalena, a loja inaugurada em abril deste ano, tem duas longas prateleiras cheias de rótulos nacionais, como Colorado, Amazon Beer e Paulistânia, ao lado de cervejas importadas como Rogue, Brew Dog e a holandesa De Molen – Lief & Leed – a mais cara da loja, que custa R$ 135,90, a garrafa de 750 ml. Geladeira, mesas e cadeiras colocadas em um canto possibilitam aos clientes experimentar as cervejas antes de comprar, pagando pelo que consumirem.
 

Oppa

Um empreendimento em escala totalmente diferente, a Oppa (oppa.com.br) é uma criação do alemão Max Reichel, que percebeu a oportunidade de vender online móveis e artigos de decoração contemporâneos desenhados e produzidos no Brasil, sem os preços exorbitantes que parecem ser prática comum entre os varejistas. Reichel arrecadou US$ 13 milhões em investimentos para sua start-up, lançada em março de 2011, e, enquanto a venda é 100% online, você pode se sentar, deitar, empurrar, puxar e cutucar os produtos no Espaço Oppa – o showroom aberto no início do ano (R. Aspicuelta, 153, V. Madalena, 2738-0555) – antes de comprá-los.

Divulgação

Teste móveis e objetos no Espaço Oppa, mas a venda ainda é online

Quando visitamos o lugar, em uma tarde de sábado, o showroom claro e espaçoso estava cheio de jovens casais e famílias a fim de paramentar seus apartamentos com peças ousadas e em cores primárias. Mas olhar e tocar é tudo o que se pode fazer. Se você quiser saber preços ou comprar alguma coisa, pegue um dos iPads e confira no site. Os sofás saem por menos de R$ 3 mil, e os acessórios para a casa custam a partir de R$ 59,90 (por exemplo, por uma almofada com estampa de bicicleta). Os atendentes também podem ajudá-lo a finalizar seu pedido no site enquanto toma um Nespresso. Gostou da xícara do café? Ora, por que não adicioná-la a seu carrinho de compras online já que está aqui?
 

Olook

Divulgação
Kombi 1968 serve como showroom do site de fast fashion Olook

 Seguindo no tema do mês, das marcas online que se estabeleceram também em espaços físicos, há o Olookmóvel – uma Kombi 1968 restaurada que virou showroom do site de fast fashion olook.com. Dentro do automóvel, você encontra sapatos, bolsas e joias de marcas como Juliana Jabour e Iódice, e peças da própria Olook, mas para comprar é preciso acessar o site. A pedida do momento são as ankle boots pretas e douradas, os sapatos Oxford e os maxicolares. Para saber se a perua vai estacionar em uma rua próxima a você, cheque olook.com.br/olookmovel ou o Instagram/olook e o Twitter/olook.

Escrito por Anna Fitzpatrick
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 01/12/2016

Ceia de Natal da Casa Santa Luzia

Rodízio de brigadeiro