Futebol: a caxirola

Resposta brasileira à vuvuzela sul-africana tem causado controvérsia e pode se transformar no mico da Copa

Divulgação


Em uma possível tentativa de abafar a indignação gerada pelos atrasos constantes e os custos inflados vinculados aos preparativos para a Copa do Mundo, o governo brasileiro – aparentemente desavisado da reação negativa que a vuvuzela, que atrapalhava as transmissões televisivas, gerou na África do Sul em 2010 – anunciou sua própria invenção sonora. A caxirola (foto), criada pelo músico Carlinhos Brown, é um instrumento de percussão que deve estrear oficialmente na Copa das Confederações da FIFA, em junho.

Felizmente desenhado para ser menos estridente que a vuvuzela, o chocalho é feito de plástico. Os brasileiros criticam a caxirola por não ter valor cultural. Em um teste feito em 28/4, no Estádio da Fonte Nova, na Bahia, caxirolas foram distribuídas aos torcedores que, em protesto ao desempenho dos times, as atiraram no gramado. Apesar do Ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, por panos quentes sobre o incidente, o chocalho ainda corre o risco de virar o mico da Copa. 

Escrito por Juan Cifrian
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.