Time Out São Paulo

Orgulho&Alegria

Festa de 15 anos da Parada LGBT de São Paulo

?Ursos corpulentos vestindo roupas de couro, unidos por cordões prateados. Meninas de camisa xadrez dando as mãos com mulheres de salto alto. Grupos de Barbies arrumadinhas e atraentes com camisetas baby-look. Drag queens e travestis e todos os tipos de bichas e sapas e michês em cima de trios elétricos imensos. São tempos de Orgulho Gay, e a comunidade – e pais, irmãos, primos e amigos heteros que a amam muito – vão tomar a Avenida Paulista para a maior festa LGBT da América Latina (na verdade, uma das maiores do mundo): a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.


A Parada, que estreou em 1996 com apenas 300 participantes, atingiu proporções épicas, chegando a mais de 3 milhões pessoas, segundo estimativas. O Guinness World Records registrou, oficialmente, 2,5 milhões de pessoas em 2006. Isso é que é orgulho.


Claro que há os críticos. Muitas pessoas – desde a ex-prefeita paulistana Marta Suplicy até a estrela transexual da TV Nany People – já criticaram o evento, dizendo ser uma orgia em que o consumo de álcool e drogas é desenfreado, que há muito tempo desviou-se do objetivo de combater a homofobia e lutar pela igualdade entre todos, independentemente da orientação sexual. Grupos cristãos também se opõem à Parada desde o começo, principalmente por acontecer em um local tão nobre.


Ainda assim, a Parada deste ano, cujo tema é "Amai-vos Uns aos Outros: Basta de Homofobia", acontece num momento em que há expectativas de que, enfim, os homossexuais receberão tratamento igualitário perante a lei. "A energia dessa Parada será forte", diz Douglas Drumond, ativista e presidente da organização LGBT Casarão Brasil. "Aos 15 anos, será como uma festa de debutante." (Ernest White) 


Aqui vai nossa seleção dos melhores eventos e festas paralelos à Parada, além de dicas para você se divertir – e se cuidar – na maior e mais gay celebração do ano.


A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo começa ao meio-dia do dia 26 de junho. 


Semana do Orgulho Gay

Os melhores eventos nos dias anteriores e posteriores à Parada, que acontece domingo, dia 26 de junho.


Sexta 17


FESTA Toy 8 Anos Edu Quintas, DJ residente da The Week do Rio, seguido pelos residentes da casa em São Paulo, João Neto e Grá Ferreira, tocam eletrônica e house. A cantora espanhola Rebeka Brown faz uma participação especial. Hotel Holiday Inn Parque Anhembi, Rua Professor Milton Rodrigues, 100, Santana (3868 9944/theweek.com.br). Meia-noite. R$70.


Quarta 22

SHOW Wanessa A diva pop Wanessa Camargo chega para animar a galera. Flex Club, Avenida Marquês de São Vicente, 1.767, Lapa (3612 4402/flexclub.com.br). 23h30. R$40.  


DEBATE Roda de Conversa sobre Lesbianidades e Etnias Representantes do movimento de igualdade racial da cidade farão sua primeira rodada de debates durante as Jornadas Lésbicas, com ativistas dos movimentos tanto de lésbicas quanto de mulheres negras. Ver ligalesbicasp.blogspot.com para informações sobre locais e horários.


TV Blackout Party As luzes se apagam, as batidas do house e de techno flutuam pelo ambiente escuro. Talvez você nunca descubra de quem era aquela mão. Sonique Bar, Rua Bela Cintra, 461, Consolação (2628 8707/soniquebar.com.br). 23h. R$20-$40.  


FESTA DJ Pagano @The Week O DJ de house britânico toca entre o garanhão paulistano Guto Bumaruf e o destaque da The Week de São Paulo, Paulo Pacheco. The Week, Rua Guaicurus, 324, Lapa (3868 9944/theweek.com.br. Meia-noite. R$50.  


OFICINA Oficina de Kraft Também parte das Jornadas Lésbicas, a oficina ensina origami e artesanato com papel.Ver ligalesbicasp.blogspot.com para informações sobre locais e horários.   


Quinta 23


FEIRA 11ª Feira Cultural LGBT Nessa feira animada, que acontece no feriado católico de Corpus Christi, você encontra moda, acessórios, arte, música, bijuterias e presentinhos. DJs e drag queens garantem a diversão. Vale do Anhangabaú, Centro. Metrô 1, Anhangabaú. 10h-22h.


FESTA Bubu Só Para Elas Para a edição especial da clássica festa feminina, grandes nomes da música eletrônica, como Ana Serroni, Dani Leslie e Rita Damasceno, mostram a que vieram nas pick-ups. Bubu Lounge, Rua dos Pinheiros, 791, Pinheiros (3081 9659/bubulounge.com.br). 23h30. R$25-$100. 


FESTA DJ Russell Small @Moinho Russell Small, que faz parte da dupla britânica Phats & Small, será seguido por Lydia Sanz, de Barcelona. Moinho Eventos, Rua Borges de Figueiredo, 510, Mooca (2698 0765/moinhoeventos.com.br). Meia-noite. R$70.  


FESTA Megga Pride 2011 Os DJs Payli Agulhari e Mauro Mozart (super sexy) tocam house tribal e progressivo, seguidos pela mistura de pop, disco e anos 1980 de André Medeiro. Megga Club, Rua Achilles Orlando Curtolo, 646, Barra Funda (3063 5519/meggaclub.com.br). 23h. R$35-$60.  


FESTA Tombo na Parada Os DJs Katylene, Chiara, Ginger Hot, Click e Gabriel Rocha revezam no rock, pop, anos 1980 e dance. Sonique Bar, Rua Bela Cintra, 461, Consolação (2628 8707/soniquebar.com.br). 23h. R$20-$40.  


Sexta 24


DEBATE Roda de Conversa sobre Saúde Lésbica Representantes do Ministério da Saúde e do Conselho Nacional de Saúde e especialistas da medicina conversam sobre a saúde lésbica. Ver ligalesbicasp.blogspot.com para informações sobre locais e horários.   


CINEMA Cinelés Esse festival provocativo é sobre meninas que gostam de meninas. À tarde. Auditório, Conselho Regional de Psicologia de São Paulo, Rua Arruda Alvim, 89, Sumaré (3061 9494/crpsp.org.br). Metrô 2, Clínicas.  


FESTA Confraternização Venha se divertir com as meninas na festa de encerramento das Jornadas Lésbicas, que terá jam session de guitarra e competição de poesia. Ver ligalesbicasp.blogspot.com para informações sobre locais e horários.


FESTA Fun! Gay Pride 2011 House tribal e progressivo chacoalham a festa especial, com um convidado especial: o DJ Nacho Chapado, de Barcelona. Bubu Lounge, Rua dos Pinheiros, 791, Pinheiros (3081 9659/bubulounge.com.br). 23h30. R$45-$60.  


FESTA Supersonique/Redparty O DJ Las Bibas, de Vizcaya, e sua peruca loira participam da festa com os DJs Bisco, Click e Guilherme Gerrero. Não se esqueça de usar roupa vermelha. Sonique Bar, Rua Bela Cintra, 461, Consolação (2628 8707/soniquebar.com.br). 23h. R$20-$40.  


FESTA DJs Ralphi Rosario & Abel O ícone do house de Chicago, Ralphi Rosario, e o texano DJ Abel se unem para arrasar, ao estilo americano. The Week, Rua Guaicurus, 324, Lapa (3868 9944/theweek.com.br). Meia-noite. R$60.  


POOL PARTY Girassol O line-up é especial, com o top model e DJ Bruno Pacheco, o mexicano Isaac Escalante, o britânico Jamie Hammon e o paulistano Guto Bumaruf. Clube de Regatas Tietê, Avenida Santos Dumont, 843, Armênia. (3228 5244/clubederegatastiete.com.br). 17h. R$60.


Sábado 25


SHOW Lorena Simpson Confira uma das maiores cantoras de house do Brasil. Os go-go boys também são grandes. Flex Club, Avenida Marquês de São Vicente, 1.767, Lapa (3612 4402/flexclub.com.br). 23h30. R$40.


EVENTO Gay Day @Playcenter É diversão a toda prova: serão dez horas de montanhas-russas, shows de drags, música ao vivo e DJs de música eletrônica. Playcenter, Rua José Gomes Falcão, 20, Barra Funda (3868 9944/gdexperience.com). Metrô 3, Barra Funda. 12h-22h. R$70-$400.  


FESTA DJ Chris Cox Os DJs residentes da The Week João Neto, Paulo Pacheco e Renato Cecin fazem o esquenta antes de o DJ celebridade Chris Cox entrar matando. Não perca. The Week, Rua Guaicurus, 324, Lapa (3868 9944/theweek.com.br). Meia-noite. R$70.  


FESTA Megga Pride 2011 Ver quinta, 23. Megga Club, Barra Funda. 23h. R$35-$60.  


FESTA Véspera da Parada Shows ao vivo apresentados pela cantora de MPB Fernanda Oriolah e pela dançarina do ventre Fernanda Guerreiro, com a drag queen Silvetty Montilla comandando a festa. Os DJs Mauricio SB e Junior Dub tocam house e techno. Club Z & Ouzar, Rua Augusta, 430, Consolação (2239 8764). 23h. R$15-$40.  


FESTA Top – Gay Pride 2011 O melhor da eletrônica e dos anos 80 com o convidado especial Luiz Erre (DJ mexicano), além de um showzinho da diva Gretchen. Bubu Lounge, Rua dos Pinheiros, 791, Pinheiros (3081 9659/bubulounge.com.br). 23h30. R$45-$60.  


CAMINHADA 9ª Caminhada Lésbica-Feminista Um dia antes da parada principal, mulheres lésbicas e bissexuais marcham pela Avenida Paulista para chamar atenção para a desigualdade de gêneros e os direitos das mulheres. 12h-16h. Praça Oswaldo Cruz, esquina da Avenida Paulista com a Rua Treze de Maio. Metrô 2, Brigadeiro.  


Domingo 26


SHOW Nalaya Brown & DJ Javier Medina A Espanha invade a casa, com a cantora de de R&B Nalaya Brown, das Ilhas Canárias, seguida pelo DJ de techno Javier Medina, de Barcelona. Clube de Regatas Tietê, Avenida Santos Dumont, 843, Armênia. (3228 5244/clubederegatastiete.com.br). Meia-noite. R$50.  


FESTA Big Sunday Aproveite mais um pouco antes da segunda-feira, com o pop e o house desta matinê. Sonique Bar, Rua Bela Cintra, 461, Consolação (2628 8707/soniquebar.com.br). 19h. R$20-$40.  


FESTA Top of the Sundays A baladinha de domingo traz os DJs residentes Paulo Agulhari e Paulo Ciotti, além da drag Silvetty Montilla. Bubu Lounge, Rua dos Pinheiros, 791, Pinheiros (3081 9659/bubulounge.com.br). 19h. R$15-$20.  ?


parada1.jpg 


PARADA 15° Parada do Orgulho GLBT de São Paulo Com o tema oficial "Amai-vos Uns aos Outros: Basta de Homofobia", o evento principal dá a largada no Museu de Arte de São Paulo, indo no sentido noroeste pela Avenida Paulista antes de virar à direita na Rua da Consolação e terminar na Praça Roosevelt, no Centro. Os trios elétricos e a multidão animada fazem a festa até o final, mas as coisas podem ficar feias no final do dia, depois que muitos participantes da Parada já tiverem bebido o dia todo. Avenida Paulista, a partir das 12h. Metrô 2, Trianon-Masp.  ?


Dicas para a Parada


Segurança

Com milhões de pessoas circulando pela Avenida Paulista e arredores, não faltam oportunidades para os ladrões. Fique esperto: deixe joias, documentos, cartões de crédito, aparelhos celulares, câmeras e outros objetos de valor desnecessários em casa ou no hotel. Leve somente a quantidade necessária de dinheiro e um documento com foto. Os bolsos da frente são muito mais seguros que os de trás, e guardar o dinheiro na cueca é uma ideia melhor ainda.


Horários

Álcool e drogas são a parte principal na comemoração de muita gente, e algumas pessoas acabam incontrolavelmente embriagadas. Essas pessoas não são nada divertidas. Para evitar esse pessoal, chegue cedo na Parada, por volta do meio-dia, e vá embora entre 15h e 16h. A Paulista fica bem cheia e, embora o contato íntimo faça parte da diversão (você vai fazer amizades com facilidade), este evento não é para quem não gosta de multidões.


Assédio

Infelizmente, cada vez mais mulheres têm sido vítimas de assédio sexual por parte de homens durante a Parada. A maneira mais fácil e segura de lidar com isso é ignorar os neandertais e sair fora. Haverá policiais da Guarda Municipal e da Polícia Militar a postos, caso a coisa fique feia.


Para chegar e ir embora

A maneira mais eficiente de ir para a festa é tomar o Metrô até as estações Trianon-Masp ou Consolação, na Linha 2 – Verde, que percorre toda a extensão da Avenida Paulista. Se o negócio ficar muito pesado na Paulista, desça uma das ruas transversais rumo aos Jardins (no lado sul da avenida), onde você conseguirá sentar e tomar um café – pois a Parada vai para a direção oposta.


Por aqui


No dia anterior à Parada do Orgulho LGBT, acontecerá a Caminhada Lésbica e de Mulheres Bissexuais. Parte das Jornadas Lésbicas – evento cultural de vários organizado pela Liga Brasileira de Lésbicas –, a caminhada tem o objetivo de chamar a atenção para os direitos das mulheres e das lésbicas. 




Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 01/12/2016

Ceia de Natal da Casa Santa Luzia

Rodízio de brigadeiro