A festa nunca termina

Todo dia é dia de balada no mundo gay paulistano

Divulgação
A The Week é uma espécie de Ibiza no meio de São Paulo


O clima pode estar frio, mas a cena gay ferve em São Paulo. Com baladas noturnas lotadas, pontos de encontro e paquera e uma variedade de bares e restaurantes gays e simpatizantes você tem à disposição uma infinidade de festas na cidade.

Para os meninos, a balada de sexta-feira começa de um jeito bem ‘popular’: Lions Nightclub, Bubu Lounge e The Society atraem multidões com mixagens originais e eletrônicas e uma generosa dose de Lady Gaga e Beyoncé. Mas as meninas não ficam para trás, e podem se acabar na pista do The L Club.

Nas tardes de sábado de tempo bom, tome um sol na Praça do Porquinho, no Parque do Ibirapuera ou na Praça Benedicto Calixto; se estiver frio ou chovendo, você com certeza encontrará um paquera no Shopping Frei Caneca.

E a festa continua à noite, com a potência eletrônica da The Week, seguida pelo Flex Club (Av. Marquês de São Vicente, 1767, Barra Funda, 3611-3368, flexclub.com.br) e pelo Club Yatch (R. 13 de Maio 701, Bela Vista, 3104-7157, clubyacht.com.br). As manhãs podem começar na sauna Splash 720 (R. Guaicurus 720, Lapa, 4329-0204, splash720.com.br), ou continuar a noite anterior curtindo um dos after-hours, como o da Cantho.

As noites de domingo também são selvagens nos bares em torno do decadente Largo do Arouche, no Centro, onde não faltam bebidas baratas e muita diversão, incluindo o impressionante show de drag queen na Blue Space e a música house pesada no recém-aberto Club Infinity (Av. Francisco Matarazzo, 694, Barra Funda, 3862-9074, clubinfinity.com.br). Durante a semana, a programação esfria, mas somente um pouquinho.

Segundas e terças são bons dias para encontrar seus amigos para comer e beber em um dos populares bares e restaurantes do circuito gay paulistano – destaque para o Spot, com público mais sofisticado, o Athenas, mais informal, na região da Augusta, e O Gato – ou para se arriscar em casas mais discretas, como Barão da Itararé (R. Peixoto Gomide, 155, Consolação, 3237-2047, baraodaitatare.com.br) ou Clube Flamingo (R. Antônio Carlos, 395, Consolação, 7761-0550, clubeflamingo.com.br).

Nas noites de quarta-feira, o Sonique Bar promove a festa dançante Supersonique, enquanto as quintas-feiras são insanas n’A Lôca – depois do esquenta no Bar da Lôca (R. Peixoto Gomide, 106, Consolação, 3256-1946), ali perto e que fica lotado. São Paulo é gay 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano.

Escrito por Ernest White II
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.