Time Out São Paulo

A Place to Bury Strangers

Este evento terminou

A Place to Bury Strangers

Preço R$ 30-R$ 60

Data Qua 11 Jul 2012

Horário de abertura 22h

Rua Augusta, 609, Consolação

Telefone 11 2339 0351


Prepare seus ouvidos! O show da banda nova-iorquina A Place to Bury Strangers – que toca no dia 11 de julho de 2012, no Beco 203 – é conhecido por ser barulhento. Tanto que o grupo até vende protetores auriculares próprios, e uma mulher já entrou em trabalho de parto por conta dos altos decibéis. “Ela foi a um de nossos shows perto de dar à luz e saiu direto para o hospital. Eu acho que nossa música fez o bebê querer sair dali o mais rápido possível”, brinca Oliver Ackermann (guitarra e vocal).

Essa fama é encarada com bom humor e serve até como uma forma de marketing aos que não conhecem o ótimo repertório dessa banda de noise rock e shoegazer de tom soturno. Uma mistura de Jesus and Mary Chain (com quem já se apresentaram em turnê) e Joy Division sob o efeito de anfetaminas. Ackermann admite: “Não acho que ser barulhento é tão legal assim. Mas pensar que somos apenas isso é um erro. Nós ficamos tão imersos em nossa música que perdemos a noção do que é alto e baixo, e é isso que queremos passar para o público. Queremos que eles sejam ‘tocados’”.

Ackermann entrou na banda em 2002, mas foi só em 2007, já como um trio, junto com Jay Space (bateria) e Jono Mofo (baixo), que o grupo lançou seu primeiro disco homônimo. Após o segundo álbum, Espolding Head, Mofo deixou a banda e foi substituído por Dion Lunadon. “Ele veio de um ambiente maluco de rock de garagem que acrescentou muita coisa à nossa química e foi fundamental em Worship [terceiro disco do APTBS]”, conta Ackermann.

O vocalista está animado em conhecer o público brasileiro e prevê músicas de todos os álbuns, mas sem promessas: “O set list é decidido de acordo com nosso humor no dia”. Mas quaisquer que sejam as opções escolhidas, espere uma apresentação com muita entrega e energia. Ah, e barulho, muito barulho! Não é disso que se trata o rock’n’roll?

Escrito por Rafael Argemon
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus