Time Out São Paulo

Planeta Terra 2013

Este evento terminou

Planeta Terra 2013

Preço de R$ 165 até R$ 350

Data Sáb 09 Nov 2013

Horário de abertura 13h45

Site de Planeta Terra 2013

Campo de Marte
Avenida Santos Dumont, 2241, Santana

Telefone 4003-5588

A prova de que São Paulo tem uma queda pela música independente é o público que anualmente lota o Planeta Terra – nada menos do que 30 mil fãs ávidos por shows dos grandes nomes do gênero. Em sua sétima edição, o festival convida o crescente séquito indie para uma sequência sonora de dez horas, em nova casa: o amplo Campo de Marte, que terá dois palcos.

O quinteto paulistano de synth-rock Hatchets abre a festa. Depois de meia hora, o show continua, no palco ‘Smirnoff’, com os vencedores ainda não divulgados da competição online Rock on Top, realizada pelo Terra. Em seguida, outros artistas nacionais se apresentam em um revezamento de estilos, passando pelo rock retrô do trio paulistano O Terno, a fusão de funk com reggae de BNegão & Seletores de Frequência, e o peculiar som folky de Clarice Falcão, atriz cuja participação no popular canal de comédia do YouTube Porta dos Fundos (youtube.com/user/portadosfundos) provavelmente gera mais interesse do que seu álbum de estreia fofo demais, Monomania.

A primeira banda estrangeira a subir no palco, a ascendente Palma Violets, de Londres, traz um som feroz inspirado no garage rock de seu début em álbum, 180, lançado pelo Rough Trade e que segue o espírito musical dos colegas de selo, os Libertines e os Strokes.

Muito menos agressivo, o grupo escocês Travis volta para mostrar o seu sétimo registro, Where You Stand. A idade suavizou ainda mais a sonoridade deles, e apesar de o vocalista Fran Healy sempre ter trazido uma aura sombria à banda, a melancolia está mais palpável do que nunca em sua voz.

Divulgação
A banda escocesa Travis

Em contraste com a abordagem sorumbática do Travis, o conjunto americano de hip hop e soul The Roots – vencedor do Grammy e que participou do álbum colaborativo Wise Up Ghost com Elvis Costello – deve soltar uma bem-vinda descarga de energia, com uma mudança de estilo no line-up inclinado ao rock.

Outra história de sucesso da internet, graças ao vídeo cativante e à melodia fantasmagórica da música ‘Video Games’, de 2011, a provocante cantora Lana Del Rey chega embalada pela força do cinemátográfico segundo disco Born to Die e de sua série de grandes singles e respectivos clipes com milhões de visualizações.

Já o cantor americano Beck, veterano do rock alternativo que desafia as fronteiras de estilo, não assina um álbum desde Modern Guilt, de 2008. Mas dizem que ele está a meio caminho de lançar dois novos LPs, um acústico e outro no gênero eclético de praxe. Embora tenha soltado três singles há pouco tempo, não deve faltar material ao compositor cuja carreira foi construída a partir do sucesso inesperado de ‘Loser’, de 1993.

Para fechar a maratona, o gigante do britpop Blur retorna aos palcos brasileiros, depois de 14 anos, como a atração principal. Eles devem tocar hits como ‘Girls & Boys’, ‘Country House’ e ‘Song 2’, que inspira gritos da multidão em estádios. Não bastasse o menu musical, haverá ainda uma roda gigante e um escorregador imenso para os moderninhos aventureiros que precisarem de uma distração a mais.

Escrito por CM Gorey
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus