Madonna e Lady Gaga

Dissecamos as similaridades e diferenças entre as estrelas pop que tocam no Estádio do Morumbi com semanas de diferença

Guy Oseary/ Divulgação
Madonna terá um confessionário de vidro no show


Talvez não tenhamos recebido o comunicado oficial, mas, a julgar pelas provas, em algum momento de um passado não muito distante foi decretado que cantoras superestrelas estão isentas de usar calças. E as saias também são opcionais ou reduzidas ao tamanho de cintos. Rihanna fez desse visual uma arte, se é que mostrar a calcinha no palco, em frente a milhares de fãs entusiasmados, possa ser considerado uma arte. De toda forma, ela deve tudo isso a duas das mais influentes agitadoras do movimento da bunda para fora do pop: Madonna e sua herdeira Lady Gaga.

As duas rainhas rivais também compartilham uma tendência a megaproduções – que mostram em São Paulo, no mesmo Estádio do Morumbi, com menos de um mês de distância entre os shows. Tanto o espetáculo ‘MDNA’, de Madonna (leia mais aqui sobre o show), como o ‘Born This Way Ball’, de Lady Gaga (leia mais aqui sobre o show), são apresentados como uma série de atos. O arranjo conceitual de Madonna acontece por meio de um confessionário de vidro, enquanto Gaga opta por um castelo medieval de três andares. Os figurinos da primeira, que misturam líder de torcida e corseletes, são coordenados por Jean Paul Gaultier. Já Gaga vai de fantasias de alienígena e motociclista desenhadas por Versace, Moschino e Armani. Madonna atira nos dançarinos; Gaga se junta aos seus em um sofá de carne.
 

Josh Olins/ Divulgação

Lady Gaga vai aparecer em um castelo


Mas, sob vários pontos de vista, há mais similaridades do que diferenças entre as duas. Ambas ítalo-americanas, essas duas mulheres construíram o sucesso apoiadas na força de algumas das mais conhecidas canções das últimas décadas. Mas elas também usaram a fama para o bem, apoiando ativamente os direitos dos gays e causas ecológicas.

Musicalmente falando, esses ícones oxigenados continuam rendendo comparações da crítica, muito devido ao lançamento, no ano passado, do single ‘Born This Way’, de Lady Gaga, com uma pegada bastante óbvia de ‘Express Yourself’, o hit de Madonna de 1989. A música, quase um plágio, gerou um contra-ataque da veterana: a atual versão de Madonna para o sucesso da época de ‘Like a Prayer’ traz trechos da música de Gaga, criando um mash-up (mistura de duas canções) que deixa clara a relevância incansável 
da diva de 54 anos.

No entanto, é quando falamos em imagem e estética que Gaga rouba a cena: enquanto a carreira de Madonna se apoiou em ideias relativamente comuns sobre a sexualidade feminina e a religião, o guarda-roupa e as performances de vanguarda de Gaga revelam uma afeição a visões mais sombrias e menos óbvias. 

Escrito por CM Gorey
Tags: 
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.