Time Out São Paulo

Quartas ao Cubo

Este evento terminou

Quartas ao Cubo

Data Qua 29 Abr 2015

Horário de abertura qua., 20h; sáb. (11 e 18/04), 18h; sáb. (26/04), 16h.

Avenida Paulista, 149, Jardim Paulista

Telefone (11) 2168 1700

Estações próximas
Metrô 2, Brigadeiro

A partir do dia 8 de abril, o Itaú Cultural dedica as quartas-feiras do mês às HQs, com a série Quartas ao Cubo. A programação consiste em quatro palestras em quadrinhos, na qual quadrinistas convidados misturam bate-papo com desenhos feitos na hora. Na primeira metade, a fala é baseada no tema que lhe dá nome. Na segunda, cada artista apresenta sua visão particular sobre o futuro da HQ, com enfoque em questões estéticas e de conteúdo, independentemente de orçamento. Com essa série de atividades o instituto amplia o debate sobre a HQ como forma de expressão, sempre buscando ser referência na valorização e na articulação de experiências culturais.

Lourenço Mutarelli, que além de escritor se dedica aos quadrinhos, abre o ciclo de palestras, no dia 8. Com o tema 'Para além da adaptação: diálogos entre quadrinhos e outras formas de expressão artística', ele traz à conversa a sua experiência também com literatura e cinema. Para falar sobre as possibilidades dos quadrinhos, se utiliza do desenho de Xipetotec, personagem que surgiu em seus cadernos de esboços e é livremente inspirado em um deus asteca.

'Como e por que retratar os pequenos-grandes dramas cotidianos em quadrinhos?' é o que os gêmeos paulistanos Fábio Moon e Gabriel Bá trazem para a discussão no dia 15. Os artistas tratam das peculiaridades do trabalho envolvendo histórias de pessoas comuns, das dificuldades e facilidades no ato de desenhar e na construção do roteiro, tanto nas criações próprias quanto em adaptações de textos de outros autores. Eles acabam de lançar na França a adaptação em quadrinhos do romance Dois Irmãos, de Milton Hatoum, com quem realizaram debates dentro da programação do Salão do Livro de Paris.

No dia 22, Luís Felipe Garrocho, co-criador do livro de HQ Bidu – Caminhos, nova versão do personagem de Maurício de Sousa, lembra a força do público infantil para o mercado de quadrinhos. Na palestra 'O desafio de produzir HQs para o público infantil atual', o quadrinista compartilha o seu processo ao lidar com produções infantis, seja no trabalho para o maior estúdio de quadrinhos do país, para o mercado editorial ou em publicações autorais e independentes.

Para encerrar a série, o roteirista e ilustrador de HQs André Diniz é o convidado do dia 29. Com 29 títulos publicados pelas editoras Record, LeYa, Conrad e Devir, tem na sua lista de trabalhos o Morro da Favela, distribuído também em países como França, Portugal e Inglaterra. Criador da série de webcomics Muzinga, em conjunto com Marcela Mannheimer, a sua fala é sobre Quadrinhos pensados para o meio digital. A conversa tem o intuito de fazer refletir sobre as semelhanças e diferenças da HQ produzida para os meios digitais, sobre as novas possibilidades criativas que ele oferece, além de pensar se a tecnologia é um fator limitador ou estimulador da criatividade. Enquanto trata destas questões, Diniz produz desenhos digitais para ilustrar sua fala, com uso de mesa digitalizadora.

Mais quadrinhos no fim de semana
Nessa atmosfera quadrinística, os fãs da arte ainda podem se deliciar com a Batalha de Quadrinhos, que, começa no sábado, dia 11, segue com mais um torneio no dia 18 e tem a grande final no dia 26 – neste, junta-se à programação de rua do instituto. Comandada pelo autor das webcomics Mentirinhas e da graphic novel O Monstro, Fábio Coala, tem oito participantes em cada batalha, e a competição se dá sempre por meio de duelos, nos quais os participantes têm limite de tempo para desenhar. Para participar dos torneios, basta chegar ao instituto com 30 minutos de antecedência e se inscrever.

Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus