Time Out São Paulo

Claire Rigby Memorial Fund

Claire Rigby (1971-2017) foi uma força do bem e uma catalisadora de mudanças. Como jornalista, editora e correspondente internacional, ela foi politicamente engajada e dedicada à comunidade, escrevendo sobre temas relacionados à crise hídrica de São Paulo, em 2015, para o The Guardian, e sobre o desflorestamento na Bolívia para o New York Times. Em São Paulo – cidade onde ela viveu desde 2010, quando assumiu o cargo de Editora Chefe da Time Out São Paulo – Claire foi uma visitante regular das comunidades mais pobres da cidade, escrevendo sobre grafites nas favelas e nos limites da cidade, escrevendo sobre a luta das populações indígenas para proteção de suas terras.

Claire foi uma voz para os marginalizados e atuou na luta pelos direitos humanos. E ela atuou também como mentora para muitos profissionais. Independente da sua agenda, Claire sempre encontrou tempo para aconselhar e ensinar aquelas que a procuraram. O objetivo do Fundo Claire Rigby é dar continuidade a seu legado: apoiar a comunidade e desenvolver novos talentos.

O dinheiro recolhido dará suporte a dez estudantes de jornalismo, a maioria da periferia de São Paulo, por meio da ONG Énois, que ajuda jovens a iniciar uma carreira no mundo do jornalismo. O grupo trabalha colaborativamente durante o ano produzindo uma série de reportagens multimídia. O Fundo Claire Rigby cobrirá os custos os custos de vida dos estudantes (R$ 500, cerca de US$157 ou €133 por estudante por mês) pelos próximos doze meses. A turma de 2017 está já trabalhando no projeto de conclusão de ano e o tema escolhido é o impacto social da escassez de acesso à internet nas favelas do Rio de Janeiro e de São Paulo. Em Janeiro 2018, um novo grupo de dez estudantes começará na escola.

Quer ajudar nessa causa? Saiba mais sobre o projeto no site generosity.com.

Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 16/11/2017

11 anos do JazzNosFundos

Os filmes da semana – 26/10/2017