Blocos de Carnaval 2014

Selecionamos os melhores blocos para cair na folia este ano

Alecio Cezar/ Divulgação
Bloco Ilú Oba De Min
Ilú Oba De Min valoriza a cultura africana e afro-brasileira

Se a sua ideia de um carnaval divertido em São Paulo não é a megalomania dos desfiles das escolas de samba, então as ruas da cidade podem ser o lugar certo para você. Diferentemente do Rio de Janeiro, onde blocos clássicos como a Banda de Ipanema e o o Cordão do Bola Preta levam milhões de pessoas, literalmente, às estreitas ruas da zona sul e do Centro da cidade, em São Paulo os blocos encontram-se hoje em sua melhor fase, com um número de participantes que cresce ano após ano, mas que passa longe da saturação que a folia carioca atingiu.

O mais antigo bloco carnavalesco paulistano, o Bloco dos Esfarrapados, reúne todo tipo de gente no coração do Bexiga desde 1947, partindo da R. Conselheiro Carrão sempre na segunda-feira de Carnaval (3/3, neste ano). Também percorrem o Bexiga – um dos berços do samba tipicamente paulistano – os blocos UMES Caras Pintadas, promovido pela União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo, e a Banda do Candinho, que tem 32 anos de história.

Thiago Borba/Press Image
Tarado Ni Você

Outro cordão tradicional e bastante divertido é a Banda Redonda, que parte na segunda-feira anterior ao Carnaval (24/2) da esquina da R. da Consolação com a R. Teodoro Baima, bem em frente à Igreja da Consolação. Famoso por seu público GLBT, este bloco é um verdadeiro delírio visual, com drag queens e muita gente – rapazes, em sua maioria – vestindo fantasias. O itinerário é um passeio pelo Centro Velho, passando por pontos como o Vale do Anhangabaú, Teatro Municipal e a célebre esquina da Avenida Ipiranga e São João, terminando na Praça da República.

Perto dali, no Largo do Arouche, a Banda do Fuxico é o outro bloco tradicionalmente gay da cidade, com atrações divertidas como corrida de salto-alto e concurso de drag queens. Ela sai no domingo que antecede o Carnaval (23/2).

Fora do Eixo/Flickr
Acadêmicos do Baixo Augusta

No mesmo dia (23/2), acontece o desfile de um dos blocos mais bonitos do Carnaval paulistano, o Ilú Obá de Min, totalmente formado por mulheres e dedicado às raízes africanas presentes no nosso Carnaval. Vestidas em belos trajes coloridos, cerca de 100 percussionistas entoam ritmos e cantos de países africanos. A saída acontece no viaduto Major Quedinho.

Mas nem só de tradição vivem os blocos de São Paulo. Novatos como o Acadêmicos do Baixo Augusta, o Santo Forte de Rua, o Pilantrági (inspirado na festa de mesmo nome que acontece no bar Bebo Sim) e o Tarado Ni Você (este emsua primeira edição e totalmente dedicado à obra de Caetano Veloso) atraem um público jovem e descolado às ruas da cidade.

Uma exceção por sua grandiosidade – e por isso mais parecido com os blocos cariocas – é o Vai Quem Quer, que há 33 anos parte da Praça Benedito Calixto, em Pinheiros, e percorre ruas deste bairro e da vizinha Vila Madalena. Um dos cordões mais concorridos da cidade, tem público mais arrumadinho e muitos turistas.

Vale lembrar que, no caso dos blocos que passam pelas ruas do Centro e do Bexiga durante a noite, pode ser uma boa ideia pegar um táxi para ir embora (em algumas regiões centrais não é tão seguro andar após as 22h). Já para as folias diurnas, um kit básico com protetor solar, chapéu ou boné, além de muita água, é essencial.
 

AGENDA DA FOLIA

Escolha o seu bloco e o dia para se esbaldar pelas ruas da cidade

Domingo 2/2
Pilantrági
Av. Prof. Alfonso Bovero, 1.107, Pompeia. 14h.

Sábado 22/2
Kolombolo Diá Piratininga
Pça. Aprendiz das Letras. R. Belmiro Braga, s/nº, V. Madalena. 15h.

Tarado Ni Você
Esquina da Av. Ipiranga com Av. São João, República. 12h.

Pholia na Luz
Pq. da Luz, Centro. 15h.

Domingo 23/2
Acadêmicos do Baixo Augusta
R. Augusta x R. Marquês de Paranaguá, Consolação. 14h.

Banda do Fuxico
Largo do Arouche, República. 19h.

Confraria do Pasmado
R. Nova Veneza, s/nº, V. Madalena. 12h.

Ilú Obá de Min
R. São Domingo com R. Abolição, Bexiga. 18h.

Pholia na Luz
Pq. da Luz, Centro. 15h.

Santo Forte de Rua
Pça. Dom Orione, s/nº, Bexiga. 16h.

Segunda 24/2
Banda Redonda
R. da Consolação com R. Teodoro Baima, República. 21h.

Terça 25/2
UMES Caras Pintadas
R. Rui Barbosa, 323, Bexiga. 17h.

Quarta 26/2
Banda do Candinho
R Santo Antônio com Rua Treze de Maio, Bexiga. 21h.

Sexta 28/2
Banda do Trem Elétrico
R. Augusta com R. Luís Coelho, Consolação. 18h30.

Lira da Vila
Pça. Rotary, V. Buarque. 18h.

Sábado 1/3
Lira da Vila
Pça. Rotary, V. Buarque. 18h.

Vai Quem Quer
Pça. Benedito Calixto, Pinheiros. 20h.

Domingo 2/3
Vai Quem Quer
Pça. Benedito Calixto, Pinheiros. 20h.

Segunda 3/3
Bloco dos Esfarrapados
R. Conselheiro Carrão, 466, Bexiga. 14h.

Vai Quem Quer
Pça. Benedito Calixto, Pinheiros. 20h.

Terça 4/3
Vai Quem Quer
Pça. Benedito Calixto, Pinheiros. 20h. 


Escrito por Fabio Rigobelo
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2014 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.