Time Out São Paulo

Jantar no Escuro

Deixe-se levar pelos sentidos em uma refeição que não se come com os olhos

Este evento terminou

Jantar no Escuro

Preço R$ 150, incluindo vinho (você precisa fazer um depósito para confirmar a reserva). Mande um email para atelie@noescurogastronomia.com.br para garantir seu lugar.

Data Ter 24 Set 2013

Horário de abertura 20h30

Figo
Rua Diogo Jácome, 372, Vila Nova Conceição

Telefone 3073-1417

Jantar no Escuro é só para quem tem coragem de fechar os olhos e se jogar em novos sabores (ou sensações). O menu, que sempre tem um tema, é elaborado pelas psicólogas Maria e Elis e servido regularmente para um pequeno grupo de clientes. Todos com os olhos vendados.

A próxima edição tem como tema a primavera. O evento acontece no restaurante Figo (R. Diogo Jácome, 372, Vila Nova Conceição, 3044-3193, figogastronomia.com.br) no dia 24 de setembro.

Para reservar um lugar, é preciso fazer um depósito bancário (veja detalhes no 'serviço'). A Time Out São Paulo participou de um 'Jantar no Escuro'. Relatamos nossa experiência abaixo.


Crítica do Jantar no Escuro

"Muito apertado?" pergunta Elis, uma das duas psicólogas responsáveis pelo 'Jantar no Escuro', enquanto ajusta a venda. "Ok, agora caminhe com a sua mão no meu ombro." É assim que eu entro. "Aqui está a cadeira," ela indica enquanto eu tateio para conseguir me sentar. Onde eu estou? Com quem eu estou? As primeiras sensações no escuro são pura desorientação.

A noite começa a se revelar ao meu redor: um sino toca, incenso queima, uma bebida é servida. Localizo o copo sem derrubá-lo. "Seu primeiro prato está servido", sussura uma voz.

Meus dedos sentem (sem necessidade de garfo e faca) o que é, claramente, arroz no prato. Mas o que é essa coisa redonda e dura? Um tomate? Uma azeitona? De repente, o jantar se transforma numa maravilhosa descoberta de cheiro, tato e sabor. Vozes suaves murmuram entre si no escuro, trocando palpites. Um toque de manjericão? Berinjela?

Mais pratos são servidos ao som de um acordeon e de um contrabaixo, mas é difícil dizer se a música é ao vivo. Mais um bocado de surpresas - o sabor e a textura do shimeji são impossíveis de não reconhecer, mas qual é essa carne de sabor tão intenso? A sobremesa nos atinge antes mesmo de ser servida, um cheiro maravilhoso, doce e achocolatado enche a sala.

Depois de aproximadamente uma hora no escuro, podemos remover nossas vendas e a sala que imaginamos vira realidade visual. As pessoas piscam sem acreditar nelas mesmas, sorrindo, encantadas - e desesperadas para saber o que foi que acabamos de comer.

Acompanhados até a recepção, dessa vez sem a ajuda de ninguém, as psicólogas Elis e Maria nos apresentam cada prato que acabamos de comer, exatamente como eles foram servidos. Os 30 clientes olham e examinam como biólogos vendo uma placa de petri.

A cada mês, o jantar tem um tema diferente e, às vezes, um restaurante diferente - nós tínhamos acabado de aproveitar uma refeição de temática italiana no Consagrado, no Itaim Bibi. Jantar no Escuro é uma verdadeira experiência sensorial brilhantemente executada e altamente recomendada.

Escrito por Gibby Zobel
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus